Musica casa da cerca

HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA.

Vamos a isto

A Casa da Cerca em parceria com a PontoZurca editora e produtora discográfica que gentilmente nos recebeu aquando a entrevista ao Vasco Boucinha (recorde aqui a mesma), está a promover os concertos ao Pôr do Sol, se não conhece este espaço esta é sem dúvida uma razão mais do que suficiente para o fazer, sabe sempre bem relaxar um pouco ao som de boa música. A Casa da Cerca é um centro de investigação e divulgação de arte contemporânea situada em Almada que para mim, tem uma das melhores vistas sobre a grande metrópole.

Agenda dos próximos concertos:

► Memória de Peixe
Sábado, 29 de Julho às 19:00 – 23:59

► Carmen Souza
Sábado, 26 de Agosto às 19:00 – 23:59

► Peixe
Sábado, 30 de Setembro às 19:00 – 23:59

Nós aqui temos música.
Nós aqui temos isto.

Texto: Catarina Laborinho
Fotografia e Vídeo: PontoZurca

FERTAGUS

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

gostamos 1

Hoje é o dia Mundial da Criança, para mim, mesmo com quase 40 primaveras este é o dia que por norma recebo sempre um miminho dos meus pais, mesmo depois das crias lá de casa terem nascido, pelo menos uma vez por ano temos que admitir que independentemente da nossa idade somos para sempre as crianças dos nossos pais, e eu não sou exceção.

Hoje seria um dia igual a outro qualquer se não tivesse tido um contratempo na minha rotina diária :)

Para quem por norma apanha o comboio da Fertagus para ir até à escola ou trabalhar sabe que as viagens são muito calmas. Uns vêem ainda a dormir, outros aproveitam para ler e há ainda aqueles que vêm agarrados aos gadgets tal como eu, seja a trabalhar ou a ver as últimas novidades nos facebook’s ou instagram’s. Mas hoje a viagem que para mim não podia ter começado da pior forma, ainda assim acabou recheada de alegria.

Peripécias matinais todos nós temos, e hoje definitivamente era o meu dia. Ao chegar à estação de Corroios, já confortavelmente instalada no meu banco, reparo que tinha deixado os óculos no carro e, pitosga como sou, seria impensável ir trabalhar sem os ter. Toca de sair do comboio e voltar para trás. Agora PÁRA tudo!!!! A estação estava ao rubro. Eram 9.20 e as cancelas para os mais pequenos tinham sido abertas, eram só pipocas e biscoitos a saltitarem de alegria, estava a haver uma excursão para os pequenos pirralhos…  A viagem seria Corroios-Fogueteiro, logo aquela que os meus óculos me obrigaram a fazer.

FERTAGUS

Quem entrou comigo nesta pequena viagem aposto que gostaria que esta se repetisse mais vezes, ver a alegria das crianças e a Professora a tentar acalmar os pequenos biscoitos foi de chorar a rir. Deu para perceber e confirmar que muitos nunca tinham andado no comboio da Fertagus, e que esta foi uma viagem memorável que a Fertagus gentilmente promoveu junto da Escola Básica da Quinta Campo em Corroios.

Pelo que soube, esta foi uma das viagens do dia, atrás de nós vinha mais um batalhão. Ao todo seriam cerca 300 crianças. UFA!!

Mas infelizmente a minha viagem chegou ao fim, ou parte dela, porque o que eu vinha mesmo fazer era recuperar as lunetas e a deles era ir ao cinema (queria tanto ter seguido com eles :)). Confesso que aqueles 5 minutos de viagem encheram-me o dia, ver a alegria daquelas crianças, a paciência das professoras em tentar manter a tropa toda alinhada foi de encher o coração. Aqueles são os nossos pequenos “nós”, são os nossos herdeiros.

FERTAGUS

Nós aqui chegamos ao trabalho de coração cheio.
Nós aqui temos isto.

Texto: Catarina Laborinho
O Lisbon South Bay Blog agradece à Fertagus e à Escola Básica da Quinta Campo em Corroios por nos ter deixado registar este pequeno grande momento .

FERTAGUS, LSBblog

 

IMG-20170509-WA0006

VIAJAR COM A FERTAGUS AGORA É MAIS FÁCIL. Por Catarina Laborinho

METEMO-NOS

Quem segue o nosso Instagram já reparou  que desde terça feira está disponível uma nova APP para quem anda no comboio da ponte. Eu, utilizadora assídua deste meio de transporte não podia deixar de reparar, tanto na publicidade como nas meninas simpáticas que nos explicavam como funcionava a aplicação.

APP Via Verde Transportes

Simples, tão simples que já aderi ao serviço.
E como funcionam perguntam vocês?

Primeiro temos que ter a APP Via Verde Transportes descarregada no nosso smartphone (Descarregue a APP na Apple store ou na Play Store) o leitor de  QRCode já está disponível na própria aplicação.

Depois de efetuar o registo na Via Verde Mobile em simples 3 passos, consegui comprar o meu passe da Fertagus.  Como deixo a renovação sempre para a última, com a nova APP Via Verde Transportes e com a possibilidade de renovação automática, já não tenho que me preocupar com filas que todos nós conhecemos tão bem :) assim sobra mais algum tempo para nós e menos stress. Só vantagens!!

APP Via Verde Transportes

O serviço combinado com o Parque de estacionamento ainda não está disponível (ouvi dizer que até ao final do ano vai ser um 2 em 1) mas com a ajuda de um colaborador Fertagus acabei por renovar o mesmo na máquina. Simples, muito simples.

Para os utilizadores pontuais deixam de ser necessários os típicos cartõezinhos verdes que temos aos pares na carteira e que só ocupam espaço e volume. UFA, menos uns! Com a APP basta iniciar e terminar a viagem e ela calcula automaticamente o melhor preço e ainda nos dá a possibilidade de ter descontos.

APP Via Verde Transportes

Importante, importante é saberem que temos que ter sempre o GPS ligado no nosso telemóvel para que a APP saiba onde estamos e ter atenção em “terminar” para calcular o valor da mesma. A viagem será descontada na nossa conta da Via Verde. Caso tenhamos um encontro imediato com aqueles senhores vestidos de azul, o chamado Fiscal, também é fácil, basta dar-lhe a ler o código QRcode e voilà!! TOP!!.

A APP também está disponível para os clientes dos autocarros Sulfertagus.

No início pode parecer “estranho” mas que nos vem facilitar a vida, lá isso vem e de que maneira. Cada vez mais o nosso smartphone é uma ferramenta essencial do nosso dia-a-dia, e esta APP vem sem sombra de dúvidas facilitar a vida aos mais distraídos com as datas, EU :)

Nós aqui já temos a nova APP Via Verde Transportes
Nós aqui temos isto.

Texto: Catarina Laborinho
O Lisbon South Bay Blog agradece à Fertagus

FERTAGUS, LSBblog

Steak nShake

STEAK N’ SHAKE É NA MARGEM SUL!

METEMO-NOS

Não é novidade para ninguém, até porque nunca o escondemos, que a nossa cantina é o Almada Forum. E porquê? Porque podemos variar todos os dias e conseguir uma alimentação equilibrada num só lugar. Mais, não precisamos “andar à chapada”, ceder ou ficar contrariado quando alguém quer comer coisas diferentes. Cada um vai onde quer e lhe apetece. Assim, é que nós gostamos, sermos todos amigos, contentes e disponíveis para “amar”.

E, por isso, todas as novidades que nos permitam variar são bem-vindas. E, saber que o Steak n’ Shake em Portugal é na margem sul, no caso em questão, no Almada Forum é um grande orgulho. Mais uma vez a margem sul como primeira escolha das marcas bem sucedidas para assentarem arraiais no nosso país (recordamos aqui o exemplo da NYX. É o cheguei, vi e venci a começar no lado sul)! Mas, voltemos à alimentação. O que é que este restaurante nos traz de novo? Segundo eles os melhores steakburgers, as melhores batatas fritas e os melhores milkshakes. Se são os melhores, melhores, não sei, mas que são deliciosamente bons, não há dúvida!

O ambiente consegue transportar-nos para as hamburguerias boas, mesmo boas que já tive a felicidade de experimentar em terras do tio Sam. O espaço está muito bem decorado – sou muuuuuito suspeita porque adoro a combinação de cores – e o atendimento foi de uma simpatia e cuidado muito melhor do que se apanha nos Estados Unidos (sem ofensa para nenhum cidadão americano, mesmo para todos aqueles que votaram em Trump!). A América é capaz do melhor e do pior! Felizmente nós aqui temos o melhor. E fiquemos com ele, porque o pior aqui não tem lugar.

SteakandShake

Steak n’ Shake no Almada Forum

Então vamos lá à nossa avaliação organoléptica :

1# hambúrguer, perdão, steakburguer – classificação 5 estrelas – são dois, fininhos como eu gosto e muito saborosos.

2# batata frita – é a batata frita! A-DO-RO. Fininha e com alguma casca que roça assim a perfeição a passar pelo estreito – classificação 5 estrelas.

3# milkshake – inicialmente não fiquei totalmente rendida ao acompanhamento da refeição com o batido, mas no final convenceu-me. Começamo-nos a lambuzar à colher e terminamos o “lambuzanço” (acho que não existe a palavra, mas dá para perceber a ideia, certo?) à palhinha. Fica uma espécie de drink & dessert. Eu elegi o de morango, mas o de manga que me aguarde que vai ser meu muito em breve. Classificação 5 estrelas.

SteaknshakeAlmadaForum

Grande refeição no Steak n’ Shake no Almada Forum

A experiência foi claramente vencedora e vou voltar para “matar saudades” de um hambúrguer, ai steakburguer (nada como chamar os “bois pelos nomes”) à americana.

É bom poder variar na opções. Habitualmente faço escolhas ditas mais saudáveis, mas uma dieta equilibrada, permite e “obriga” a comer um pouco de tudo. Esta escolha está aprovadíssima.

Nós aqui temos Steak n’ Burguer.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Starbucks

PROGRAMA PARA DIAS FRIOS NA MARGEM SUL.

METEMO-NOS

Por mais que “eu goste é do verão” ele não dura o ano todo e o inverno está aí, já chegou e em força e faz-se sentir como gente grande. Chuva e frio são dois protagonistas da estação que muitas vezes inibem um passeio ou um programinha de inverno. Por mais que saiba bem um programa de manta e sofá e não vamos negá-lo, também é bom saber que nem a chuva (que até tem dado algumas tréguas) nem o frio nos levam a melhor.

Sou uma rapariguinha friorenta. Daquelas que sente o frio até aos ossos e que se refugia em tudo o que é forma de aquecer este corpinho pouco resistente a baixas temperaturas. Mas, deixar de sair de casa por causa disso não é opção! Se há coisa que me aquece até a alma é um Caffé Latte no Starbucks! Ah, que coisa boa. E se lhe juntarmos um Muffin de Chocolate Supreme… isso então é de ir às lágrimas. Pouca coisa pode ser mais reconfortante e aconchegante e do que me lembre não vou partilhá-la. É private!…

Aprendi este “truque Starbucksiano” em Nova Iorque, porque se há cidade fria como o catano é a cidade que nunca dorme. Nós aqui, podemos ter esse cafoné que combate o briol sem sair da margem sul. Por isso, o meu último programa para os dias frios que é bom e recomenda-se é um lanchinho no Starbucks que antecede ou sucede uma grande sessão de cinema. Isso sim, é um dia de inverno perfeito. E onde é que podemos fazer isso tudo no “conforto do lar”? Que é como quem diz, no conforto da margem sul? No Almada Forum, pois claro.

ProgramaDIasFrios

Starbucks na Margem Sul

E foi o que fizemos na semana passada. A famelga rumou ao Starbucks e foi a estreia da Alice numa sessão de cinema! Foi a loucura! Sim, porque ir com a minha “mai” nova para uma sala de cinema, tendo em conta a sua indisciplina, foi uma aventura. O frio também me deve ter congelado o cérebro para ter esta ideia de a levar!

Mas, depois de alguns momentos de impaciência o filme levou a melhor e acabou a tarde mais bem passada do ano, que ainda está só a começar!

Cinema

Sessão de Cinema com vários momentos

Conseguimos tudo isto sem apanhar uma aragem de frio. Entrar, ver, comer e sair. Isto sim, é limpinho, limpinho.

Nós aqui temos Programa para os dias frios.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

CaboVerde

SAIR DA MARGEM SUL TAMBÉM SABE MUITO BEM!

 

METEMO-NOS

Não é segredo para ninguém que somos fanzérrimas da Margem Sul, que adoramos esta zona de paixão, que não a queremos trocar por qualquer outro sítio, que nós aqui somos felizes. Mas se isso acontece é porque abrimos os nossos horizontes, não somos fundamentalistas (ou somos um bocadinho), é porque conhecemos outros locais, outras culturas, outras terras e outras gentes. É muito bom ir, mas melhor ainda é voltar, à nossa terra, ao nosso espaço, à nossa gente.

E, como também já dissemos aqui, nós gostamos é do verão. E se ele não vem a “Maomé”, “Maomé” vai ao verão. Estava a precisar do calor, de banhos de sol e mar, de areia, chinela no pé e de “dolce far niente”. Ah, como gosto disso, é extraordinário como sou incrivelmente boa nisso. E pumba, quando “dolce far niente” dá-me em saber bem, faz com que o meu corpo ceda a toda essa tentação de mexer-me o mínimo possível para estar em zona de conforto e, nas férias, a magia acontece mesmo ali. Na zona de conforto.

O briefing era esse. Sol, praia e descanso. E andava eu na lufa, lufa dos concertos infantis no Almada Forum, e ao estar a assistir um vejo o letreiro da Agência Abreu sempre a chamar-me, aquele néon parece que me abria os olhos e dizia não tenhas medo, vem. E lá fui. Destemida e decidida. Afinal, não há dinheiro mais bem gasto do que a viajar.

Era férias que queria. Fui muito bem recebida e encaminhada. Rapidamente face aos dias que podia tirar, tempo e circunstâncias vimos que Cabo Verde era uma excelente hipótese. Então embora lá. Deixei tudo nas mãos da Vanda da Agência Abreu e foi um ver se te avias para ter tudo pronto e onde só tive de me preocupar em estar no aeroporto à hora mandada!

Sei que podemos fazer estas reservas e pesquisas online, mas ter alguém que sabe como funcionam as coisas, que tratem e que não nos deem trabalhinho nenhum, não tem preço. Sopas e descanso é o que procurei. Sopas e descanso foi o que tive.

AgenciaAbreu Almada Forum

Agência Abreu no Almada Forum

Confiei cegamente e não me arrependi. Deve ter sido a viagem que marquei de forma mais rápida, fácil e cómoda. E foi deixar-me ir. Para o sol, para onde se fala a nossa língua e para o paraíso do descanso – a ilha do Sal. Foi uma semaninha com tudo o que eu tinha direito e uns pozinhos a mais. Tudo ficou tratado, o transfer, o hotel, a animação e o descanso.

O maior riqueza desta vida que se pode comprar são as viagens, oh se são! Aquela esquina da Agência de Viagens no Almada Forum vai ficar para sempre na minha memória e seguramente vou fazer mais paragens por lá. Venham mais férias, destinos e experiências e contem comigo lá.

A companhia era boa (mas boa), o povo uma simpatia, a comida para todos os gostos, a música, o sol, o calor. Que mais se pode pedir?

Cabo Verde2

Nós aqui, em Cabo Verde.

Nós aqui temos agências de viagem.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Saldos

5 DICAS PARA OS SALDOS NA MARGEM SUL E OUTRAS MAIS.

METEMO-NOS

Se é verdade que comprar peças vencedoras são capazes de tornar um estado espírito menos positivo num altamente favorável, imaginem quando isso acontece a preços de saldos! É a satisfação plena. Oh se é!

Já não é Natal, mas chegaram os saldos. Nada como esticar a quadra natalícia e celebrá-la com boas aquisições que nos deixam felizes e contentes. Da tecnologia ao trapito, do desporto às coisas para a casa, dos livros à roupa interior, da perfumaria à joalharia (ou bijuteria, mas a primeira soa sempre melhor), vê o que é que precisas porque nós aqui temos tudo, num só sítio – nós aqui temos o Almada Forum. Já há imensas lojas com descontos que valem mesmo a pena e já selecionei algumas:

lootipos.pt

 

Gosto de ser orientada nos Saldos, porque para descontrolar já bastam os preços que me podem deveras entusiasmar. Por isso deixo aqui 5 dicas a ter em conta:

1# Fazer uma lista do que se precisa e apostar em boas peças básicas;

2# Optar pelas peças de qualidade em detrimento da quantidade. O impulso pode ser traiçoeiro e há que aproveitar as peças de melhor qualidade;

3# Não se desgraçar sem consciência disso. Se for necessário estipular um valor para gastar, afinfem-lhe num número. A ideia é fazer a terapia da satisfação e não destrui-la logo a seguir. Até porque se estoirou o saldo (neste caso o bancário) depois não podemos usar esta terapia para o resolver;

4# Escolher peças para a próxima estação – esta dica é boas para todas, mas ideal para as crianças, que crescem desmesuradamente e que as roupas deixam de servir enquanto um diabo esfrega um olho, que é como quem diz, entre uma estação e outra (às vezes nem isso)!;

5# Não vale a pena escolher peças que não sejam a sua cara, só porque gosta de ver noutras pessoas ou porque se usa. O “que se usa” é relativo. Se não te identificas, se depois não vai usar até debotar é porque não vai valer a pena.

E é com estas 5 dicas em mente que vou lançar-me aos saldos, aqui na margem sul. Nós temos o Almada Forum que não só tem as minhas lojas favoritas, como tem estacionamento gratuito o que me permite experimentar os tamanhos certos, ver como acenta, tirar todas as dúvidas, descansar nos entretantos sem estar stressada com o tempo a passar e o “parquímetro” a contar. Sim, porque a ideia é relaxar com o que se vai aproveitar.

Desejamos para vocês o que desejamos para nós: Boas Compras!

ilovesales

Nós aqui temos os Saldos do Almada Forum.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Avo Cantigas

FOI MAIS DO QUE UM AVÔ, FORAM MAIS DO QUE CANTIGAS! Natal #8

METEMO-NOS

Como não é segredo para ninguém, nós aqui fomos assistir, religiosamente a todos os concertos infantis da Aldeia de Natal do Almada Forum, ou não fossem ao domingo de manhã! E este fim de semana não foi exceção. Beatices à parte, as princesas cá de casa aguardavam ansiosamente pelo do Avô Cantigas, porque queriam ver e ouvir ao vivo e a cores o Fungagá da Bicharada!

Este concerto foi ainda mais especial. Perdoem-me o saudosismo, mas voltar a assistir ao Avô Cantigas que me acompanhou na infância é outra loiça!

Recordo com carinho um concerto que assisti com pouco mais idade que a Victória há mais de 3 décadas! É uma sensação de nostalgia boa e que sabe ainda melhor ao ver que aquele personagem manteve a simpatia e que está ainda melhor – é como o vinho do Porto! A essência está lá e a caracterização passou a ser natural. E fica-lhe tão bem!

Foi agora, no Almada Forum que soube que o Avô Cantigas conta com quase 35 anos de carreira e é de louvar que tenha sido tão consistente, longa e atual. Uma carreira que consegue acompanhar os novos tempos e novas gerações. Parabéns.

Sei que estou um pouco lamechas, mas o Natal faz destas coisas! E, assistir a este concerto em que os pais vibraram tanto quanto as crianças – provavelmente porque estavam a ter a mesma sensação que eu, puxa-nos mais para o sentimento! O Avô Cantigas conseguiu esta proeza!

A experiência do artista sentiu-se, o cuidado em interagir com todas as crianças e até conseguiu o “milagre” de pôr a Alice – a minha “diabrete” a participar como nunca, a ecoar as músicas de forma peremptória, a acompanhar com palmas e a desafiar a irmã para ir mais perto do palco. Digo “desafiar”, para ficar mais elegante do que especificar o que ela fez mesmo, ou seja, puxar até arrancar a camisola da irmã para a acompanhar! É uma delicadeza esta princesa! Oh se é!

O Avô Cantigas agradeceu a todos os meninos, aos pais, avós e ao Almada Forum por este espetáculo e eu faço deste agradecimento o daqui de casa. Obrigada também o a este Avô tão especial, não só por este extraordinário espetáculo, mas também pela consistência e continuidade desta carreira. You Rocks Avô Cantigas! (e ainda estás aí para as curvas, pelo que me pareceu!)

Avo Cantigas 1

Avô Cantigas

Os concertos infantis da Aldeia de Natal do Almada Forum fecharam com chave de ouro e foi deixada a promessa de para o ano haver mais. Nós aqui aguardaremos por eles e agradecemos estes que foram um presente antecipado de Natal.

PrimosAF

Encontro de primos

Boas Festas!

Nós aqui temos concertos gratuitos.
Nós aqui temos isto.

ConcertoGuieosGomas

O CONCERTO DO GUI SOUBE MELHOR DO QUE GOMAS! Natal #7

METEMO-NOS

Ir aos concertos infantis de Natal do Almada Forum é como preencher uma caderneta de cromos ou carimbar um passaporte tipo o da Expo’98! É assim que funciona cá em casa. Tem de se ir a todos ou a coisa não fica completa. As princesas levam isto muito a sério. Sabem o calendário dos concertos de cor e anda-se a semana a falar do próximo. Aqui para nós que elas não nos ouvem, servem de moeda de troca, porque permite-nos negociar. Ou se portam bem e vão ou não e não vão poder ir. Isto tem resultado.

Se bem que o último concerto foi ensombrado pelo febrão que se apoderou da Alice, sem percebermos a razão de ser. Coisa de crianças! O que deixou logo a Victória em pânico e preocupada pela possibilidade de não ir ao seu programa matinal de domingo. Sim, porque a febre da irmã não é nada que impeça a sua ida. Ele não tem febre. Ela está bem de saúde e recomenda-se!

Fazendo-lhe a vontade, a aventura do Gui e os Gomas foi vivida por ela e por mim. A Alice ficou com o pai em convalescença. O entusiasmo da Victória não se apagou por não ter a sua patner destas lides e já fazia a antevisão do concerto ao afirmar que o Gui e os Gomas iam aparecer em forma de boneco e foi-me logo avisando que os Gomas não eram gomas de verdade daquelas de comer, ou não conhecesse já elas as personagens!

GuiEosGomas

Nós aqui na Aldeia de Natal – Concerto Gui e os Gomas

Ah, pois porque sabias que GOMAS significa:

– Grupo

O – Operacional

M– dos Melhores

A – Amigos de

S – Sempre?

Sim, aqui não estamos a falar das adoradas gomas que as crianças adoram e, que mesmo comendo com moderação atacam os dentes e o estômago de forma acutilante. Mas o Gui e os Gomas – a Ritinha, o Tomás, a Maria e o Rafa podem ser “consumidos” sem moderação, enquanto se quiser e apetecer e não fazem mal aos dentes nem à barriga. Soube ainda melhor, pois ao ver do público infantil a assistir “ver com moderação” não são palavras de ordem. Cantou-se, encantou-se a aprendeu-se com os truques e concelhos do grupo. Uma alegria.

E já agora, para obter o último cromo da caderneta, que é como quem diz o último concerto, vamos estar no mesmo sítio à mesma hora, no próximo domingo, como podes ver aqui. O passaporte vai ficar todinho carimbado.

CartazConcertosInfantisdeNatal

Cartaz concertos Almada Forum

Nós aqui temos concertos gratuitos.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Canções da Maria

AS CANÇÕES FORAM DA MARIA E DA MARGEM SUL! Natal #6

METEMO-NOS

O dia começou cedo, bem cedo, demasiado cedo. Aquele cedo das 7 e pouco da manhã que é completamente escusado, desnecessário e o diabo a sete (já que era por volta dessa hora) para um domingo!

E porquê que foi a essa hora? Por causa do excitex causado pela promessa de irmos ver o espetáculo das Canções da Maria no Almada Forum que começava às 11:30h. Onze e meia! Ora pelas minhas contas das 7 até às 11h são 4 horas. Qu-a-tro horas! São precisas quatro horas para banhos e pequenos-almoços? Não! Nem três e tenho para mim que 2 é para fazer tudo com muita calma.

Pois para a criatura mais pequena cá de casa são precisas as quatro! Chega-se à beira da minha cama onde eu tentava continuar a dormir e fingia que não tinha ouvido o estalido da porta do quarto dela quando a abriu e fiz figas para estar a sonhar. Mas, não. Não estava. Bastaram 5 segundos para ouvir:

– Mãe quero o iogurte para ir ver as canções da Maria!

– Mas, ainda falta muito querida, vai dormir mais um bocadinho. – tentativa vã que já sei que não ia dar em nada, à semelhança de todas as que já fiz com o mesmo argumento, mas que insisto em usar.

Vencida pela repetição lá fui preparar pequenos-almoços, que entretanto a mais crescida também deve usar o mesmo relógio da irmã. Chovia de três em pipa. Nada que demovesse o entusiasmo – não chove lá dentro, pois não mãe?! Os concertos eu alinho feliz e contente, já o horário de preparação cá de casa para estes N-ã-o!

Já no carro a Vi pergunta se a Maria vai levar bonecos mascarados como foi o concerto do Ruca! Respondi que tínhamos de esperar para ver e seguimos com a banda sonora interpretada por elas para treinarem os coros. Tanta energia matinal!

A Maria não foi com bonecos, mas sim com as suas filhas que a acompanham e fazem parte do espetáculo. A Victória e a Alice já se vão sentar sozinhas e só olham para ver onde estamos. Já é o terceiro concerto, por isso atingimos um elevado grau de independência, não é? Era vê-las a bater palmas e a acompanhar com as letras, ou não as tivessem já ouvido três mil oitocentas e setenta e três vezes, ou mais!

Como nem sempre o papá as acompanha nestas andanças não lhe perdoaram a visita no Photobooth na Aldeia de Natal do Almada Forum e que foi direitinho para a caixa de e-mail. Excelente ideia, excelente serviço.

PhotoboothAlmadaForum

Photo Booth Almada Forum

Não perdoaram o almocinho no centro, que já é um clássico, onde encontraram a Maria e a família que estavam a tratar do mesmo assunto. Quem sabe, sabe.

O próximo é no mesmo sítio à mesma hora, como podes ver aqui. Nós não precisamos é de acordar à mesma hora!

CartazConcertosInfantisdeNatal

Nós aqui temos concertos gratuitos.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar