praia

6 EXTRAORDINÁRIAS DICAS PARA AS COLÓNIAS DE FÉRIAS NAS MELHORES PRAIAS DO MUNDO – AS DA COSTA DA CAPARICA, CLARO.

METEMO-NOS

Ele andava a fazer-se difícil e a querer mostrar-se de forma tímida. Mas, o sol quando nasce é para todos e com ele trouxe o “abençoado” calor. Sim, porque o sol quando aparece é como os golos de Ronaldo, passa a ser non-stop (assim, o esperamos. Eh, eh, eh). O que é preciso é acreditar. Nós gostamos é do verão e da seleção.

Nós, e tantos outros, porque a “correria” às praias não olha a idade, género, credo ou religião. E, nós aqui gostamos d’isso. Se ao fim de semana a praia é de todos, durante a semana a praia é “d’os melhores do mundo” – das crianças. Muitas escolas, inclusive da margem norte elegem a Costa da Caparica para fazer as colónias balneares com as crianças. E percebe-se, até o portal Cheapflights que escolheu as 10 melhores praias junto de cidades em todo o mundo atribuiu à Costa da Caparica o 5º lugar – onde figuram também South Beach em Miami (mais um vez o lado sul a dar cartas), Copacabana no Rio de Janeiro ou a praia de Barceloneta em Barcelona.

Esta alteração à rotina das crianças traz algumas preocupações e cuidados, mas ao vê-las sair da cama em qualquer queixume ou preguiça e com um ar de extrema felicidade, vale bem a pena! Fomos tratar dos preparativos ao Almada Forum, para que estejam prontíssimas para as melhores férias de sempre. Cada escola tem o seu “manual de instruções” e, há que segui-los, mas há coisas que ficam à “nossa consideração”:

#1 – COLOCAR O PROTETOR EM CASA

Apesar das escolas irem nos horários recomendados à praia, todos os cuidados com a proteção dos nossos filhos são poucos. Ainda em casa, tente espalhar o protetor de forma divertida e provoque o do it yourself, para que as crianças o façam com prazer e não como uma obrigação. Apesar de chegar à escola com este “serviço feito”, não se esqueça de colocar o protetor na mala para um reforço na praia. Na farmácia encontrámos várias soluções e “kits” para proteção integral das crianças, que até trazem uns “miminhos” que tornam mais fácil a tarefa dos “besuntar” de forma adequada e necessária.

farmacia

#2 – TER FATOS DE BANHO E BIQUINIS ALTERNATIVOS

A ida à água com os amigos é o momento de verdadeira satisfação para as crianças e de verdadeira preocupação para os adultos responsáveis. Apesar dos muitos truques (filas indianas, perímetros de segurança, apoio dos nadadores-salvadores, etc) que facilitam, não deixa de ser um momento de maior atenção.

Para conforto da criança o ideal é escolher uns calções de banho ou biquínis de secagem rápida e ter uma alternativa para trocarem e não irem com o calção molhado que pode ser desconfortável.

marpraia

#3 – TOALHA DE PRAIA PEQUENA E LEVE

Quando estão com os amigos sentar na areia significa menos tempo de brincadeira, por isso, a toalha serve para sentar no lanche a meio da manhã, secar e sacudir a areia do corpo. E é só. Como, geralmente, são as crianças que transportam os seus pertences, há que escolher toalhas apropriadas ao seu tamanho, que sejam de tecido mais fácil de secar e que pesem pouco no saco ou mochila para ser mais confortável.

#4 – SANDÁLIAS OU CHINELOS DE PLÁSTICO

Pode não se ser grande defensor deste uso de calçado, mas não há nada mais prático e rápido para chegar e sair da praia. Também é o melhor para o banho na escola para evitar escorregarem e servirem de proteção na transmissão/recepção de eventuais fungos e bactérias. Para o resto do dia poderão usar um calçado mais apropriado à prática de brincadeiras (ténis ou sandálias).

coloniabiquinis

#5 – LANCHEIRA TÉRMICA

Se o seu filho for responsável por levar o lanche, também deverá optar por uma mala leve, mas que seja térmica, ainda que os alimentos não sejam refrigerados, para proteger os alimentos. Na Smart Lunch encontramos soluções muito apetitosas.

lancheiras

#6 – PULSEIRAS DE IDENTIFICAÇÃO

As escolas habitualmente têm a “farda da praia” que permite uma mais rápida identificação e uma pulseira onde tem o número do colégio, que é algo que esperamos nunca vir a precisar, mas nada como estar preparado. Isto não invalida, que sejam registadas na PSP da zona geográfica onde pertencem para ter a pulseira identificadora a nível nacional, que é útil para além do tempo da colónia. Mais vale prevenir do que remediar.

saida praia
Aqui vou eu para a Costa,
Aqui vou eu cheio de pica,
De Lisboa vou fugir
Vou para o sol da Caparica.

Nós aqui temos as melhores praias e estamos preparados para elas.
Nós aqui temos isto.

do it yourself – fazerem sozinhos

Texto: Marlene Gaspar
Fotografias: Lisbon South Bay blog

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *