PresidentesCamaraMargemSul

NOVOS INVESTIMENTOS NA MARGEM SUL

gostamos 1

Hoje abrimos com um registo mais sério, porque a escrita não é nossa. Partilhamos a notícia do Jornal de Negócios em que informa que o Governo vai investir naquilo que um outro governo um dia disse não ser um “deserto”. Ora vejam.

“Governo abre a porta a investimentos na margem Sul 

Os autarcas de Almada, Barreiro e Seixal reuniram há cerca de duas semanas com o primeiro-ministro António Costa e os ministros do Mar, Infra-estruturas e Ambiente sobre o avanço de projectos que consideram estruturantes nos antigos terrenos da Lisnave, Quimiparque e Siderurgia Nacional. Investimentos como a Cidade da Água na Margueira (Almada), o novo terminal de contentores do Barreiro ou a instalação de novas indústrias no Seixal dependem ainda de questões administrativas, decisões políticas e resolução de passivos ambientais.

Ao Negócios, Carlos Humberto, presidente da Câmara do Barreiro, sublinhou que esta primeira reunião com o primeiro-ministro foi “um bom sinal”. De António Costa, os autarcas obtiveram garantias do empenho do Governo para concretizar os projectos, promovidos agora sob a marca Lisbon South Bay pela Baía do Tejo, empresa do universo Parpública. O Executivo, adiantou Carlos Humberto, considera o projecto “de interesse nacional”, entende que “deve ser visto como um todo” e reconhece a sua importância “como dinamizador regional”.

Impulso em 2017

Os três autarcas têm reclamado maior celeridade, até por estarem em causa investimentos que, no total, podem ultrapassar os 1,7 mil milhões de euros na região e para os quais já há interessados. As razões para a demora diferem em cada um dos concelhos.

No caso de Almada, o projecto Cidade da Água, nos terrenos da antiga Lisnave, está aprovado desde 2009 e representará um investimento da ordem dos 1,2  mil milhões de euros. Três investidores – um americano, um chinês e um britânico – já fizeram mesmo chegar cartas de intenção à Baía do Tejo. No entanto, problemas administrativos, designadamente quanto à titularidade dos terrenos, que está há três anos por resolver, têm atrasado o processo. Ao Negócios, Joaquim Judas, presidente da Câmara de Almada, adiantou que  já haverá “acordo de princípio para passar para a Baía do Tejo até ao final deste ano”. Depois deste passo, faltará apenas definir o modelo e lançar o concurso, o que acredita que acontecerá em 2017.

No Barreiro, Carlos Humberto também espera que sejam dados passos no próximo ano relativamente ao novo terminal de contentores. A ministra do Mar tem feito depender o projecto da conclusão dos estudos que viabilizem a infra-estrutura, assim como da existência de investidores interessados. Neste momento, falta que a Administração do Porto de Lisboa (APL) entregue os estudos à Agência Portuguesa do Ambiente para esta se pronuncie.

Além da Maersk, à autarquia e à APL já chegaram outras manifestações de interesse no projecto, que exigirá um investimento da ordem dos 500 milhões, mas “pode arrastar mais”, frisa o autarca. O terminal, que será instalado em terrenos conquistados ao rio, funcionará como investimento âncora para que outras empresas se possam instalar nos 300 hectares de terreno da Baía do Tejo na antiga CUF. “Apenas falta a decisão política suportada no estudo de impacto ambiental”, sublinha Carlos Humberto, para quem “no primeiro semestre de 2017 podia ser tomada a decisão”.

No Seixal, o grande problema é a descontaminação. Joaquim Santos, presidente da autarquia, diz que são precisos 50 milhões de euros para resolver o passivo ambiental em terra (mais 40 milhões na água). “Já foram executados 13 milhões e em 2017 serão mais seis – faltam 30 milhões”, afirma, sublinhando que “ainda não se chegou a metade do caminho”. O responsável revelou ainda que da parte do Ministério do Ambiente “há disponibilidade para avançar com mais candidaturas a fundos europeus” para resolver o problema, em que a comparticipação nacional é de 15%. O autarca garante que há interessados nacionais, na área da logística e indústria, na zona que já está descontaminada.

INVESTIMENTOS

Autarcas querem decisões

São 900 hectares disponíveis na margem sul do Tejo para projectos urbanísticos, logísticos e industriais.

Cidade da água na antiga Lisnave
Nos 53 hectares de terreno que serviram para a construção e reparação naval está prevista a construção do grande projecto urbanístico Cidade da Água. Serão 630 mil metros quadrados de área bruta de construção, destinada a habitação, empresas, comércio, hotéis e espaços de cultura e de conhecimento. Contará ainda com uma marina e um terminal de transporte multimodal.  O grupo que ganhar o concurso ficará obrigado a cumprir o projecto, o qual foi aprovado e publicado em 2009.

Barreiro quer novo terminal
O Barreiro espera que a decisão política quanto à construção de um novo terminal de contentores, iniciativa lançada pelo anterior Governo, avance. No parque empresarial que a Baía do Tejo tem no Barreiro, com 287 hectares, estão actualmente instaladas cerca de 200 empresas, mas outras já terão mostrado interesse em expandir-se ali caso seja construído o terminal.

Seixal preparado para Indústria
Dos territórios promovidos no âmbito do Lisbon South Bay,  o Seixal é o mais preparado para a indústria pesada. Os 400 hectares da antiga Siderurgia disponíveis não estão ainda descontaminados na totalidade e, só para os solos, serão necessários 50 milhões de euros.  Indústria, logística e serviços são as principais vocações desta área. Já há contactos com um empresa portuguesa para investir no território, na zona que já foi alvo de descontaminação. O autarca do Seixal garante que há outros interessados. ”

Maria João Babo
Jornal de Negócios

Nós aqui temos investimento.

Nós aqui temos isto.

Fotografia: Miguel Baltazar

recrutamentoautoeuropa

AUTOEUROPA VAI CONTRATAR MAIS DE 1000 TRABALHADORES

precisamos 2

E as boas notícias na nossa região não param de surpreender. E ainda bem. Adorámos ler este artigo no DN e queremos partilhá-lo convosco, que gostam tanto como nós de saber que há mais emprego na região.

“Fábrica de Palmela vai produzir novo modelo da Volkswagen

A Autoeuropa vai contratar entre 1100 e 1200 trabalhadores até janeiro de 2018 para produzir um novo modelo automóvel da Volkswagen, confirmou hoje António Chora, o porta-voz da comissão de trabalhadores, à TSF.

“Não posso adiantar muito sobre o novo modelo porque ainda está no segredo dos deuses, de qualquer maneira sabemos que será um modelo de grande volume e daí a necessidade de fazer novas contratações”, revelou António Chora à rádio.

Segundo o responsável, a administração revelou em reunião esta sexta-feira que é necessário fazer contratações a partir de meados do próximo ano. O novo modelo deverá começar a ser produzido em agosto de 2017 e a previsão é de que em janeiro ou fevereiro de 2018 estejam a trabalhar na fábrica mais de um milhar de novos funcionários.”

Texto: DN
Imagem: PME Magazine

Nós aqui, temos mais emprego.
Nós aqui, temos isto.

Fotopositiva

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA POSITIVA GRATUITO EM CACILHAS. 28 OUTUBRO.

gostamos 1

Conheci o Mário Nabais há muito pouco tempo, mas rapidamente me contagiou e entusiasmou a sua paixão pela fotografia e principalmente pela fotografia positiva. Como o próprio refere “a fotografia tem o poder de ser mensagem, de fomentar a mudança, de ser expressão artística. Cada um de nós pode transmitir através da imagem um pensamento, um sentimento, uma perspetiva sobre o que nos rodeia.” então porque não fazê-lo mostrando o lado bom? O lado positivo?

Por isso, o Mário vai ser o responsável pelo UOP- Workshop de Fotografia Positiva. Este workshop pretende aliar o poder da fotografia ao poder do pensamento positivo.

UMOLHARPROSPERO

Fotografia: Mário Nabais

Nós aqui, não podiamos estar mais de acordo. Se energia positiva atrai energia positiva, porque não usar todas os meios e técnicas para atingir esse fim?Por isso achamos tão interessante este workshop, onde além de se aprenderem técnicas de fotografia os participantes vão também desenvolver  uma visão otimista de si próprias e da comunidade de Almada explorando todo o potencial desta cidade com um Olhar Próspero.

O objetivo é que registem os eventos, as evoluções que vão acontecendo na rotina da comunidade de Almada, e sobretudo a forma como as vão vendo e as vão vivenciando. No fim da formação, os participantes poderão expor os seus trabalhos de fotografia positiva nas Casas Municipais da Juventude.

Duração da formação: 21horas
Horários:
Introdução a Fotografia
# 28 de outubro das 18h às 21h (Teoria)
# 29 de outubro das 15h às 18h (Prática)

Fotografia Positiva
# 04 de novembro das 18h às 21h (Teoria)
# 05 de novembro das 15h às 18h (Prática)
# 12 de novembro das 15h às 18h (Prática)
# 19 de novembro das 15h às 18h (Prática)

Exposição Final (montagem e inauguração)
# Montagem 25 de novembro das 18h às 21h
# Inauguração 26 de novembro das 10h às 13h

Para o preenchimento das vagas e constituição da lista de espera, serão estabelecidas as seguintes prioridades no acesso:
Jovem, dos 16 aos 35 anos, residente, estudante ou trabalhador no concelho de Almada;
Jovem, dos 16 aos 30 anos, que não resida, estude ou trabalhe no concelho de Almada;

O UOP é uma formação gratuita e pode inscrever-se aqui até ao dia 27 de outubro.

Nós aqui temos workshop de fotografia gratuito.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Mário Nabais

vagasemprego

RECRUTAMENTO NO FREEPORT. 22 OUTUBRO.

precisamos 2

O Freeport está a contratar para diversas funções. São 60 vagas para mais de 30 lojas. Esta ação de recrutamento vai acontecer já no próximo sábado, dia 22h, às 9:30h. O preenchimento das 60 vagas é para ser imediato.

A edição do Freeport Job Fair decorre no Centro de Congressos do Freeport, onde 30 marcas estarão presentes para realizar entrevistas de emprego com candidatos para áreas como:

# Area Manager,
# Store Manager,
# Assistant Store Manager,
# Sales Assistant e
# Visual Merchandiser.

Faz a pré inscrição, enviando o CV com foto para freeport-jobfair@hays.pt. Descarrega aqui o formulário de candidatura, que deverás preencher e trazer no dia 22.

No dia 22 de Outubro o check in é feito entre as 9h30 e as 12h00 no Centro de Congressos do Freeport. É obrigatório trazer impresso o CV com foto + Documento de Identificação (a não entrega destes elementos implica exclusão na participação).

  • 09h30 -> 12h00 -> Check-In
  • 10h30 -> 14h00 -> Avaliação
  • 15h00 -> 18h00 -> Entrevistas com as marcas
FIRST JOB - 2012, FEUP; FOTO: FILIPE PAIVA

FIRST JOB – 2012, FEUP; FOTO: FILIPE PAIVA

Se procuras uma oportunidade como esta, aparece.

Boa sorte.

Nós aqui temos vagas de emprego.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Autometal

Halloween By night

O HALLOWEEN COMEÇA MAIS CEDO NO SEIXAL. 14 DE OUTUBRO.

lemos
A Biblioteca Municipal do Seixal prepara uma iniciativa de celebração do Halloween desse dia para os  jovens entre os 13 e os 18 anos. O que é que se vai passar, perguntam vocês curiosos e cheios de razão? Muita coisa – atividades recreativas e culturais concebidas dentro do imaginário de criaturas inventadas e histórias fantásticas, promovendo o contacto com os livros e a leitura.
Hallowwen na Biblioteca

Serão na Biblioteca – Halloween

E o melhor de tudo é que isto vai ser Seixal By Bightum serão na Biblioteca entre as 21 e as 24 horas no dia 14 de outubro e participar não custa nada, porque é grátis. Mas calma, não basta aparecer! Têm só de se inscrever até dia 13 de outubro, através do telefone 210 976 100 ou deste email para não ser uma bandalheira nem virar uma “caça às bruxas”.
O Halloween por estas bandas começa mais cedo e nós aqui temos a oportunidade de participar. Vais ficar fora desta?
Nós aqui temos serão na biblioteca.
Nós aqui temos isto.
Texto: Marlene Gaspar
Fotografias: Leituras doces
ng7669479

MELLO SAÚDE INVESTE 15 MILHÕES EM NOVA CLÍNICA EM ALMADA

precisamos 2

Mais uma notícia que lemos no #DN e que aqui partilhamos sobre um nova clínica em Almada que para além de mais opções nos cuidados de saúde vai permitir a criação de mais postos de trabalho. Ora leiam.

Grupo comprou edifício do Instituto de Cardiologia Preventiva e vai contratar 150 profissionais para abrir unidade até ao fim do ano. Investimento em 2016 próximo dos 250 milhões

Novos hospitais CUF Viseu e Tejo (Alcântara), expansão das Descobertas (Parque das Nações), Cascais e Torres Vedras, nova clínica em São João da Madeira e agora mais uma a nascer em Almada. Só neste ano, entre a abertura e o melhoramento de unidades de saúde, o investimento do grupo José de Mello já está próximo dos 250 milhões de euros. A mais recente, que será anunciada nesta semana, é uma nova clínica CUF em Almada, que implicará a contratação de mais de 150 profissionais – entre médicos, enfermeiros, auxiliares, técnicos e administrativos – e resulta de um investimento de 15 milhões de euros.

A chegada da CUF a Almada “demonstra a vontade da José de Mello Saúde de prosseguir com a sua estratégia de desenvolvimento, que tem como objetivo estar cada vez mais próxima das populações”, explicou ao DN o presidente do grupo, Salvador de Mello. O objetivo assumido é o de “facilitar o acesso a cuidados de saúde de excelência assentes numa rede com uma experiência de mais de 70 anos”, acrescenta o empresário.

Bloco operatório chega em 2017

Para instalar a nova clínica, a José de Mello Saúde comprou o edifício do antigo Instituto de Cardiologia Preventiva de Almada, no Monte de Caparica. A CUF Almada “será dotada da mais moderna tecnologia para diagnóstico e tratamento” e irá funcionar em estreita articulação com o Hospital CUF Infante Santo, em Lisboa. Com uma área clínica de 4200 metros quadrados e cem lugares de estacionamento, contará com uma oferta alargada em regime de ambulatório e consultas de todas as especialidades médicas e cirúrgicas (incluindo medicina geral e familiar, oftalmologia, ortopedia, dermatologia, otorrinolaringologia, pediatria, ginecologia-obstetrícia, urologia), exames complementares de diagnóstico, atendimento permanente de adultos e de crianças das 08.00 às 24.00.

No próximo ano, além da abertura do bloco operatório, até junho, a clínica prevê abrir unidades de imagiologia (ressonância magnética, mamografia, TAC, ecografia, RX) e exames especiais (gastrenterologia, ginecologia e urologia).

Notícia: DN 3/10/2016
Fotografia: DN
Texto: Joana Petiz

Screen Shot 2016-09-14 at 15.25.16

CORTE E COSTURA É NO SEIXAL. EPISÓDIO 2

APLAUDIMOS

A Marlene fez uma bainha e eu também queria. Confesso que a culpada de lá ir foi ela, mas também queria experimentar.

Sabia um bocadinho mais de costura do que a Marlene já que quando era miúda, tive a minha primeira Singer, a tão linda e maravilhosa máquina de costura que me ajudava a fazer bainhas a apertar calças (a moda da altura dá-nos a volta a cabeça). Perdi a conta ao número de calças que arranjei, mas voltar a entrar no “mundo” das máquinas não estava nos meus planos. A verdade é que entrei, pé ante pé, e a simpatia da Maria João, para além de contagiante, fez-me sentir confortável num Mundo longe de ser o meu.

Quando entrei a Maria João fez-me a pergunta chave: Sabes coser? NÃO, nem um botão (que vergonha, se tivesse ali um buraco tinha-me enfiado, mas é a mais pura das verdades, sempre que há um botão para coser, seja ele de onde for, acaba sempre na casa da Mãe).

Mas já tive um máquina de coser! Digo eu orgulhosa da minha pequena Singer.

Eis que a Maria João lança o desafio. O que queres fazer? E eu claro, que penso sempre em grande e não me ia satisfazer com uma bainha já que fiz muita, mesmo que todas tortas e mal feitas, disse-lhe logo que queria fazer um “necessaire”. Sabem aquela sensação de que te mandaste nitidamente para fora de pé? Sem boias ou braçadeiras? Pronto, era para aí que eu estava a nadar…

Claro que depois do desafio lançado a Maria João arregaçou as mangas, e começaram as dificuldades, as minhas claro.

Que tecido utilizar? Que forro utilizar? Que cor de fecho… ui tanta coisa ao mesmo tempo, mas tínhamos que começar, o tempo estava a passar e o meu necessaire ainda estava enrolado num rolo de tecido.

Comecei por escolher o tecido, o forro, a cor do fecho e voilá, chegou a hora de meter as mãos à obra.

Corta molde, corta outro molde, passa a ferro, e é hora de nos sentarmos na máquina. No início a Maria João teve que me relembrar os princípios básicos de utilização, é quase como andar de bicicleta, nunca nos esquecemos, mas com o passar dos anos e a evolução das máquinas há sempres pequenos grandes pormenores que nos ajudar a que a nossa experiência seja sempre melhor.

O meu necessaire estava a ficar com forma, linha para a frente, linha para trás, corta, dá a volta, costura o fecho (diiiiifiiiiiiciiiillllllllll), fecha os cantos e por último cose o forro e vira o tecido. BESTIAL. Estava pronto. Claro que no meio de tanta conversa um necessaire que devia ter ficado pronto de 2h demorou 4h, mas falar é saudável, aliás é muito saudável e a Maria João puxa por nós.

E voilá, o meu necessaire.

E voilá, o meu necessaire.

Podia contar aqui muitos mais pormenores, poder podia, mas não era a mesma coisa, já que esta experiência deve ser vivida por todos aqueles que acham que não percebem nada de costura, tal como eu.

Hoje não saio de casa sem o meu necessaire, é ótimo para ter sempre arrumadas as minhas coisas dentro da mala sport billy, já para não falar que é a solução mais rápida para trocar de mala de manhã antes de sair de casa para o trabalho. Dá uma “jeitaça” e é gira que se farta J

Obrigada Maria João adorei as horas que tive no atelier, e obrigada por me ajudares com os tecidos, já que num mundo tão vasto acabamos sempre por nos perder J

Atelier Maria Pimpolha
Avenida Principal n.70, 1 andar, Casal do Marco – Seixal

Maria João Albuquerque
964831067
ateliermariapimpolha@gmail.com

Nós aqui fizemos um necessaire.
Nós aqui temos Corte e Costura.
Nós aqui temos isto.

manuais escolares

EM ALMADA HÁ MATERIAL ESCOLAR GRATUITO PARA TODOS…

APLAUDIMOS

…os alunos do primeiro ciclo e ainda manuais escolares e livros de fichas para os do 2º ciclo. O Ministério da Educação este ano decidiu que os livros escolares para os alunos do primeiro ciclo são gratuitos, o que é uma grande ajuda para as famílias, pois o regresso às aulas acaba por representar uma enorme fatia do orçamento familiar nesta altura do ano. Mas, há quem vá ainda mais longe e faça ainda mais na sua autarquia.

É o caso da Câmara Municipal de Almada a quem desde já agradecemos esta iniciativa. De 10 a 14 de setembro esta autarquia vai distribuir a Pasta Escolar.
Aos alunos do 1.º ano, a quem o Ministério da Educação cede este ano os manuais escolares, a autarquia dá uma mochila recheada com material didático (cadernos, lápis, dossiê, etc.).
Aos alunos do 2.º ano oferece os manuais escolares e respetivos livros de fichas adotados por cada Agrupamento, que estejam a frequentar o Ensino Básico da rede pública, no Concelho.

Uau! Além da excelente iniciativa, nós aqui achamos um ótimo exemplo para as demais, pois como dizia Nelson Mandela: “a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.

livros escolares

A entrega da Pasta Escolar está a decorrer de 10 a 14 de setembro nos dias e horários abaixo indicados, de acordo com o ano de escolaridade, nomeadamente:
Alunos do 1º Ano de Escolaridade

Dias de Entrega Horários
10 de Setembro (Sábado) Das 09h30m às 20h00
12 de Setembro (Segunda-feira) Das 09h30m às 20h00
14 de Setembro (Quarta-feira) Das 09h30m às 20h00
Alunos do 2º Ano de Escolaridade

Dias de Entrega Horários
11 de Setembro (Domingo) Das 09h30m às 20h00
13 de Setembro (Terça-feira) Das 09h30m às 20h00
14 de Setembro (Quarta-feira) Das 09h30m às 20h00
Não encerra no período de almoço.

Informação a ter em conta:
– As famílias deverão fazer-se acompanhar do documento de identificação do aluno e dos Pais ou Encarregado de Educação;
– O Encarregado de Educação poderá autorizar outra pessoa a levantar a pasta escolar do seu educando.
Para o efeito, deverá preencher a declaração em pdf abaixo devendo esta ser acompanhada de fotocópia do seu documento de identificação e do seu educando ou da apresentação dos documentos em causa.
A pessoa autorizada terá também que fazer-se acompanhar de documento de identificação.
– A entrega da Pasta Escolar às famílias é feita por ordem de chegada, não procedendo os serviços a reservas;

Declaração – Entrega Pasta Escolar (pdf)
Nota: Sem a apresentação dos documentos acima referidos não será entregue a Pasta Escolar.

Local de entrega:

A entrega irá ocorrer no Complexo Municipal dos Desportos – Cidade de Almada – Feijó.

Localização
Alameda Guerra Junqueiro
2810-071 Feijó

Acessibilidades ao local:

– Autocarros;
– Metro Sul do Tejo;
– Parque de Estacionamento.

Mais informações:

Atendimento Municipal – 212 724 040 / 800 20 67 70

Departamento de Educação e Juventude – Divisão de Educação – 212 724 700

Parabéns pela ideia e um excelente 2016/2017 para todos.

Nós aqui temos Livros e Material Escolar.
Nós aqui temos isto.

Fonte: CMA

Texto: Marlene Gaspar

Fotografia: contasconnosco | pplware

Maria Pimpolha Atelier

CORTE E COSTURA É NO SEIXAL.

APLAUDIMOS
Se há coisa para a qual nunca tive jeitinho nenhum, foi para a costura. O verdadeiro corte e costura, como arte, sempre me passou ao lado, o “outro”, com a idade e para minha felicidade, passa-me cada vez mais.

Mas, conhecer a Maria João, a proprietária do atelier de costura Maria Pimpolha fez-me querer experimentar. A Maria João e eu temos um percurso e opções profissionais com algumas semelhanças e vê-la apresentar de forma apaixonada o seu negócio “obrigou-me” a não negar uma “ciência que desconhecia” – a costura.

Estão a ver as modistas que faziam-nos as roupas à nossa medida e/ou os espaços tradicionais onde se fazem arranjos? O atelier Maria Pimpolha não tem nada a ver. É um espaço moderno, dedicado a workshops e aulas na área da costura e outras manualidades, como Corte, Costura e Modelagem, Costura Criativa, Roupa de criança e Enxoval do bebé.

Fiquei logo surpreendida pelo espaço moderno e acolhedor. As máquinas de costura, as “rainhas do pedaço” e até têm um ar tranquilo! Ao conversarmos com a Maria João, somos imediatamente contagiadas com a sua paixão. Começa por mostrar-nos a máquina que era do avô, de 1962! É a grande responsável pela abertura daquele espaço. Esta herança de família foi recuperada por ela e foi nela que a empresária começou a fazer o seu corte e costura.

máquinas costura

A “velha” e a “nova” máquina de costura

Dali à abertura do atelier foi um passo. E a margem sul, mais precisamente no Casal do Marco, ficaram a ganhar com esta espaço. Sim, porque o espaço também é uma Academia Burda, a primeira a abrir aqui, na margem sul, que usa este método.
O atelier estava uma animação. Uma aluna orientada pela Verónica, saiu naquele dia com uma saia feita por ela, pronta a estrear. Eu lancei-me a uma bainha numas calças que não viam a luz do dia há alguns tempos. Ok, aqui parem todas as pessoas que sabem coser e que estão a pensar – qual a dificuldade de fazer uma bainha? Sim, há pessoas que não têm a mínima noção de como se faz e conseguir fazê-lo é tão gratificante como criar e fazer um vestido…de casamento. Ok?
A medos comecei por fazer os exercícios básicos e não sendo uma prova superada de imediato, fui-me rendendo ao prazer de costurar. Diverti-me. E é incrível a boa sensação de conseguir fazer. Colocarmo-nos à prova, sairmos da nossa zona de conforto é algo extremamente prazeroso. Como diz Scheila F. Scisloski ‘o amor é uma costureira habilidosa. Vai costurando possibilidades onde não havia.’

Corte e Costura Atelier

Atelier Maria Pimpolha em atividade

Não virei costureira de um dia para o outro, mas usar umas calças com uma bainha feita por mim (ainda que não seja a linha mais direita que já se viu) sabe “muuuito” bem. Como dizia a elegantérrima Coco Chanel: qualquer coisa é bela se vista de uma forma diferente. E eu, precisei experimentar para ter essa visão.
Foi uma manhã muito divertida e que me colocou cheia de vontade de fazer mais. E há muito por onde. Aqui encontramos aulas livres, workshops na área da costura ou tricot, crochet, patchwork e bordados. Há ainda os workshops partilhados entre Mães – “Costura para Miúdos e Graúdos” e fiquei mega fã da ideia inovadora e surpreendente – festas de aniversário. Quer fazer uma festa de aniversário diferente para crianças dos 5 aos 12 anos? Vá ao Atelier Maria Pimpolha e pergunte-lhe como. As “Festas de Costura” contam com o acompanhamento de uma monitora e as crianças desenvolvem pequenos projetos de costura criativa.
Também há aulas de Costura criativa para Teens, aulas de costura criativa, confecção simples e iniciação à máquina de costura para crianças a partir dos 10 anos. Nestas aulas começam por desenvolver pequenos projetos de costura, que vão desde a costura criativa até mesmo à confecção de simples peças de vestuário, como calções e tops. E, nós, os graúdos, também temos direito, a cursos de iniciação e aulas livres de Corte. Costura e Modelagem.
Além destes, o Curso de Corte e Costura, segundo o método da Burda, com uma professora certificada inicia já a 24 de setembro já com datas marcadas até janeiro de 2017.
Saiba tudo em:
Avenida Principal n.70, 1 andar, Casal do Marco – Seixal
Maria João Albuquerque
964831067
ateliermariapimpolha@gmail.com

Obrigada Maria João e Verónica por toda a vossa incansável paciência e motivação.

P.S. A Catarina também se lançou no desafio, e com mais jeito, já criou algo digno de registo. Ela vai contar-vos tudo, neste blog, perto de si.

Nós aqui temos Corte e Costura.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Lisbon South Bay blog