9luas

CELEBRAÇÃO DA NATALIDADE É NO SEIXAL. 17 de junho

aplaudimos

A Festa das Nove Luas que já vai na 4ª edição (e como é que eu nunca tinha ouvido falar dela?!) celebra a natalidade e a parentalidade. E digam-me vocês se há algum melhor motivo do que celebrar uma nova vida e a benção de sermos pais?

A Festa das Nove Luas decorre no dia 17 de junho, sábado na Quinta da Fidalga, em Arrentela, num espaço que se pretende ser de partilha e troca de experiências. A ideia é juntar famílias, grávidas/futuros papás e técnicos de saúde, para momentos de sensibilização e celebração da natalidade e da parentalidade.

Ora aqui vai o programa desta “concentração de grávidas” onde todas terão prioridade para celebrar.

festa9luas

Programa
Das 9.30 às 10.30 horas
Frente ribeirinha do Seixal e de Arrentela
• 9.ª edição do Caminhar por Uma Gravidez Saudável
• 4.º Passeio de Bebés
Prémio para o grupo inscrito mais numeroso com média de idades mais baixa. Obrigatória a certificação no dia 17 de junho.
Brinde para todas as grávidas e bebés (vejam lá isso!)
Ponto de encontro em frente ao Parque da Quinta dos Franceses e percurso na frente ribeirinha Seixal-Arrentela. Regresso e entrada na Quinta da Fidalga, Arrentela, na Festa das Nove Luas.

9.30 horas
Quinta da Fidalga, Arrentela
Abertura da Festa das Nove Luas
• Expositores: stands institucionais e expositores de produtos para grávidas, bebés e crianças
• Pinturas de Barrigas de Grávida
• Cantinho dos Papás e Mamãs: Fotografia em Família (MNabais.37)
• Concursos e Passatempos

Espaço Amamentação
• Espaço de aconchego para o momento de amamentar

Espaço Criança
• Insufláveis
• Jogo Cidade Segura
• Pinturas Faciais
• Bonecos Animados

• Falco-PSP
• Workshops Infantis

11.30 horas
Workshop Cuidados com o Sol – Mustela

12 horas
• Ioga para Família – DHARMA

14 horas
Workshop Lanches Coloridos de Verão
Receitas de verão com frutas e outros ingredientes naturais e saudáveis.
Objetivo: sensibilizar as crianças e famílias para uma alimentação saudável e amiga do ambiente.
Missão Tuneco – Associação Multidisciplinar pela Inclusão e Desenvolvimento Sustentável (AMIDS)

15 horas
Workshop Dentífrico Corajoso
Vamos conhecer a composição dos dentes, aprender a importância da utilização da pasta de dentes e do fio dental. Depois vais tornar-te um verdadeiro cientista e fabricar uma pasta de dentes que podes levar para casa (número limitado de participantes).
Clube da Sara – Museu da Farmácia

16 horas
Workshop Sabonete Divertido
As crianças vão perceber a importância de ter as mãos bem lavadas e que tipo de microrganismos podem ter nas mãos sujas. Vão verificar que para que as mãos fiquem bem limpas têm de usar sabonete. De seguida vão produzir um cheiroso sabonete, que levam para casa.
Clube da Sara – Museu da Farmácia

16 horas
• Ioga para Grávidas – DHARMA

Festadas9

17 horas
Peça de Teatro «João e o Pé de Feijão»
Animateatro – Associação de Teatro e Animação do Seixal
Público-alvo: crianças dos 3 anos aos 11 anos e acompanhantes

Fonte – CMS

Texto: Marlene Gaspar

Ginjal

ALMADA DÁ MAIS UM PASSO PARA RECUPERAR O GINJAL

gostamos

Ninguém pára as boas notícias da margem sul, ninguém para as boas notícias da margem sul, olé oh!

É assim, pow, pow, pow. Boas notícias atrás de boas notícias sobre esta zona linda. E como é meu apanágio, cá temos mais uma boa nova para partilhar. O texto é da Alda Martins no Expresso | Economia.

Será desta que se desbloqueia o projeto de reabilitação e contenção da arriba na zona do Gingal em Almada — o espaço junto ao Tejo que se encontra abandonado há vários anos?

Ao Expresso, o presidente do município, Joaquim Judas, disse que o Plano de Pormenor poderá ser aprovado em Junho. “A indicação que tenho é que o desenho está numa fase final e que em Junho estará em condições de aprovação. Vamos ver se não haverá dificuldades da parte de alguma entidade [ambiental ou urbanística], apesar da margem de decisão da câmara, de acordo com a nova lei, ser maior”.

Se tal se concretizar será o primeiro grande passo para desbloquear um processo que tem anos. Em 2009 foi assinado um protocolo tendo em vista a elaboração deste Plano de Pormenor com a proprietária, controlada pelo grupo madeirense AFA. Oito anos de degradação depois, nada aconteceu.

Nem o susto de 2015, quando o chão do paredão ruiu e empurrou para o rio um carro com um casal e um bebé lá dentro, acelerou o processo. Na ocasião, o pior foi evitado mas a câmara teve de intervir e justificou o estado de degradação do Ginjal com a falta de resposta do proprietário.

Foi também nesse ano que a câmara acabou por reunir com os proprietários e com as entidades representativas dos interesses públicos, para apresentação de uma nova versão da proposta de plano. Agora o autarca refere que os donos estão “a trabalhar num projeto de arquitetura que contempla habitação, turismo, comércio e hotelaria”, numa área de 8,44 hectares, limitada a norte pelo rio. Uma vista sobre a cidade de Lisboa de tirar a respiração a quem por ali passa e que até faz esquecer os alertas de perigo de derrocada bem visíveis ao longo daquele espaço. Contactado pelo Expresso, o grupo AFA não fez comentários até à hora do fecho desta edição.

Enquanto não chegam as obras do Gingal ou o concurso público para o projeto da “Cidade da Água”, Joaquim Judas diz que não estão parados e vão avançar, naquilo que é possível, no plano de Cacilhas.

A câmara está a proceder à elevação do submarino “Barracuda”. Será também feito um trabalho de intervenção na fragata “D. Fernando II e Glória” e requalificado o espaço envolvente no âmbito do núcleo museológico. Além de estar previsto desenterrar as salgas romanas, existentes na zona, e intervencionar a arriba virada para o Mar da Palha.

A requalificação da praça onde hoje atracam os barcos da Transtejo só acontecerá mesmo quando o projeto da “Cidade da Água” avançar, com a criação dos terminais na doca 13 e quando o metro deixar de ir a Cacilhas.

Para lá do Ginjal, na direção oposta de Cacilhas, a frente ribeirinha continua e Joaquim Judas também tem planos. A começar pela zona do Olho-de-boi depois do elevador panorâmico sobre Lisboa.

“Há uns armazéns que eram da Companhia Portuguesa de Pescas. Temos tido contactos com as Finanças sobre a viabilização e reabilitação daquela área”. Um projeto que pode concretizar a ideia de uma estação para acolher o barco de investigação oceanográfico, em articulação com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Nós aqui temos o Ginjal.

Nós aqui temos isto.

Texto: Alda Martins in Expresso

Foto: Ana Baião

MargemSul6

O QUE É ISTO DE SER DA MARGEM SUL? #3

aplaudimos

A margem sul está definitivamente a ser descrita de outra forma e do deserto só restou o infeliz comentário. É com muito apreço que vejo frequentemente a margem sul estar ser tratada e referenciada e este post que encontrei da Margarida Vale do Repórter Sombra é mais uma fabulosa forma de demonstrar o que é isto de ser da margem sul, que já relatámos aqui.

O texto não é meu (com pena minha) e partilho com direitos da autora, porque vale a pena ler. Nós aqui, também somos o palco do melhor que se descreve da margem sul e que intitulou:

O CHARME DE SER DA MARGEM SUL

MargemSul1MargemSul2MargemSul3MargemSul4MargemSul5

Nós aqui temos o charme de ser da margem sul.
Nós aqui temos isto.

Texto: Margarida Vale in Repórter Sombra
Imagem: Direitos Reservados Pinterest
Texto introdutório: Marlene Gaspar

Jovens Talentos Almada

CONCURSO JOVENS TALENTOS EM ALMADA. Até 15 de maio.

APOIAMOS 1

Jovem até aos 35 anos não é nada mau. Eu já não me posso candidatar por uma unh negra! E eu aqui com tanto talento para mostrar! Bom, não vale a pena chorar por leite derramado, se alguma vez quis me candidatar a coisas destas rapidamente a vergonha foi algo que me impediu de participar e arriscar. Bom, se calhar também a falta de algum talento nato para surpreender, mas se não tens nenhuma condicionante destas: menos 12 e mais de 35 anos e tens um talento que pecado é não dar a conhecê-lo ao mundo, pelo menos ao mundo da margem sul, de que é que estás à espera?

Estão aí as candidaturas para a 8ª edição do Concurso Jovens Talentos “Almada Cidade Educadora” e só estão até ao dia 15 de maio de 2017. Por isso, não tens muito tempo para revelá-lo. A Marisa Liz – Amor Electro é a embaixadora desta edição e talento é coisa que não lhe falta. Agora imagina que ela não se tinha candidatado a um concurso. Poderíamos não ter ouvido este vozeirão que tanta companhia já me fez. Mas não vale a pena referir o se não, tens tempo (mas não muito), por isso agarra a oportunidade.

Podes candidatar-te se tiveres entre 12 e 35 anos de idade (inclusive), e residir, ou estudar, ou trabalhar, ou ainda desenvolver alguma atividade relevante no concelho de Almada.

O Concurso Jovens Talentos 2017 é composto pelas seguintes categorias:
– Almada, Cidade Educadora (prémio de 1200 euros)
– Almada Terra do Conhecimento (prémio de 600 euros)
– Almada, Terra das Artes e da Criatividade (prémio de 600 euros)
– Almada, Terra do Empreendedorismo (prémio de 600 euros)
– Almada, Terra do Bem-estar e do Desporto (prémio de 600 euros)
– Almada, Terra Solidária e das Oportunidades (prémio de 600 euros).

Nesta edição, seis candidaturas, independentemente da categoria em que se inserem, serão distinguidas com o Prémio Almada, Jovem Promessa (com o prémio de 300 euros cada).

Estão disponíveis até 15 de maio as Condições de Participação (pdf) e o Formulário de Candidatura em www.m-almada.pt/jovenstalentos

Got talent em Almada. Anda daí.

Nós aqui temos Jovens Talentos.

Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Feira Medieval Corroios

PROGRAMA DA III FEIRA MEDIEVAL CORROIOS. 4 a 7 maio.

aplaudimos

aqui anunciámos a Feira, mas faltava o Programa das Festas. Não queremos que te falte nada e por isso seguem os detalhes porque começa já amanhã e não queremos que falte pitada.

5ª Feira – 4 de maio 

14h30 – Abertura da feira
Das 14h30 às 16h00 – Visitas das escolas aos acampamentos de recriação histórica:
14h30 – Cetraria, uma arte nobre | Os gigantes da caça
15h30 – Treino de armas pelos nobres cavaleiros
15h00 – Cortejo musical
15h30 – Trupe de malabaristas
16h30 – Bufarinheiros
18h00 – Cortejo
19h00 – Os malabaristas mostram as suas artes – Palco Mestre d’Avis
20h00 – Hora da ceia pelas tabernas do mercado
21h30 – Apresentação dos cavaleiros e Cetraria de galanteio – Palco Carlos Paredes
22h00 – Os Seres da floresta
22h30 – As trapalhadas dos malabaristas
23h00 – Quadro de fogo – Palco Carlos Paredes
23h30 – Os Troveiros – Palco Mestre d’Avis
24h00 – Encerramento

6ª Feira – 5 de maio

14h30 – Abertura da feira
Das 14h30 às 16h – Visitas das escolas aos acampamentos de recriação histórica:
14h30 – A arte de bem cavalgar e treino de armas pelos Nobres cavaleiros
15h30 – Cetraria, uma arte nobre | Os gigantes da caça
16h00 – Bufarinheiros, medicina natural – Palco Mestre d’Avis
18h00 – Os trovadores e a bailarina
19h00 – Bailado dos Senhores da Corte – Palco Mestre d’Avis
20h00 – Hora da ceia pelas tabernas do mercado
21h00 – Trupe de malabaristas – Palco Mestre d’Avis
21h30 – Grande torneio pela vitória na Batalha dos Atoleiros – Palco Carlos Paredes
22h30 – Bailado dos Senhores da Corte – Palco Mestre d’Avis
23h00 – Os Seres da floresta
As tropelias dos malabaristas – Palco Mestre d’Avis
Trabucos e a sua música – Palco Carlos Paredes
23h30 – Quadro de fogo – Palco Carlos Paredes
24h00 – Encerramento

Sábado – 6 de maio

15h00 – Abertura da feira
Início das tarefas nos acampamentos
As Nobrérrícas deambulam
16h00 – Os trovadores e a bailarina
16h30 – Anyma, os leprosos
17h00 – Cortejo
Demonstração de armas – Palco Mestre d’Avis
18h00 – O contador de moedas
19h00 – Os malabaristas mostram as suas artes – Palco Mestre d’Avis
20h00 – Hora da ceia pelas tabernas do mercado
21h00 – Cetraria de galanteio – Palco Carlos Paredes
21h30 – Torneio pela vitória na Batalha de D. Nuno Álvares Pereira – Palco Carlos Paredes
22h30 – Bailado dos Senhores da Corte – Palco Mestre d’Avis
23h00 – Albaluna e a sua música – Palco Carlos Paredes
24h00 – Encerramento

Domingo – 7 de maio

12h00 – Abertura da feira
14h00 – Início das tarefas nos acampamentos
Trupe de malabaristas
15h00 – Isolda e a Gárgula
– Os trovadores e a bailarina
15h30 – O bobo e a boneca de trapos
16h00 – Cortejo
17h00 – Bailado dos Senhores da Corte – Palco Carlos Paredes
17h30 – Cetraria de galanteio – Palco Carlos Paredes
18h00 – Torneio em comemoração da retirada de D. João de Castela – Palco Carlos Paredes
19h00 – Os trovadores e a bailarina
20h00 – Hora da ceia pelas tabernas do mercado
21h00 – Bailado dos Senhores da Corte – Palco Mestre d’Avis
21h30 – Os seres da floresta
As tropelias dos malabaristas – Palco Mestre d’Avis
22h00 – Quadro de fogo – Palco Carlos Paredes
22h30 – Os trovadores e a sua música
24h00 – Encerramento

Não te esqueças, decorre o ano da graça de 1384. Veste-te a preceito.

FeiraMedievalCorroios

Nós aqui temos Feira Medieval.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Festas de Corroios

FESTAS DE CORROIOS JÁ TÊM CARTAZ. 18 e 27 agosto.

aplaudimos

É só em Agosto? É. Mas, aqui não se perde tempo para anunciar quem vem animar os palcos nas Festas de Corroios 2017. São 3 palcos e muitos artistas que vão atuar de 18 a 27 de agosto e há músicos para todos os gostos e feitios. Ora vejam:

Palco Carlos Paredes

Dia 18 – Capitão Fausto + Rua Direita [Vencedores do XXII FMM Corroios’2017]
Dia 19 – XXXIII Festival de Folclore de Corroios
Dia 20 – Carlos Leitão [Noite de Fados]
Dia 21 – Remember Revival Band
Dia 22 – Quim Barreiros
Dia 23 – Moonspell
Dia 24 – Diogo Piçarra
Dia 25 – The Gift
Dia 26 – Nelson Freitas
Dia 27 – GNR

Palco Liberdade

Dia 18 – Grupo de Sevilhanas Rocieras de Alcochete
Dia 19 – Grupo Coral Gerações – Algueirão
Dia 20 – SAHARA – Dance Studio
Dia 21 – Associação Grupo Coral e Instrumental “Ventos & Marés”; Grupo Coral e Instrumental; “Moinho de Maré”
Dia 22 – Johnny’s Band
Dia 23 – Grupo Coral Instrumental “Os Sempre Jovens”; Grupo Coral e Instrumental “Cantar é Viver”; Grupo Cavaquinhos “Os Rouxinóis”
Dia 24 – Professora Virgínia Gonçalves e suas Classes de Dança
Dia 25 – Grupo Nafisah – Danças Orientais; Grupo Sway – Danças de Salão; Grupo Hip Hop
Dia 26 – Noite Cultural do CCRAM
Dia 27 – Sevilhanas; Cavaquinhos e Concertinas; Grupo Coral “Os Rouxinóis”

Palco Arraial

Dia 18 – Duo Musical Ritmos
Dia 19 – Duo Musical H. C. Som
Dia 20 – Duo Musical Maravilha
Dia 21 – Trio Musical Clave
Dia 22 – Trio Musical Novo Ritmo
Dia 23 – Trio Musical Ipanema
Dia 24 – César Silva
Dia 25 – Trio Musical Ludgero
Dia 26 – Cátia Sofia
Dia 27 – Duo Musical Victor Ginja e Beto

E para já é isto, mas há medida que houver mais novidades, avisamos. Marquem já na agenda que as Festas de Corroios são dignas de parar tudo.

CartazFestasCorroios

Nós aqui temos Festas de Corroios.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

TheGuardianLSBb

THE GUARDIAN RECOMENDA PORTUGAL NO GERAL E A MARGEM SUL EM PARTICULAR.

aplaudimos

A TSF publicou um artigo do The Guardian que recomenda como “lado selvagem de Portugal” e não são locais turísticos. E não é que alguns deles são da margem sul? Bom, isto há-de ser como a Ana Moura ou a Sofia Escobar – primeiro são reconhecidos internacionalmente e só depois é que se dá valor. Que seja, nós aqui, não nos importamos. Assim, passemos a citar o artigo, no que se refere à margem sul.

“O artigo carrega nos elogios. “Longe dos empreendimentos turísticos na costa, Portugal é um lugar mágico onde o tempo não existe”, lê-se.

O jornal quer ver os turistas britânicos a entrar pelo país dentro. E tem sugestões: “para o norte e para o interior há montanhas selvagens e lagos cintilantes; Para o sul e oeste existem olivais empoeirados, praias secretas e cavernas escondidas; E em toda parte vai encontrar aldeias rústicas, grandes penedos, bosques mágicos e castelos nas colinas”.

O The Guardian avança com três propostas a partir dos três principais aeroportos no continente. A proposta é tentadora “descubra um país onde os pastores fazem pão, os aldeões fazem vinho, mel e azeite e a hospitalidade não acaba”. (…)

A segunda sugestão atira-se à “Costa Azul de Setúbal”. Começa-se no Portinho da Arrábida, visita-se a ilha de Pedra da Anixa e a caverna Lapa de Santa Margarida, passa-se também pela Quinta do Anjo e ainda se come qualquer coisa em Azeitão. A ida ao Cabo Espichel e à Praia da Baleeira também são recomendados. E depois é Setúbal. Choco frito, lambuza-se o jornal.

O artigo foi escrito por Edwina Pitcher, autora do livro Wild Guide Portugal, de onde estes roteiros foram retirados.

Nós aqui estamos no The Guardian.
Nós aqui temos isto.

Texto: TSF
Nota introdutória: Marlene Gaspar
Foto: Wild Guide Portugal / Direitos Reservados

FestivalLiberdadeLSBb

FESTIVAL LIBERDADE É GRATUITO E É NA MARGEM SUL. 16 e 17 junho.

aplaudimos

Ainda ontem aqui falamos dela e nunca é demais dedicar-lhe atenção. No outro dia ouvi de quem defendia afincadamente que nunca se é rico ou magro demais. Se quanto a estas tenho dúvidas, quanto à liberdade, não – nunca se é livre demais (a menos que estejam a falar das minhas filhas. Essas só terão liberdade aos 40 anos, 38 vá. Até lá vão andar aqui debaixo da saia da senhora sua mãe. Tenho dito!). Exageros à parte, em mês da liberdade é bom que saber que não se festeja só nesta data.

O Festival Liberdade é na margem sul. Mais propriamente em Setúbal. Ainda falta um bocadinho, mas nada como colocar na agenda. 16 e 17 de junho no Parque Urbano de Albarquel.

Xutos & Pontapés e Amor Electro são os cabeças de cartaz. Bezegol e Diogo Piçarra abrem a primeira noite do festival, na sexta-feira, que será encerrada pelos Amor Electro de Marisa Liz. No sábado, é a vez de Capicua e Supernova animarem o público numa noite que será fechada pelos Xutos & Pontapés.

E o bom disto tudo é que a entrada é gratuita. Vá contam-se pelos dedos de uma mão os que assim são, certo?

Nós aqui temos Festival Liberdade.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fonte: CM Jornal

25deabrilAlmadaLSBb

LIBERDADE PARA OUVIR CAMANÉ E THE GIFT

aplaudimos
aqui falámos de Liberdade e nunca é demais celebrá-la. Mantê-la. Querê-la e não contê-la. Liberdade é um valor maior. Ser livre é tão libertador que nos exige alguma responsabilidade pelas nossas escolhas, mas por mais que às vezes as opções não sejam fáceis, nada como saber que fomos nós que decidimos. Por isso podemos escolher como celebrar o 25 de abril. A não fazer nada, a tratar de cenas, a contar carneiros, ou então a assistir a bons concertos e que valem a pena. Mas a escolha é vossa, é tua. Nós aqui tomamos a liberdade de te apresentar o programa de Almada, que como sabemos, não deixa e bem, passar a data em branco.
A Praça da Liberdade (localização óbvia e apropriada) na noite de 24 de abril liberta o fado do extraordinário Camané, fogo-de-artifício e o concerto dos fabulosos The Gift. The Gift, ou “o presente”, porque há por aqui quem nos segue que fique muito ofendido com designações em inglês! Não queremos nada disso. Não queremos ninguém ofendido por escolhas nossas. Não gostam? Eu respeito. Mas respeitem a liberdade que tivemos na escolha. Nós aqui, gostamos de “Lisbon South Bay blog”, nós aqui escolhemos isto.
Faz-me lembrar episódios antes das minha filha mais velha nascer, onde também ouvi algumas opiniões menos entusiásticas relativas à nossa escolha do nome para a pequena. Respetei. Mudámos a nossa decisão por causa disso? Não. Mas, por “causa das tosses”, a segunda filha teve 3 dias no hospital sem nome. Agora estou a brincar, teve mesmo 3 dias no hospital a ser chamada de princesa, mas não “por causa das tosses”, mas pela dificuldade dos pais em chegar a um consenso.
Parentesis à parte, quando leio alguns comentários, alguns ofensivos (até à minha pessoa!) só porque se usa uma designação em inglês na designação do blog, e que fundamentei aqui o motivo, parece que se trouxe o mal ao mundo, neste caso à margem sul! Acho que o trabalho feito até agora, mostra precisamente o contrário. Goste-se ou não do nome. Mas, têm toda a liberdade de gostar ou não, de opinar ou não. Se a escolha for ofender, aí já estou fora. Mas vamos ao programa das festas do 25 de abril, que foi essa a razão que aqui me trouxe hoje.

Programa das Festas  

Um concurso que pretende valorizar a música de intervenção e o seu papel histórico na luta pela Liberdade, mas também homenagear todos os que se bateram pela Democracia em Portugal.
Local Fórum Municipal Romeu Correia – Auditório Fernando Lopes-Graça, Almada
Músicas de Abril na voz de Nuno Ramos, acompanhado por Luís Borralho e Diogo Santana. Um evento intimista e acolhedor para recordar os grandes temas que marcaram a história.
Local Auditório Costa da Caparica
Preço 5 €
Não é fácil falar de José Afonso quando uma das suas armas era a palavra. Todas são pequenas para tamanha obra. Faz 30 primaveras que só ficou a obra, a força da palavra, a melodia pura e bela e a saudade. Obrigado Zeca!
Local Fórum Municipal Romeu Correia – Auditório Fernando Lopes-Graça, Almada
 
Dois nomes fortes da música portuguesa vão estar em Almada para celebrar a Liberdade.  Camané apresenta-nos o seu novo trabalho – Infinito Presente, acompanhado por José Manuel Neto na guitarra portuguesa, Carlos Manuel Proença na viola e Paulo Paz no contrabaixo.
Depois do espetáculo de fogo-de-artifício, à meia-noite, sobem ao palco os The Gift, para dar a conhecer Altar, produzido pelo icónico Brian Eno e misturado por Flood, e que convida o público a dançar e a vibrar.

Local Praça da Liberdade, Almada

Desfile do 25 de Abril – 25 de abril 2017 – 9h

No âmbito das comemorações do 25 de abril realizam-se a cerimónia e o desfile popular promovidos pelas Freguesias e Movimento Associativo junto à estátua aos Perseguidos na Praça do MFA, com intervenções e deposição de coroas de flores junto à estátua aos Perseguidos. Segue-se um programa de animação para todos, a partir das 11h, na Praça S. João Baptista, em Almada.
Local Praça do MFA e Praça S. João Baptista, Almada

Vozes da Liberdade – 21 de abril a 7 de maio 2017
A sonoridade da liberdade constrói-se como base de um discurso expositivo através de multimédia, expressão plástica/pintura, testemunhos, instalações, performances, música, fotografia, cartazes (…) através do olhar dos alunos e em homenagem ao 25 de Abril de 1974
Local: Oficina de Cultura, Almada

Atividades nas Bibliotecas Municipais – Durante todo o mês de abril de 2017
Local: Biblioteca Municipal Central, Almada
Biblioteca Municipal José Saramago, Feijó
Biblioteca Municipal Maria Lamas, Caparica
Nós aqui temos Liberdade.
Nós aqui temos isto.
Texto: Marlene Gaspar
Fonte: CMA
lego

“LEGOLAND” VAI SER NA MARGEM SUL. 20 e 28 de maio.

aplaudimos

Atenção, atenção. Fãs de Lego, o mega evento da marca Lego vai ser em Setúbal. É já entre 20 e 28 de Maio o Setúbal Fan Event for Lego Lovers, no Cais 3 do Porto.

Estamos a falar de milhões de peças, mais precisamente 5. 5 milhões de peças numa em 1 600 metros quadrados. Esculturas, construções gigantes e até uma piscina feita com peças Lego são algumas das obras de arte que poderá encontrar no evento.

Vão ser cidades nesta cidade feitas com as famosas peças de encaixe coloridas, que vão estar numa zona de brincadeira. Mas não precisas ficar só vê-las a passar. Vão haver espaços de venda de peças e “sets” da marca para te estoirares e montar peças como se não houvesse amanhã.

E como estamos a sair da Páscoa, deixo-vos com esta que adorei:

biblia_em_lego

Horário:

# sábados das 10h às 23h;
# dias 21 e 25 (domingo a quinta-feira) das 10h0 às 22h
# dia 28 (domingo), das 10h às 20h.

De que é que estás à espera?

Nós aqui temos exposição de Legos.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar