25abril

ABRIL CELEBRA-SE COM AUREA, ANJOS, GISELA JOÃO, IRMÃOS FEIST. Almada e Seixal. Por Marlene Gaspar

parabenizamos ISTO desporto 1

Abril, concertos mil. Já se sabe que é um mês de comemorações e se há coisa nobre e digna de celebração aos quatro ventos é a da liberdade. Todos os dia agradeço poder estar num país livre, que me permite escolher. E não pensem que isso é pêra doce, porque como diz esse grande block bluster que é o Homem-Aranha “com grande poder, vem grande responsabilidade”. E quando tomamos opções, somos livres de escolher temos que acartar com essas decisões, responsabilizarmo-nos por elas. E quando as coisas dão para o torto, pode ser uma grande chatice.

Quando escolhemos mal pode ser uma merda, mas ainda que seja, será sempre uma escolha nossa e essa liberdade é impagável.

Por isso, mais uma vez, estou aqui prontíssima para receber abril e o aniversário do 25 de Abril não é para ser passado em branco.

E temos vários motivos e concertos para celebrar. Ora tomem nota no Seixal: concertos dos Anjos e Irmãos Feist que sobem ao palco para apresentar Ontem, Hoje e Amanhã, Seixal Sempre!, um concerto que reúne os seus êxitos e uma viagem pelas músicas da revolução na noite do dia 24, na Praça 1.º de Maio, no Seixal.

Nelson e Sérgio Rosado

Anjos | Nelson e Sérgio Rosado. Foto: Joel Reis

Depois do fogo de artifício, que começa à meia noite, é a vez de Aurea atuar no palco instalado na frente ribeirinha do Seixal.

Mas calma os mais pequenotes não se apoquentem, porque ascelebrações dedicam um dia às crianças, a 22 de abril, domingo, com os espetáculos do Palhaço Companhia, às 15 horas, e As Canções da Maria, às ​16 horas, na Praça 1.º de Maio.

Já em Almada, temos no dia 24 de abril, às 22h na Praça da Liberdade o fado de Gisela João e o rock intemporal dos Xutos & Pontapés (sempre bom).

As entradas para os concertos são como o 25 de abril – livres, por isso só tens de escolher onde queres estar.

Escolhe livremente, escolhe bem.

Nós aqui temos concertos de 25 de abril.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fonte: CMA, CMS.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *