BADOXA-SHOW

CONCERTO DO BADOXA NO ALMADA FORUM. 22 MAIO.

APLAUDIMOS

O Almada Forum não para de surpreender e vai ser palco de um grande concerto do Badoxa no dia 22 Maio às 18h30 na esplanada do Centro Comercial no Piso 2. No final do espetáculo o artista vai dar uma sessão de autógrafos que não pode perder. A entrada é gratuita.

Venha assistir ao vivo e a cores e até lá vá treinado as músicas…

Nós aqui temos grandes concertos.
Nós aqui temos isto.

Marlene Gaspar

Batizado

3 EXCELENTES ESCOLHAS PARA UM BATIZADO NA MARGEM SUL…OU MELHOR DOIS.

METEMO-NOS

Se há coisa que nunca organizei na vida foi um batizado e, de repente, estou responsável por um, ou melhor dois. Dois em um – as minhas duas filhas vão ser batizadas, no mesmo dia à mesma hora.

A escolha do local para este acontecimento é óbvia – a margem sul. A data está a aproximar-se e comecei a entrar em modo pânico: “Socorro, é preciso de tratar de mil e uma coisas”! Onde? Como? O quê? Tudo eu, tudo eu!

forumalmada

Boa dica. Respiro. Fomos lá.

A Catarina, a minha irmã com o meu sobrinho, as miúdas e eu. As crianças estavam muito animadas e contentes a escolher roupa nova (como eu os entendo!).

1# O que levam vestido?
Bom, aqui começa a verdadeira odisseia. Uma coisa é batizar um bebé de colo, como é habitual, que ainda não tem opinião. Pode chorar durante a cerimónia, mas a birra nunca será por causa do que leva vestido. Outra coisa é batizar 2 crianças, com 5 e 2 anos e muita vontade própria:

– Não quero ir de vestido. – diz uma.
– Não gosto desse. – diz outra.
– Não quero experimentar. – dizem as duas!

Mas, se achava que esta era a parte difícil, o melhor estava para vir…

Começámos pela Lanidor Kids no Almada Forum onde fomos simpaticamente atendidas pela Ana, que adianto desde já, que merece uma medalha de mérito pelo seu savoir-faire no episódio insólito que nos aconteceu na loja. No despe e veste de vestidos vejo a minha “mai’ nova” com aquela cara de aflição de quando quer ir à casa de banho para fazer aquela necessidade. Sim, essa mesmo. Tarde demais…2 anos e meio e a largar as fraldas… O terror e vergonha apoderaram-se de mim. A Ana teve uma calma extraordinária. Prontamente trouxe um kit SOS e uma tranquilidade digna de registo. Não houve danos materiais. O que podia ter sido uma catástrofe, acabou por ser um faît-diver.

Refeita do susto, consegui apreciar uns conjuntos amorosos. Adoro misturas improváveis e gostei de ver o mix de padrões da saia às ricas com a blusa às flores.

Batizado

Um padrão fácil de combinar meninas com menino são os vestidos e calções de riscas vermelhas. Um casaco de malha azul escuro fica sempre bem até para futuras ocasiões (há que pensar na rentabilização da peça para além daquele dia).

Batizado

Na Gocco também gostamos da alternativa proposta pela Daniela que nos atendeu e que funciona muito bem.

Batizado

A Ana que nos recebeu na Knot  apresentou-nos uma solução “uau” – um vestido de linho branco dignos de princesas com a camisa de linho para rapaz a condizer. Adorámos.

Batizado

Os sapatos já têm – umas menorquinas para elas e uns carneiro para ele. Ficam 5 estelas.

2# O que levam no cabelo?
Ui, que medo. As princesas querem usar, mas tanto mexem e remexem, que rapidamente passam a objeto perdido, raramente achado. Mas, a mmi é uma tentação e tem várias opções fantásticas. Não ficam o máximo.

Batizado

3# Velas de batizado?
Este pequeno grande detalhe não pode faltar. A Pano & Algodão tem várias opções p’ro menino e p’ra menina.

Velas

Rapidamente a sensação de pânico foi-se desvanecendo. Missão cumprida. Ficámos felizes, contentes e seguras com as várias escolhas. Ainda assim, temos sempre espaço para receber dicas e sugestões da voz da experiência nestes acontecimentos. Estejam à vontade para o fazer.

O nosso muito obrigada à Lanidor Kids, Gocco, Knot, mmi, e Algodão & Pano no Almada Forum. Sem vocês não teria sido tão fácil.

E agora nós. O que vamos levar vestido?

forumalmada2

Tenho uma alma inspirada e batizada nas expressões verbais do coração.
Francis Pero

Nós aqui temos batizado(s).
Nós aqui temos isto.

savoir-faire  – saber-fazer
faît-diver – facto ou assunto pouco importante.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografias: Lisbon South Bay blog

IMG_1750

ALMADA FORUM – O SHOPPING DA MARGEM SUL.

METEMO-NOS

Se há coisa que nos deixa feliz é conseguirmos tratar de vários assuntos no mesmo espaço. Dá-nos aquela sensação de missão cumprida e acaba com a preocupação de termos muitas “coisas para fazer”.

O centro comercial tem essa vantagem. Conseguimos tratar de várias coisas no mesmo local otimizando o tempo. Nós aqui, temos a sorte de ter o Almada Forum, a referência do centro comercial da margem sul e arredores. E não pensem que o centro é só para quem está na margem sul. Há muito boa gente que passa a ponte só para vir ao Almada Forum. Não é à toa, é porque a oferta é muito boa.

Temos um presente para tratar é difícil não acertar. Conseguimos encontrar tudo para todos os gostos, idade e feitios. As lojas de roupa, calçado e acessórios são a nossa perdição. E felizmente, estão lá todinhas as que gostamos.

O centro fica no centro dos nossos percursos diários, por isso acaba por fazer parte da nossa rotina. Pus-me a pensar e fiquei admirada com a quantidade de coisas que resolvemos ali, naquele espaço. É a nossa cantina, porque almoçamos aqui a maioria das vezes. Há imensa escolha diferenciada, por isso não é mais do mesmo e podemos ser a “ovelha ronhosa” do grupo, sem que isso caia mal. Há dias que estamos em sintonia e vamos “ao mesmo”, há outros que queremos dar uma de diferente e escolher um menu distinto e, vai cada um “à sua”. Amigo não empata amigo. Conseguimos ficar a almoçar juntos sem ter de optar pela mesma coisa. E, há propostas para todos os gostos e estados de espírito, pois nem sempre nos apetece a mesma coisa. Uns dias preferimos refeições mais saudáveis, outros mais frescas; orientais; mediterrânicas; de peixe; de carne; massa; vegetariana, mais light, menos light, mais típica, menos… e no Almada Forum temos tudo isto e muito mais.

Restaurantes

Gosto particularmente de já “conhecer os cantos à casa”. Por exemplo, de me orientar bem no local onde deixo o carro e, principalmente poder estar à vontade, sem preocupações com o “taxímetro” do parque, porque é gratuito.

Fiquei admirada com o que consegui fazer na “hora de almoço”. Almocei (que é para isso que esta hora serve!).

IMG_1751

Fui ao banco, à Fnac trocar um bilhete de espetáculo que me tinha sido oferecido pelo natal, à clínica “Os Lusíadas” agendar uma consulta para uma das pequenas (se me dissessem há uns anos atrás que iria ao médico no centro comercial, acharia estranho, agora acho super conveniente e confortável). Com a vantagem de estar ao lado do cinema, em 4XD ou não, que ela vai adorar! É um bom motivo para a deixar contente por ir ao médico! Colmatei umas falhas na dispensa no supermercado e ainda resolvi uma questão com o meu operador de telefone. I’m a super woman. Graças a esta “máquina” estar tão bem oleada, num espaço amplo e agradável.

IMG_1738

A preparar-me para sair deparei-me com o enorme coração com corações presos ao cadeado que está no átrio central. Há muito tempo que admiro aquela peça. A escultura é lindíssima e fez-me logo pensar na Pont des Arts, em Paris, onde milhares de casais por ano selam o seu amor prendendo cadeados às grades da ponte e atirando as chaves ao rio Sena, acreditando que desta forma o amor durará para sempre. E acreditar é meio caminho andado para ser “para sempre”.

IMG_1750

Curiosa como sou fui ao balcão central saber o significado da escultura. A senhora muito orgulhosa, respondeu-me simpaticamente que tinha sido uma ação simbólica para o Dia dos Namorados realizada pelo centro do ano passado, mas foi tão bem sucedida que foi ficando e continua a ser utilizada para celebrar uniões em datas especiais como por exemplo esse dia, os dias do pai, da mãe e afins. Como diziam na série “A Team” (versão brasileira – ler com sotaque – Esquadrão Classe A): – “adoro quando um plano dá certo” e este, claramente foi um que deu e que foi muito para além do seu propósito inicial. Esperamos que ela fique por ali, é bonita, simboliza o amor e isso é o melhor que levamos da vida.

É um orgulho termos um espaço como este. Já dizia Saramago “o centro comercial é a nova catedral da sociedade atual”.

Marlene Gaspar

Nós aqui temos o Almada Forum.
Nós aqui temos isto.

I’m a super woman – sou a super mulher.

Mercado Dia da Mãe

8 PRESENTES INFALÍVEIS PARA O DIA DA MÃE.

METEMO-NOS

Uma vez mãe, se não fores mãe antes de tudo, estás perdida.
Alexandre Dumas (filho)

MÃE.

Que palavra tão escandalosamente pequena para a dimensão e amplitude que acarreta. O dia da mãe não é um dia, é todos os dias. E, acreditem que não há um único dia que uma mãe não se lembre disso, como não há um único dia em que um filho não se lembre da sua mãe.

Mas já que decidiram e bem homenagear as mães com a celebração deste dia, não vamos deixá-lo passar em branco. As homenagens são para ser feitas com pompa e circunstância, por isso há que não vacilar com o presente para a melhor mãe do mundo, a nossa.

Dos inúmeros papéis que as mulheres assumem no dia a dia, o ser mãe é aquele que não tem folga, não tem descanso, não há aquele dia de “hoje não vou ser mãe”, como há os dias “hoje não vou trabalhar!”, “hoje não faço jantar”. Isso não existe. E, por isso é tão bom e tão mágico. E, por isso, é que as mãe têm de ser muuuuito mimadas.

Para não andarem “perdidos” e stressados com “ai, não sei nada o que oferecer”, “ai, ai,ai, o dia da mãe está já aí” fomos fazer um “levantamento de necessidades” para ajudar os mais indecisos a surpreender os seres mais fantásticos do universo – as suas mães.

Temos ideias para todos os gostos, feitios e carteiras, e conseguimos “tratar e decidir tudo” num só lugar. Fomos ao Almada Forum. E fomos surpreendidas pelo Mercado do Shopping – um mercado dedicado às mães e não só… Ou seja, não só temos as nossas lojas de eleição para encontrar o presente ideal, como ainda temos novas ofertas. Ora estejam atentos.

1# São rosas, senhor, são rosas.
Rosas são aquele cliché que nunca nos deixa ficar mal. Não é o presente mais original do mundo, mas é como “o vestido preto”, nunca compromete. A Happy – Florista tem rosas e todas as flores favoritas das mães e no Mercado do Shopping ainda consegue dar esse toque de originalidade, pois pode encontrar rosas de várias cores feitas à mãe em madeira. É um trabalho de artesão brutal! Estas rosas duram mais tempo, não exigem tantos cuidados e também são lindas.

Mercado dia da Mãe

2# Diamonds are the girls bestfriend.
Jóias e bijuteria. Aqui a originalidade impera. Se há montras no centro que captam toda a nossa atenção são as montras de acessórios – ourivesarias, bijuterias, relojarias, óculos… São aqueles pequenos grandes detalhes que fazem toda a diferença. Um relógio, porque qualquer mãe tem de andar a horas, uma pulseira, um fio ou um anel dão um toque de sofisticação que as acompanha e uns óculos escuros para que o sol não “encadeie as vistas” quando olham para os seus filhos ou filhas (nós aqui, não discriminamos – ladies and gentelmen)!

Há soluções mais arrojadas, mais clássicas, mais tradicionais que adoramos e ficam sempre bem. Para além das lojas, encontrámos no Mercado do Shopping trabalhos surpreendentes de bijuteria feitos com origamis, materiais reciclados, crochés, peles e muitos outros materiais que nem imaginamos o brilho que podem ter. Algumas peças têm mensagens e dedicatórias “do bem” que é tudo o que queremos que nos acompanhe, bem como, às nossas mães.

Mercado dia da Mãe

3# Velhos são os trapos
Roupas e acessórios. E se há coisa que consegue deixar uma mãe feliz, é um novo “trapito”. Um “trapito”, um “sapatito” que nos fique bem, que possamos estrear naquele dia e, que seja a “nossa cara”. Na nossa opinião é mais um “valor seguro”, desde que, se conheça bem o gosto e estilo da mãe. Aqui, além das nossas lojas preferidas (que são 99,9% das lojas do centro!), que são sempre garantia de sucesso, conseguimos encontrar no mercado peças exclusivas e diferentes. Ah, pois é, conseguimos dar uma peça como a nossa mãe – única e especial.

Mercado dia da Mãe

4# À mesa, com certeza.
Decoração. Um dos melhores momentos do dia da mãe é passado à mesa. Há tradições que devem ser mantidas e almoçar e/ou jantar com as nossas mães é uma delas. E, porque não surpreender com uma peça distinta e elegante, que ajuda a decorar e a eternizar o momento? Encontra vários estilos no centro – Zara Home, a Loja do Gato Preto, a Casa são excelentes opções e no mercado encontrámos também peças muito catitas e originais. Nós aqui, gostamos disso.

Mercado dia da Mãe

5# O que é doce nunca amargou.
Doçaria regional. Convenhamos que embora não seja necessário conquistar nenhuma mãe pelo estômago, é sempre aquela “lembrança” que “cai” sempre bem. É o verdadeiro presente partilhado e que consegue abrilhantar o momento. No Mercado encontramos várias opções de doces tradicionais e gastronomia local. Nós aqui, degustamos isto.

6# Chocolate!
Chocolate. E perguntam vocês – “E o chocolate não é doce”? É.  Mas, o chocolate tem direito a uma categoria própria. Há os doces e há o chocolate. Por isso é que ele tem direito a loja no Centro e banca própria no mercado. E, não discutam com uma mãe esta convicção. É daquelas guerras perdidas à partida e que a mãe tem sempre razão. Na dúvida tragam os dois – o doce e o chocolate! O chocolate é afrodisíaco (sim, as mães também se preocupam com isso!) e tranquilizante. Uma barrinha por dia, nem sabe o bem que nos fazia

Mercado Dia da Mãe

7# Ela é linda sem make-up…
Artigos e/ou uma sessão de maquilhagem. Canta o Agir, e canta muito bem, porque é verdade. Mas, ele há dias que um “pozinho” dá aquele brilhozinho necessário. Um baton, dá-nos outro tom, um rímel, uma base torna-nos mais preparadas para desempenhar as nossas funções de mãe, de forma exemplar. Vão por nós…o centro tem várias opções como MAC, a KIKO, a Sephora, o Boticário, a Douglas, a Perfumes & Companhia e o próprio mercado.

Mercado dia da Mãe

8# Espelho mágico, espelho meu…
Molduras. Encontrámos umas “lanternas molduras” que adorámos. São uma espécie de cubo com várias faces onde podemos colocar fotos nossas com as nossas mães, que funcionam quer ligadas, quer desligadas. Nós achamos que as molduras com fotos são dos presentes mais personalizados e dedicados que podemos dar alguém. E, aqui está uma forma ainda mais original de oferecer. Não há mãe babada que não se derreta com um presente deste.

Mercado dia da Mãe

E as sugestões não se ficam por aqui. Qualquer loja em que se entre tem ofertas para este dia e, não só. O Mercado do Shopping no Almada Forum vai recebendo novidades até ao dia 1 de maio, por isso, nada como ir passando para encontrar o tal – o presente ideal.

Se alguém aqui considera que isto são só sugestões ou pistas indiretas para o dia da mãe, não. São também pistas diretas mesmo, se é que nos fazemos entender…

Deixe a mãe ainda mais feliz. Feliz dia da mãe.

Nós aqui, temos sugestões para o dia da mãe.
Nós aqui, temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fotografia: Lisbon South Bay blog

Screen Shot 2016-04-21 at 13.07.21

MARGEM SUL É TERRA DE DESPORTISTAS.

METEMO-NOS

A Lisbon South Bay é uma zona privilegiada no campo desportivo. Tem infraestruturas, espaços e, uma cultura de desporto enraizada. Não é por acaso que é a “terra” de muitos atletas de sucesso e o palco de centro de estágios importantes. Inspiradas por este contexto, o desporto assume um papel nas nossas vidas. A juntar a isto o facto de o verão ser já “amanhã”, gera-nos um misto de extrema felicidade e extrema preocupação. Só de imaginar a primeira vez que nos enfiaremos num biquini, triquini ou mesmo num elegante fato de banho começam a soar sirenes e alarmes! Medo, muito medo de expor estes corpinhos, brancos como a cal, e “uma ou outra” (im)perfeição  (“uma ou outra”, ahahahah) à luz do dia.

Claro que não é intensificar agora os treinos como se não houvesse amanhã que nos vai fazer ficar “saradas” (como dizem os brasileiros), mas um “boostezinho”, parecendo que não, facilita! E, para estar em forma, nada como praticar o desporto que gostamos (ou o que nos custa menos), em grande estilo. Sim, podemos não ficar “boas como o milho”, mas estarmos equipadas de forma confortável e gira, torna tudo mais fácil.

Fomos ao Almada Forum tratar desse assunto. Fácil! A Catarina elege os desportos aquáticos e por isso foi à Sport Zone. Eu vou falar da sua experiência e só espero não meter água!

Screen Shot 2016-04-21 at 10.52.52

Imagem Carlos Pereira

Como está a planear uma viagem para um destino tropical para fazer uma das suas grandes paixões, o mergulho, foi ver um fato para águas quentes. E agora, pergunto eu que não percebo nada do assunto:

– Mas, há fatos para águas frias e quentes?
– Dah?! Claro, para águas mais quentes escolhemos um 5/4/3, é um fato de surf e não de mergulho, mas para mergulho em águas quentes é o ideal. Adapta a espessura do fato a cada zona do corpo, consoante essas necessidades. – diz-me ela com um ar muito convicto.

Estava a levar uma abada, mas ainda assim não desisti e perguntei:
– 5/4/3? Estás a falar de alguma tática de futebol?!
– Não! Claro que não. Estes números equivalem à especificidade da espessura do fato para cada zona do corpo – tronco, braços e pernas – disse um ar de “deixa lá, esta não é a tua praia”. E, dirigiu-se à Andreia, colaboradora da loja, porque percebeu que eu não ia ser uma ajuda.

Screen Shot 2016-04-21 at 12.48.01

Claramente foi uma opção acertada, pois falaram na mesma língua.
O tamanho disponível era o “S” e “por mais que quisesse ainda não cabe lá” (estou a citá-la)! Mas, rapidamente conseguiu encomendar o seu tamanho na ilha Shop Online e reservou ali mesmo na loja que vai chegar entre 2 a 4 dias. A “nossa sereia” de águas quentes vai ter umas grandes férias debaixo de água!

Screen Shot 2016-04-21 at 12.57.46

E para quando estiver fora de água, não descuidou os ténis. Foi espreita-los e adorou a nova arrumação self-service, ou seja, cada modelo exposto serve de “montra” a uma gaveta que permite descobrir rapidamente o nosso número. Difícil foi decidir o modelo! Ou então não.

Screen Shot 2016-04-21 at 12.49.52

Já eu, que adoro água, prefiro ter os pés mais assentes na terra no campo do desporto. Já aqui partilhei o meu gosto pela corrida e depois da mini-maratona da ponte 25 de abril, aventurei-me nos 10 km da corrida do Benfica. (SLB, SLB, SLB), desculpem o entusiasmo e a manifestação clubística, mas quem diz a verdade não merece castigo (e o vermelho é a minha cor)! Foi uma prova superada, mas que me fez tomar consciência que tenho de “reformar” os meus ténis…

12928251_10208743065391235_2443962656547435255_n

Resolvi começar na Adidas e aí fiquei. Fui atendida pelo Diogo e pelo Nuno para pedir aconselhamento que com toda a paciência explicaram as especificidades de cada modelo e tentaram perceber quais as minhas necessidades e objetivos. Apresentaram-me a tecnologia Boost. Segundo consta “há o correr antes da tecnologia Boost e o correr depois da tecnologia”. Vou poder confirmar isso depois do meu “test-drive”! Experimentei os Energy Boost e os Pure Boost e quero os dois! E quero agora.

Ok, deixei-me levar por mais um entusiasmo, mas já desci à terra!

Vou ter de optar e para ajudar a tomar a decisão, agendei na loja o teste da passada, para perceber o que melhor se adequa a mim e ao meu físico (e, na verdade para desempatar!). Os Pure Boost são os primeiros ténis desenhados por mulheres para mulheres e isso sente-se. São provavelmente os ténis mais confortáveis que calcei, mas para quem corre mais de 10 km, os Energy Boost são mais reforçados. Ora se estamos a trabalhar para esse objetivo, são talvez a melhor opção…

IMG_1463

Pensando no assunto, lá dei uma volta à loja e escolhi uns calções e camisola climachill, uma tecnologia que reage melhor e de forma mais confortável à transpiração (importantíssimo, certo?)!

De repente, perdi-me com um conjunto Originals…a minha cara. Só não é o meu número, porque é…de homem! O que não me impediu de experimentar e de gostar…

Screen Shot 2016-04-21 at 13.02.07

Ainda houve tempo para dar lugar ao “flower power”. Esta coleção tem “aquele quê” e o difícil é escolher o padrão que mais gostamos. Ou talvez não.

IMG_1458

Ah, já agora, adorei o casaco vermelho retro, para o dia a dia. Lá está o vermelho a ter toda a minha atenção…

Os nossos agradecimentos à Sport Zone e à Adidas do Almada Forum que nos deixaram muito felizes com as nossas escolhas.
Seja em terra, no mar ou no ar, opte por fazer desporto e aproveite as condições que o lado sul proporciona, quer a equipar-se, quer a participar. Faça desporto, por uma mente e um corpo sãos.

Nós aqui, temos equipamento para desporto.
Nós aqui, temos isto.

Boostezinho – palavra que não existe, mas pretende dizer espécie de energia extra

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Lisbon South Bay blog

received_10205963966634879

OS PREPARATIVOS PARA O LANÇAMENTO DO NOVO ÁLBUM DO NELSON FREITAS FORAM NO ALMADA FORUM.

cuidamos

Ficámos logo entusiasmadas com o convite do Nelson Freitas para o lançamento do seu novo album Four, ontem no Petit Palais by Olivier. By the way, foi espetacular, mas já lá vamos.

Para este grande acontecimento tinhamos de estar à altura, que é como quem diz “au point”, “muita bem”, impecáveis, ou em linguagem cibernáutica top, top, top. Sim, porque queríamos estar umas estrelas junto das estrelas. E, estávamos. O evento foi na North Bay, mas foi na Lisbon South Bay que tratamos dos preparativos, e desculpem a imodéstia, mas ficamos uns “xuxuzinhos” (leia-se giras, mas giras).

E agora permitam-nos um momento mais direcionado ao universo feminino (ou então não, o que nos parece lindamente).

E onde é que fomos para ficarmos assim?
Ao Almada Forum, óbvio. Conseguimos tratar de tudo num só lugar e num curto espaço de tempo, aqui. Querem saber como? Nós contamos tudo.

Depois do chek-up rápido para vermos o que precisávamos fomos à Wiñk fazer um Threading de sobrancelhas. What?! Oi? Sim, um método artístico de remoção de pelo oriundo da Ásia (sim, fomos à wikipédia)! O adjetivo é nosso, mas quem já experimentou ou viu vai ter de concordar, “desenhar” sobrancelhas com uma “linha enfiada nos dentes”, não é para qualquer um. Não. Obviamente não se trata de uma qualquer linha, é um fio de algodão especial, usado com uma técnica precisa feita por profissionais.

Screen Shot 2016-04-15 at 21.03.20

ATENÇÃO: Não tente fazer isto em casa. Isto é para quem sabe, e se formou para isso. Nós, os outros, vamos à Wiñk! Arranjar sobrancelhas exige sempre perícia e saber-fazer, mas aqui é um trabalho mais artístico e o resultado final mostra isso mesmo. Et voilá, num curtíssimo espaço de tempo saímos com um novo olhar, sim, influencia mesmo a luminosidade do nosso rosto.

O nosso muito obrigada pela forma como fomos recebidas e cuidadas e os nossos parabéns pelo notório “antes e depois”.

Seguimos para a resolução da grande questão que impera nas nossas cabeças (assumimos!), o que é que vamos levar vestido? Poupem-nos aquele desígnio habitual de:

Como é que com um roupeiro cheio de roupa estão com esse problema?

Não sabemos a resposta. Só sabemos que tivemos a necessidade de ter alguma coisa diferente do que está no closet (para dar aqui uma ar mais pomposo) e não nos peçam para explorar mais este assunto.

Aqui, cada uma foi por “seu lado”. A Catarina foi à H&M e à Massimo Dutti e eu fiquei na Zara. E, não foi muito difícil. Foi pegar, vestir e, já está. Mulheres decididas. (tem dias!)

13009999_10205963971434999_1683146527_o

Faltava o momento tcharan. A maquilhagem ou, roubando a minha expressão preferida para isso, criada por uma amiga (Joana Faria, aquele abraço), o bonitising (que é uma mistura entre o português e o inglês. Quer dizer embelezamento. “Vou ali fazer o bonitising”. Muito bom, não é?).

Mais uma arte que não dominamos, mas neste caso já podemos fazer tentativas em casa, ou algumas de nós, não. Não, sem falar com quem sabe, porque tão depressa podemos ficar umas grandes brasas e perceber que afinal temos ali um “quê” maior que o expectável, como podemos ter o efeito inverso. Isso é que não!

Não houve dúvida onde íamos. Direitinhas à MAC. Ou é ou não é. E aqui foi.

A Daniela Vinhas recebeu-nos com uma enorme simpatia, generosidade e mestria e bastaram uns minutinhos na loja para perceber que são atributos da sua imagem de marca.

E por falar em imagem, ficámos rendidas ao conhecer as colaboradoras da loja. Todas com uma identidade própria e estilos diferentes, mas com um denominador comum – muito bem maquilhadas. Um dia quando eu for grande quero acordar assim!

Mas até lá, ficamos nas mãos da Daniela que cuidou de mim e a Déborah Bettencourt que “tratou” da Catarina. Há um grande cuidado em explicar todos os passos e o que estão a fazer. Nós, nós estamos a tentar apanhar tudo, na ínfima esperança de um dia obter um resultado daqueles em casa. É pouco provável, mas não é impossível!

Começámos pelo olhar e eu estava a sentir que estava a ganhar aquele olhar felino arrasador. Provavelmente, estou-me a entusiamar um bocadinho, mas que é uma diferença notória, é. Com aquele olhar, o mundo é nosso. Pelo menos o nosso mundo. Uma boa make up é uma grande injeção de confiança. Ah, se é.

Quando terminou ficámos PO-DE-RO-SAS. U-A-U. IM-PRES-SIO-NAN-TE.

Desculpem, o exagero, mas não é todos os dias que nos olhamos ao espelho e vemo-nos assim. Ou pelo menos não era…(risos parvos neste momento).

Os nossos agradecimentos a toda a equipa e os parabéns por deixarem as nossas  “carinhas larocas” e felizes.

Almada Forum: “We’ll be back”. Soon!

13022384_10208777217365013_945124776_n

13016479_1143736725657571_29722911_o

Já dizia o Nelson Freitas – “essa miúda é linda, oh yeah…”

Chegámos ao grande evento confiantes de uma grande noite, mas todas as nossas expectativas foram superadas. Estivemos no palco a ver e ouvir um dos melhores espectáculos que assistimos ao vivo e a cores. Os extraordinários duetos com outros grandes artistas: Mikkel Solnado, Richie Campbell, Mayra Andrade e Loony Johnson.

Marlene Gaspar, Catarina Laborinho, Nelson e Gisele Freitas e Sandra Bizarro.

Marlene Gaspar, Catarina Laborinho, Nelson Freitas, Giselle Lopes e Sandra Bizarro.

Nós já somos 4 ever fãs do Nelson como artista e como ser humano. Obrigada Nelson Freitas e família (inclui toda a equipa de staff que é igualmente 5 estrelas. Miguel Ângelo estás aqui (ícone de um coração). O album pelo que se viu já é um sucesso, mas vai ser ainda mais.

A aplaudir o Nelson também estavam resmas de “vedetes” como o C4 Pedro, Buraka Som Sistema, Agir (uma simpatia também) e muitos outros.

Deixamos aqui um “cheirinho”, mas veja mais sobre a festa no nosso hall of fame.

Cristiana Foucinha, Frederico Massapina, Rui Tomás, Gisele Freitas, Catarina Laborinho, Sandra Bizarro e Marlene Gaspar.

Cristiana Boucinha, Frederico Massapina, Rui Tomás, Giselle Lopes, Catarina Laborinho, Sandra Bizarro e Marlene Gaspar.

Nelson Freitas

Nelson Freitas

"Four" o novo Álbum de Nelson Freitas

“Four” o novo Álbum de Nelson Freitas

Nelson Freitas feat. Richie Campbell

Nós aqui temos os melhores preparativos.
Nós aqui temos isto.
By the way – a propósito

We’ll be back. Soon. – Nós voltamos. Brevemente.
Au point – no ponto.

Fotografias PEDRO CIRIACO PHOTOGRAPHER

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Forum

CINEMA 4DX DA GRANDE LISBOA É NO ALMADA FORUM.

assistimos

Ah, pois é! A primeira sala de cinema com a tecnologia 4DX na zona da grande Lisboa é na margem sul, mais precisamente no Almada Forum e vai abrir hoje ao grande público. Esta tecnologia põe à prova todos os nossos sentidos e a forma tradicional de assistir a uma sessão de cinema.

Nós aqui, aceitámos o convite de estar presente na antestreia 4DX do filme “10 Cloverfield Lane”, o novo filme do produtor J.J. Abrams, onde os monstros assumem muitas formas, ainda mais arrebatadoras no formato 4DX. Os argumentos para ir eram mais que muitos, mas nós nestas coisas boas que acontecem na Lisbon South Bay,  somos umas “fáceis”.

Nós, e muitas caras conhecidas e alegres que fizeram questão de estar presente neste grande acontecimento e, obviamente, experimentar novas sensações e usufruir desta nova experiência. Todos os caminhos vieram dar ao Almada Forum.

A antestreia foi antecedida de um cocktail para os convidados onde se percebeu claramente a curiosidade sobre esta nova tecnologia.

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Forum com presenças como Alexandra Borges, António Raminhos, Bruno Rosendo, Carlão, Dânia Neto, Duarte Siopa, Henrique Feist, Isabel Figueira, Isabel Nogueira, Isilda Peixe, Márcia Leal, Oceana Basílio, Pedro Reis, Ricardo Carriço, Rita Ferro Rodrigues, Teresa Lameiras.

E chegou o grande momento! A entrada na sala. Foi-nos logo distribuído uma máscara que causou logo aquele suspense de: “Hum, o que é que vai acontecer ali dentro?!”

Grande parte da assistência eram atores e profissionais da comunicação e foi engraçado ver as suas expressões expectantes sobre esta nova forma de espectáculo, que me atrevo a dizer, sem qualquer dado estatístico que o comprove, que pensaram que profissionalmente vão querer trabalhar com esta técnica. Especulações à parte, o Ricardo Carriço lançou o mote (ver vídeo abaixo) e é tudo o que vos vamos contar sobre a história do filme, porque não queremos ser desmancha-prazeres. Aconselhamos a ir sem expectativa para viverem a experiência a 100% e não condicionada. (Aproveito para manifestar o meu desagrado quando alguém me relata os filmes antes de eu os ver. Para essas pessoas um gesto e uma expressão: mãos nos ouvidos e “I can’t ear you”, “I can’t ear you”. *

Vá, podemos ainda adiantar (que também não aguentamos não dizer nada vezes nada, não somos de ferro!), que há cerca de 20 efeitos diferentes, maximizando a sensação de envolvimento e integração no filme. E acreditem, que sentimos que estamos ali, ou lá – lá dentro, dentro do filme! Somos parte do filme e sofremos na pele (quase literalmente) as várias sensações dos personagens!

As cadeiras integram um sistema eletrónico de movimentos que permite simular inúmeras sensações como voar, cair, acelerar ou travar.

A sala recria ainda efeitos ambientais e contextuais como vento, água, chuva, nevoeiro, aromas (acreditem que se sente os cheiros e o frio e eu estava ligeiramente constipada, mas também não precisam de ir de manta!), entre outros, numa sintonia e sincronia com as imagens do ecrã. É outra cena. É muito fixe. E agora sim, mais não dizemos!

Parabéns aos responsáveis pelo projeto: a NOS Cinema, em parceria com a CJ 4Dplex Co. e a Multi Portugal. Ao que apurámos o Almada Forum tem um filme novo todas as semanas nesta sala 4DX com capacidade para 100 pessoas, por isso é estar atento e ir. Nós aqui, vamos andar por lá. Ah, pois vamos.

Nós aqui temos cinema 4DX.
Nós aqui, temos isto.

I can’t ear you” – não vos ouço.

Fotografias BILMA

PRIMARK

A PRIMARK ABRIU NO ALMADA FORUM! HOJE.

METEMO-NOS

Dia 1 de abril. Dia das mentiras. Dia da inauguração da Primark no Almada Forum.

Parece mentira, mas é mesmo verdade. A excitação da abertura da Primark aqui na Lisbon South Bay estava-me a causar “umas ânsias” que, mesmo sabendo que ia estar “à pinha”, que daqui a uns dias se poderá circular mais livremente, ver as coisas com mais calma e tranquilidade, não apanhar filas, etc, etc tive de estar lá, eu tive que ir.  “Gaja que é gaja” percebe e quem não é não tente compreender, porque os argumentos não são razoáveis. Mas, não fui só eu a ter esta necessidade. Estavam “resmas de pessoas ao mesmo”. Essas, sabem porque é que eu estava ali.

Assim que cheguei ao estacionamento leio na porta de acesso ao centro – “Entre para ser feliz”, parecia que me estavam a ler os pensamentos! Oh meus amigos, não precisam de me dizer mais nada! Claro que eu tinha de entrar, tinha de ir lá espreitar (óbvio não me fiquei só por isso)!! Nem eu ficava feliz se não entrasse! A minha veia de publicitária também reparou que o Almada Forum tem um logótipo novo! Cheio de cor e de animação. Estava ali mais uma evidência de que eu tinha tomado a opção certa.

PRIMARK12

Assim que cheguei perto da loja da Primark percebi que não ia ser fácil, mas não era uma fila circular que dava “mil e uma voltas” que me iam demover da minha missão! Rapidamente consegui ficar surpreendida. A organização foi assinalável.  O staff estava preparado para as milhentas pessoas ansiosas como eu, e receberam-nos de “cara alegre” – que é meio caminho andado para tudo correr bem.

PRIMARK9

E, finalmente, entrei! E a loja não defraudou. Quando tiver menos 99,9% da afluência (estatística somente admitida neste dia, 1 de abril) vai ser um espetáculo! Claro que não resisti aos básicos de algodão que sou completamente fã, umas gracinhas para as pequenas, umas “piadas à séria” para mim (que eu não brinco em serviço), uns miminhos para a casa, para o cão e gato que não temos e, num abrir e fechar de olhos o saco estava composto.

FRIDAY

Ui…tenho de ir pagar! E vejo que o tamanho da fila era considerável, vá para ser simpática. Quem tinha chegado ali, não ia baixar os braços e, aventurei-me, “sem medos”. Mais uma vez fui surpreendida para organização. Era muito gente, mas foi rápido chegar à caixa. Aí e, em toda a loja fui recebida por colaboradores simpáticos e felizes, parecendo estar nem aí para a quantidade frenética de clientes. Estavam preparados e a coisa correu bem. Para todos. Por isso também fiquei assim. Feliz com a minha decisão de ter ido e de missão cumprida.

PRIMARK10

PRIMARK11

Esta vai ser a primeira de muitas, aqui na Lisbon South Bay.

Nós aqui temos a Primark.
Nós aqui, temos isto.