PastaEscolar

PASTA ESCOLAR GRATUITA EM ALMADA!

aplaudimos
Se o ano passado a Câmara Municipal de Almada deu o exemplo na oferta de materiais para o 1º ciclo este ano não quer ficar atrás e vai mais longe. Para o próximo ano letivo que está com os dias contados para começar, a instituição garante a todos os alunos do 1.o Ciclo do Ensino Básico da rede pública do concelho um conjunto de materiais escolares no âmbito do programa Pasta Escolar com uma mochila.
E não estejam já para aí a queixar-se que os vossos já não estão no 1º ciclo, porque para os alunos e alunas do 2.o ao 4.o ano de escolaridade, a CMA atribui cadernos, dossiês, lápis de cor, aguarelas e afins.
Atitude de valor, que a minha filha está aqui incluída. Ainda não sabe em que escola é que vai ficar, porque não tem vaga num raio de 12 km, mas isso agora não interessa nada e também vocês têm mais que fazer do que estar a aturar os meus nervos. Cada um com as suas, mas este coração de mãe desespera por uma solução!
Lamechices à parte, vamos ao que vos preocupa. A apresentação pública realiza-se no dia 6 de setembro, pelas 15 horas, no Fórum Municipal Romeu Correia, no âmbito da Receção à Comunidade Educativa.
Condições de acesso à Pasta Escolar
Os beneficiários da Pasta Escolar deverão estar inscritos no 1.o Ciclo de qualquer estabelecimento de ensino da rede pública do concelho de Almada.

Entrega da Pasta Escolar – alunos do 1.o ano de escolaridade
 
7 a 10 de setembro | Complexo Municipal dos Desportos «Cidade de Almada» | 9h30-20h (não encerra no período de almoço).
É necessária a apresentação do documento de identificação do aluno e dos pais/encarregados de educação.
O encarregado de educação poderá autorizar outra pessoa a levantar a Pasta Escolar do seu educando. Terá preencher uma declaração (disponível no local e aqui), acompanhada de fotocópia do seu documento de identificação e do seu educando ou da apresentação dos documentos em causa. A pessoa autorizada terá também que fazer-se acompanhar de documento de identificação.
A entrega da Pasta Escolar é feita por ordem de chegada. (Aguentem valentões! Não há bela sem senão.)
Entrega da Pasta Escolar – alunos do 2.o ao 4.o ano de escolaridade
A entrega da Pasta Escolar será assegurada pelo respetivos agrupamentos de escolas, em momento a definir pelos mesmos, informação que será divulgada aqui.
Ainda não estão satisfeitos e querem saber o que leva a Pasta Escolar. Não se apoquentem. Nós aqui contamos tudo:
 
Lista de materiais que constituem a Pasta Escolar para o ano letivo 2017/2018
 
1 Mochila (para os alunos do 1.o ano)
1 Dossiê A4 de duas argolas (lombada larga)
1 Estojo
1 Caderno pautado A4 (capa preta sem argolas)
1 Caderno pautado A5 (caderno diário amarelo)
1 Lápis de carvão (HB2)
1 Borracha branca
1 Afia
1 Cola de batom
1 Tesoura (com bicos redondos)
1 Caderno de papel de lustro
2 Pincéis (n.o 6 e n. o 12)
1 Caixa de aguarelas (12 cores)
1 Caixa de lápis de cor (12 cores)
Complexo Municipal dos Desportos «Cidade de Almada»
Alameda Guerra Junqueiro
2810-071 Feijó
Fórum Municipal Romeu Correia
Praça da Liberdade
2800-648 Almada
Dúvidas? Liguem para 212 724 700.
Nós aqui temos Pasta Escolar.
Nós aqui temos isto.
Texto: Marlene Gaspar
CaminhadasSeixal

SEIXALANDO #2. HOJE ESCOLHEMOS AS CAMINHADAS. 1 set a 29 dez

caminhamos 1

Já aqui manifestei a minha o meu g0sto por bater perna e nada melhor do que saber que há caminhadas todas as sextas e domingos até ao Natal. Sim, porque isso deixa-me fortes probabilidades de chegar à época natalícia tão fit que poderei desfrutar de tudo o que se tem direito nesta festividade. Mas, vamos com calma, que não vale a pena deitar foguetes antes da festa. E de promessas está o mundo cheio.

Vamos ao que interessa, hoje na rubrica Seixalando trazemos as caminhadas. As ditas são pelo Seixal e o percurso não podia ser mais bem escolhido (chamem-me tendenciosa, que aqui a carapuça serve-me todinha!) – a partida éna CDR Águias Unidas  – Qt. do Pinhão, zona de Belverde / Verdizela e Baía do Seixal. É pá, isto que vai ser “Seixalar”. É juntar ao útil ao agradável – andar ao ar livre, numa das zonas mais belas para o efeito.CaminhadasSeixal

Anota na agenda e não deixes de te pôr ao caminho:

1, 3, 8, 10, 15, 17, 22, 24 e 29 de setembro | sextas-feiras e domingos | 9 horas
1, 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27 e 29 de outubro | sextas-feiras e domingos | 9 horas

3, 5, 10, 12, 17, 19, 24 e 26 de novembro | sextas-feiras e domingos | 8.30 horas
3, 10. 15, 17, 22 e 29 de dezembro | sextas-feiras e domingos | 8.30 horas

A organização é do Clube Desportivo e Recreativo Águias Unidas e se tiveres dúvidas podes ligar para o 212 241 66.

Nós aqui temos caminhadas no Seixal.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene GasparFoto: CMSeixal

PAttack

PARANORMAL ATTACK(A) NA COSTA DA CAPARICA. 9 de setembro

aplaudimos

Música eletrónica não é assim a minha praia e eis que o meu cunhado Ivo me apresenta o seu amigo de infância Rui Oliveira, criado na margem sul, mais propriamente nessa bela localidade designada Casal do Marco! E eu, começo por torcer o nariz ponho-me a ouvir (não negues uma ciência que à partida desconheces) e começo a questionar e repensar os meus preconceitos relativos ao estilo.

Sim, por vezes sou preconceituosa, não me orgulho propriamente disso, mas feio não é admitir isso, feio é negar que o sou. Mas fico muito feliz quando descubro que estes não têm razão de ser. A verdade é que muitas vezes para chegarmos à conclusão de que o que é nacional é bom, este nacional tem de vingar lá fora. E assim foi com o Rui, a.k.a. Xangaii dos Paranormal Attack. Para os mais distraídos (grupo onde eu estava inserida) o Rui começou a sua carreira na música com 8 anos de idade a estudar piano. Cada um é para o que nasce e o “paranormal” aos 15 anos começou a tocar numa banda de baile da margem sul, os 4a Audição, e aos 20 começou a produzir música eletrónica e hoje é uma estrela dos Paranormal Attack.

Podia ter-lhe dado para pior!

E deu! O artista mora no Brasil há 10 anos, porque foi o mercado onde mais se destacou, mas já andou a espalhar decibéis em 17 países e vai estrear-se na Turquia.

ParanormalAttack

Xangaii

Mas o bom filho à casa torna e sempre que pode volta para estar com os seus amigos de infância e familiares, por isso ainda tem casa no Casal do Marco e afirma em primeira mão, ao Lisbon South Bay blog que é onde vai voltar a viver no próximo ano.

Vizinhança não se apoquentem que os concertos e espetáculos vão estar na margem sul, mas não serão (para já) aí. A tour europeia dos “Paranormal Attack” vai incluir a Costa da Caparica, mas antes tem paragens noutros pontos da europa:

26 de Agosto – Salda Lake – Turquia
8 de Setembro – Hamburgo – Alemanha
9 de Setembro – Costa da Caparica – Portugal

Vai ser o primeiro evento da banda em terras lusitanas. A Fxxk Tomorrow em co-produção com a Digital Oracle apresentam Paranormal Attack num set especial de 3 horas, começando assim as comemorações dos 15 anos do projeto. Durante as 3 horas de set vais poder ouvir músicas que marcaram a carreira do projeto e também as produções mais recentes que irão ser lançadas no próximo álbum!

CartazParanormal

Para que saibas quanto te vai sair do bolso, aqui tens estas opções.
10 Eur – Pré Venda
12 Eur até as 2H
15 Eur depois das 2H

Marca já na tua agenda que no dia 9 de setembro os Paranormal Attack vão partir a loiça toda na Praia da Nova Vaga, no Tartuga Beach Bar. Confirma aqui a tua presença.

Nós aqui temos os Paranormal Attack.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Maes

MÃES EM FORMA NO PARQUE DA PAZ. 9 de setembro

caminhamos 1

Já estive grávida 2 vezes e nunca me tinha apercebido que havia o Dia Internacional da Grávida, mas agora que já só restou o filho da mãe do mambo (leia-se a saliência que fica na barriga depois de se ter filhos quando não se é a Gisele Bündchen), tomo conhecimento desta efeméride! E o dia das senhoras em estado de graça é o dia 9 de setembro.

Eu achava que o dia das grávidas devia ser todos os dias dos 9 meses, porque há cuidados especiais a ter nesta altura para facilitar este período, que é longo como o caraças, mas não. É só um dia, então há que vivê-lo com tudo o que se tem direito.

A 6ª edição do “MÃES EM FORMA” (se é que isso é possível! Desculpem-me o desabafo, mas é uma altura que a forma é relativa, mas ok, dou de barato que a ideia é estar-se o melhor possível e sentirmo-nos bem) vai ser no “Central Park da margem sul”, que é como diz, o Parque da Paz em Almada, com muitas atividades e workshops para grávidas mães e bebés, surpresas e ofertas!

gravidez

Para mim o ponto alto e capaz de me juntar é a habitual Caminhada do Mais Vida, em que se seguirão vários workshops de Alimentação saudável com degustações, Workshops informativos, Aulas e sessões fotográficas!
Confirmem a vossa presença aqui e desfrutem do vosso dia.

Nós aqui temos mães em forma.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Criolo

NÓS AQUI, FALÁMOS COM O CRIOLO.

festivalamos

A dupla Célia Estrela e Mário Nabais andou a fazer reportagem no Sol da Caparica e conseguiu falar com o Criolo que deu um grande espetáculo e fez suspirar o público. Nós aqui, contamos sobre o que é que eles falaram.

 

 LSBb – Já é a segunda vez que vens à margem sul. No ano passado estiveste no Avante, qual é a tua opinião sobre esta margem?

Criolo – É a segunda vez que eu venho aqui, mas é sempre muito rápido, é só o tempo de você chegar arrumar as coisas e cantar!

LSBb – Não tiveste oportunidade de fazer uma visita?

Criolo – A oportunidade de conhecer as particularidades do lugar, ainda não tive!

LSBb – O quê que te leva a voltares a Portugal?

Criolo – A oportunidade de cantar, não é só cantar, é uma troca, e é para mim muito especial, a gente vem de uma história de muita luta e vir aqui para cantar, ser convidado para cantar num festival ou numa casa de shows é muito honroso, é muito especial para mim.

LSBb –Para nós também é muito especial termos-te cá, e gostavamos também de saber o quê que tu achas aqui do público português, do sentimento que se troca, o quê que tu sentes?

Criolo – Todas as vezes que vim aqui sempre foi muito forte, muito especial, cantei aqui e no Porto, duas vezes na casa da música, cantei no armazém F. Foi muito especial, e no festival Avante, foi maravilhoso e agora aqui, neste festival, neste lugar é muito especial, eu gosto muito.

LSBb – Acho que é só isso, acima de tudo, para nós é uma honra conhecer-te, tens-nos inspirado muito, o Mário (Nabais) é grande fã teu.

Criolo – Obrigado, um abraço para todo mundo, e música é isso, música provoca encontros, isso é o mais importante,  o mais especial é isso, ser trilha sonora de um encontro é muito honroso, porque na verdade a mágica acontece quando as pessoas se encontram, nós somos uma trilha sonora e isso já é uma felicidade.

RepórteresSolCaparica

Célia Estrela e Mário Nabais

Nós aqui falámos com o Criolo.
Nós aqui temos isto.

Entrevistadora: Célia Estrela
Vídeo: Mário Nabais

 

FestasCorroios

FESTAS DE CORROIOS TÊM NOVIDADES. 18 a 27 agosto

aplaudimos

aqui anunciámos o cartaz das Festas de Corroios, mas o programa das festas atualizado está já aqui que não queremos que te falte nada, para poderes curtir que nem maluco(a) uma das festas mais badaladas da margem sul. Corroios está muita forte no cartaz e vai ser difícil ficar em casa. Estou só a avisar, mas reparem bem quem lá vai animar a malta:

Palco Carlos Paredes

Dia 18 – Capitão Fausto + Rua Direita [Vencedores do XXII FMM Corroios’2017]
Dia 19 – XXXIII Festival de Folclore de Corroios
Dia 20 – Carlos Leitão [Noite de Fados]
Dia 21 – Remember Revival Band
Dia 22 – Quim Barreiros
Dia 23 – Moonspell
Dia 24 – Diogo Piçarra
Dia 25 – The Gift
Dia 26 – Nelson Freitas + Kontakto [1ª parte]
Dia 27 – GNR

Palco Liberdade

Dia 18 – Grupo de Sevilhanas Rocieras de Alcochete
Dia 19 – Grupo Coral Gerações – Algueirão
Dia 20 – SAHARA – Dance Studio
Dia 21 – Associação Grupo Coral e Instrumental “Ventos & Marés”; Grupo Coral e Instrumental; “Moinho de Maré”
Dia 22 – Johnny’s Band
Dia 23 – Grupo Coral Instrumental “Os Sempre Jovens”; Grupo Coral e Instrumental “Cantar é Viver”; Grupo Cavaquinhos “Os Rouxinóis”
Dia 24 – Professora Virgínia Gonçalves e suas Classes de Dança
Dia 25 – Grupo Nafisah – Danças Orientais; Grupo Sway – Danças de Salão; Grupo Hip Hop
Dia 26 – Noite Cultural do CCRAM
Dia 27 – Sevilhanas; Cavaquinhos e Concertinas; Grupo Coral “Os Rouxinóis”

Palco Arraial

Dia 18 – Duo Musical Ritmos
Dia 19 – Duo Musical H. C. Som
Dia 20 – Duo Musical Maravilha
Dia 21 – Trio Musical Clave
Dia 22 – Trio Musical Novo Ritmo
Dia 23 – Trio Musical Ipanema
Dia 24 – César Silva
Dia 25 – Trio Musical Ludgero
Dia 26 – Cátia Sofia
Dia 27 – Duo Musical Victor Ginja e Beto

E pronto, não podem ir um dos dias e já estão com um camadão de nervos porque vão passar-vos cenas ao lado! Calma, o Xanax está aqui para ajudar. Este ano há uma aplicação disponível na Google Play AQUI para acompanharem tudo o que se passa nestas festas.

Quem é amiga, quem é? Ah pois é!
Boas festas e divirtam-se.

Nós aqui temos as Festas de Corroios.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

SoldaCaparica

GRANDE E PROMETIDA REPORTAGEM DO SOL DA CAPARICA.

festivalamos

O prometido é devido. Em mais uma edição do Festival Sol da Caparica, o Lisbon South Bay blog não pode deixar de estar presente, mas desta feita com uma novidade. A reportagem foi assegurada pela equipa Célia Estrela – a repórter e Mário Nabais – o fotógrafo. E não podíamos ter tido melhores profissionais para acompanhar tamanho acontecimento. Como não podia deixar de ser, prata da casa, que é como quem diz, malta da margem sul.

RepórteresSolCaparica

Equipa de reportagem do LSBb – Célia Estrela e Mário Nabais

O festival foi super animado, estava bem organizado e o público não faltou à chamada.O ambiente do festival é descontraído, relaxado e com um refrescante cheiro a maresia. O festival é muito mais do que um espetáculo de música e por isso temos à disposição os espaços verdes com exposições de arte como o grafitti, a pintura, o vídeo mapping e um food trucks com comida para todos os gostos.

No espaço Debaixo da língua decorreram várias atividades ligadas à paixão pela escrita como encontros e conversas com artistas, poetas, e declamadores, onde Bonga e os HMB conversaram sobre música e a língua portuguesa de uma forma descontraída e informal.
DebaixodaLingua

Debaixo da Língua com Bonga e HMB. Foto: Mário Nabais

O palco dança com a direcção artística da Show It Dance Academy, abriu com muita animação.

Showit

Show it Academy. Foto: Mário Nabais

Coube à Maria e ao Fábio do programa da SIC, ACHAS QUE SABES DANÇAR, ensinar as coreografias e pôr toda a gente a dançar. Este palco esteve sempre a animar e foram os atores principais nos intervalos dos concertos do palco Blitz.
Os FOGO-FOGO tiveram a honra de abrir o Palco Blitz e com os seus ritmos cabo-verdianos e puseram toda a gente a dançar com muito fogo nos pés, dos 8 aos 80.
FogoFogo

Fogo-Fogo. Foto: Mário Nabais

Os Lisbon Poetry Orchestra declamaram poemas escolhidos por muitos dos artistas que passaram pelo Sol da Caparica, que estão reunidos no livro Debaixo da Língua lançado durante o festival.
LisbonPoetryOrchestra

Lisbon Poetry Orchestra. Fotos: Mário Nabais

No palco Blitz brilharam vários artistas. Todos comeram a fruta e muito mais com o mestre Bonga que pôs toda a gente a dançar ao som dos ritmos angolanos, seguido pelos  Sam Alone que trouxeram sons do Rock and Roll ao Festival e a cabeça de cartaz foi a grande Mariza que interagiu com o público e até opinou sobre o seu descontentamento com os calções curtos envergados pelas jovens! Polémicas à parte, deu mais um concerto que encheu o público. Do fado passou-se ao RAP com o diamante brasileiro – o Criolo. Mas a procissão ainda estava no adro! Regula levou os fans ao rubro com um público muito jovem que por esta altura enchia o festival. Os HMB fecharam a primeira noite do festival com a casa cheia, público muito jovem e animado que demonstrou que o Amor é Assim…
Bonga e SamAlone
MarizaeCriolo
RegulaeHMB

Bonga, Sam Alone, Criolo, Regula e HMB. Fotos: Mário Nabais

O palco SIC/RFM abriu ao som do projeto TAIS QUAIS, que reúne vários artistas conhecidos com Tim dos Xutos, Vitorino, João  Gil e Celine da Piedade, interpretam musicas conhecidas em versão alentejana, a animação fica a cargo do humorista alentejano Serafim.
TaisQuais

Tais Quais. Foto: Mário Nabais

No dia seguinte o palco blitz foi aberto pelo Bispo que evangelizou todos os presentes. O “novato” destas andanças de festivais foi o Carlos do Carmo que demonstrou estar à altura e feliz, surpreendido com o ambiente. Carlão demonstrou que estava em casa ou não fosse um filho da margem sul e como sempre partiu a loiça toda trazendo para além do hip hop algumas músicas dos Da Weasel e a noite encerrou com os grandes (façam favor de fazer uma vénia) Xutos & Pontapés.
TimCarlao

Carlão e Xutos & Pontapés. Foto: Mário Nabais

O Festival também tem um dia dedicado ao melhor do mundo – as crianças, e as suas famílias. Mais uma edição que soma e segue e que demonstra que o Sol da Caparica está aí para as curvas e para continuar a brilhar e aquecer as noites de verão. O meu especial agradecimento à Célia e ao Mário que fizeram uma excelente reportagem.
Ie ie ie ie, o Sol da Caparica é que é.
Nós aqui temos o Festival Sol da Caparica.
Nós aqui temos isto.
Reportagem: Célia Estrela
Fotografia: Mário Nabais
Texto: Marlene Gaspar
Alcoolemia

FESTAS DA AMORA SÃO COM ALCOOLÉMIA. 13 agosto.

celebramos 1

Os Alcoolémia podem não saber se merecem, mas nós sabemos que sim. A banda rock da Margem Sul faz XXV anos no próximo dia 13 Agosto, o que aqui para nós é uma obra daquelas. Mercem tudo, tudo de bom! E nada melhor do que celebrar num grande evento aqui desta “banda”. E o dia de celebração vai ser nada mais, nada menos – Festas Populares da Amora.

E a celebração não se faz sozinha, para além de estarmos todos convidados a estar presentes, a banda vai dar um concerto especial onde também convidou mais nomes de peso: Carlos Tavares (Grupo de Baile), Nuno Norte, Orlando Cohen (Censurados), Tiago Estrela (Rock em Stock), Diamantina Rodrigues (Fadista), Vasco Duarte (Ossos do Ofício), Maria João Matos, Zé Miguel Zambujo (Saxofone).

Na 1ª parte do espetáculo actuam os União das Tribos a partir das 21.30 horas.
Se precisam de mais algum argumento para não ficarem em casa, pronto, venham lá também beber um copo.

Parabéns aos Alcoolémia. Venham mais 25 com ainda mais sucessos.

Nós aqui temos as Festas da Amora.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

GolfinhoAlfeite

GOLFINHOS INVADEM BASE DE NAVAL DO ALFEITE

gostamos

O Jornal Económico escreveu uma peça com o título “Golfinhos invadem Base Naval de Lisboa” que é nada mais nada menos a Base Naval do Alfeite. E havia tanto para dizer sobre esta e tenho um particular carinho pela mesma, pois a minha princesa mais velha é aluna nessa nobre instituição. Mas, a notícia é tão boa, que me limito a partilhar e deixar outras histórias do Alfeite para outras núpcias. O texto é de Manuel Rifer:

A Marinha Portuguesa recebeu ontem uma visita especial de um grupo de golfinhos. Eram cerca de vinte e de acordo com as autoridades, em declarações à TSF, esta foi a maior “invasão” destes animais até o momento.

A Base Naval de Lisboa, em Alfeite (concelho de Almada), onde estão atracados vários navios, foi revista num todo pelos animais, de acordo com a Marinha. Os animais não vieram de passagem e decidiram ficar ainda algum tempo no local, começando a sua visita pela manhã. 

Em comunicado, de acordo com a TSF, a Marinha Portuguesa, afirma que não há “memória de uma visita semelhante por um grupo tão alargado de golfinhos e durante tanto tempo”.

A Base Naval de Lisboa é uma unidade em terra que compreende um complexo de infraestruturas portuárias, instalações e serviços no Alfeite e na Doca de Marinha, que tem como principal função o apoio logístico às unidades atracadas em Lisboa.

A nós resta-nos dar as boas vindas aos simpáticos Golfinhos.

Nós aqui temos invasão de Golfinhos.
Nós aqui temos isto.

Texto Jornal Económico: Manuel Rifer | Imagem: JE
Texto introdutório: Marlene Gaspar

Seixal

SEIXALANDO. #1 – Hoje escolhemos os Flamingos

Vamos a isto

Já sabemos que a Baía do Seixal é linda, mas ela está a ficar como o vinho. Cada vez melhor. São vários os pontos de atração e que alguns já falámos aqui como o primeiro Parque Aquático Sazonal em Portugal, a Mundet renovada, a nova ponte pedonal, etc, etc. Os argumentos são muitos e vamos dar-lhes espaço e voz para ir conhecendo um novo Seixal, pois não é à toa que as grandes estrelas do futebol e do mundo artístico (diz-se que a Madonna também cá esteve) andam por aqui.

BaiaSeixalLSBb

Hoje falamos de algo que está muito na moda – os flamingos. Se gostas deles em formato bóia, como padrão do fato de banho, ou na camisa de moda, o que me dizes de vê-los ao vivo e a cores na Baía do Seixal?

A Baía do Seixal está inserida no estuário do rio Tejo e está classificada como Reserva Ecológica Nacional, a Baía e respetivas frentes ribeirinhas integram uma área húmida da maior importância a nível nacional e europeu, pela sua elevada biodiversidade e excecional qualidade paisagística.

FlamingosBaiaSeixal

Flamingos “ao vivo e a cores”

A Baía do Seixal apresenta um património biológico importante, nomeadamente no que diz respeito ao ecossistema aquático e às suas margens. A melhoria ambiental que se tem verificado nos últimos anos, permite antever um elevado potencial do local para albergar comunidades biológicas ainda mais enriquecidas.

E por isso no sapal de Corroios temos uma enorme riqueza ornitológica e fauna aquática. Este local serve de pouso temporário para muitas aves migratórias, como o flamingo, o alfaiate, o perna-longa, a garça e o pato-bravo, que aqui procuram alimento e abrigo. O Sapal de Corroios funciona também como viveiro natural para diversas espécies de moluscos, crustáceos e peixes.

Então que tal ires “Seixalando” por aqui, para começar?

Nós aqui temos uma Reserva Ecológica Nacional.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotos: CM Seixal e Lisbon South Bay blog