CaminhadaCancro

CAMINHADA SOLIDÁRIA CONTRA O CANCRO DA MAMA NO SEIXAL. 13 outubro. Por Marlene Gaspar

APOIAMOS 1

É já no próximo domingo que se realiza a Caminhada Solidária Contra o Cancro no Seixal. É um evento a não perderes, porque à medida que vais trabalhando o corpinho estás a apoiar esta causa.

Não arranjes desculpas e põe o corpito a mexer que ele bem precisa (sim, não te iludas) e a Liga contra o cancro também.

A partida é às 9:30h na Companhia de Laníficios da Arrentela, passará pela Avenida da República e Praça 1º de Maio.

Se te inscreveres antes são só 6 lacinhos, se for no próprio dia (e não seja por isso que não vais) são 10 lacinhos (inclui t-shirt, saco-mochila, água e snack).

Podes saber mais em delegacaoseixal@ligacontraocancro.pt, telm. 910 492 657.

caminhadasolidario

Se alguma empresa também quiser apoiar/patrocinar a causa, é muito bem-vinda.

Nós aqui temos a caminhada do Seixal.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Festas Corroios

FESTAS DE CORROIOS ESTÃO QUASE AÍ. Por Marlene Gaspar

gostamos

Ninguém pára o Benfica, nem as festas de verão (piada fácil e que espero poder continuar a usar, mas na dúvida, gasta-se já este crédito!). As badaladas e famosas festas de Corroios já entraram em contagem decrescente e cá estou eu para vos anunciar quem vem animar o pedaço, para além de todos vocês que vão lá dar também o ar da vossa graça.

Eu sou fã de festivais, como já vos contei aqui, como sou muito fã de um bom bailarico. Daqueles que tem tudo a que se tem direito – música, comes e bebes (muito importante), animação, noites de verão. Eu sou assim, gosto de rua, de festa.

As Festas Populares de Corroios decorrem, de 23 de agosto a 1 de setembro, no Parque Urbano da Quinta da Marialva. É uma semana para “rebentar famílias” (no bom sentido da coisa) e há música para todos os gosto. Vamos ter o Berg, o Bonga, o António Zambujo, a Ana Bacalhau, a Ana Moura e o Pedro Abrunhosa. Mas há mais. Há muito mais e como eu não quero que vos falte nada, deixo-vos aqui o programa.

Programa

23 de agosto, sexta-feira

21 horas
Duo Musical Ritmos
Palco Arraial

Companhia XPTO
Grupo de Concertinas Primeira Forma (Grupo Desportivo e Cultural  Águias de Vale de Milhaços)
Palco Liberdade

22 horas
Bizarra Locomotiva + O Incrível Homem Bomba (vencedores do XXIV Festival de Música Moderna Corroios 2019)

São muitos os nomes grandes da música nacional que vão passar pelo palco Carlos Paredes, mas a programação inclui ainda várias atuações, espetáculos de folclore e bailes nos palcos secundários, por onde vão também passar grupos do movimento associativo popular da freguesia.
Palco Carlos Paredes

24 de agosto, sábado

21 horas
Duo Musical Ludgero
Palco Arraial

Escola de Instrumentos (Centro Cultural e Recreativo do Alto do Moinho)
Palco Liberdade

22 horas
XXXV Festival de Folclore de Corroios
Palco Carlos Paredes

25 de agosto, domingo

21 horas
Duo Musical Toy e Victor
Palco Arraial

Sahara Dance (Estúdio de Dança)
Palco Liberdade

22 horas
Estrada de Santiago
Palco Carlos Paredes

26 de agosto, segunda-feira

21 horas
Duo Musical A. Marques e Carlos Bastos
Palco Arraial

Grupo Coral e Instrumental Moinho de Maré
Grupo Coral e Instrumental Ventos e Marés

Palco Liberdade

22 horas
Berg
Palco Carlos Paredes

27 de agosto, terça-feira

21 horas
Trio Musical A Clave
Palco Arraial

Horas Vagas 
Palco Liberdade

22 horas
ÀVariações – Tributo a António Variações
Palco Carlos Paredes

28 de agosto, quarta-feira

21 horas
Trio Musical Maravilha
Palco Arraial

Grupo Coral e Instrumental Os Sempre Jovens (Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Corroios)
Grupo Coral e Instrumental Cantar É Viver (Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Miratejo)
Grupo de Cavaquinhos Os Rouxinóis (Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Corroios)

Palco Liberdade

22 horas
Bonga
Palco Carlos Paredes

29 de agosto, quinta-feira

21 horas
Trio Musical Replay
Palco Arraial

Dance Conviction (Escola de Dança)
Palco Liberdade

22 horas
António Zambujo
Palco Carlos Paredes

30 de agosto, sexta-feira

21 horas
Duo Musical H.C. Som
Palco Arraial

Classe Talentos sem Fronteiras, Cheerleaders e Classe de Manutenção (Centro Cultural e Recreativo do Alto do Moinho)
Palco Liberdade

22 horas
Ana Bacalhau

31 de agosto, sábado

21 horas
Trio Musical Sons Infinitos
Palco Arraial

Danças de Salão, Danças Orientais e Hip-Hop (Clube Recreativo e Desportivo de Miratejo)
Palco Liberdade

22 horas
Ana Moura
Dia do Título de Solidariedade: 5 euros
Palco Carlos Paredes

1 de setembro, domingo

21 horas
Cátia Sofia
Palco Arraial

Cavaquinhos, Bandolins e Concertinas (Casa do Povo de Corroios)
Palco Liberdade

22 horas
Pedro Abrunhosa

Palco Carlos Paredes24 horas
Espetáculo piromusical 

E é isto, gente da minha terra. É esperar para ver, mas tenho para mim, que vamos ser muitos.

Nós aqui temos as festas de Corroios.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

SoldaCaparica4

O DIA DA FAMÍLIA NO SOL DA CAPARICA. Por Marlene Gaspar

gostamos

Não é novidade que sou fã do Sol da Caparica, que o festival mexe com as minhas emoções e me faz arrancar mais cedo das férias para poder ir curtir um som, partilhar uma boa vibe, ser bafejada pela maresia e trautear umas músicas que sei na ponta da língua. E embora esta introdução me faça parecer muita cool, o que ainda não tinha desbundado foi o dia dedicado à família, o domingo. Mas, há sempre uma primeira vez. Foi desta.

Os pedidos cá em casa foram muitos (ou melhor ouvidos muitas vezes) e fui vencida pela repetição e lá fomos nós com a criançada experimentar as atrações pensadas e dedicadas aos mais pequenos.

SoldaCaparica3

Family business.

E, embora a motivação que me conduziu até ao festival no domingo não tivesse o mesmo impacto dos dias anteriores, foi uma agradável supresa O Sol da Caparica para as crianças. O tempo foi amigo, porque não estava aquele calor insuportável e houve vários argumentos que fizeram com que ficássemos até ao fim. As minhas princesas estavam eufóricas: ele foi insufláveis para todas as cores e gostos – para a princesa havia toda a magia e histórias encantadas e para a mais arisca com escalada, piratas e animais marinhos. Ele houve espaço para as tatoos não permanentes e que a Refood gentilmente fazia com a escolha de frutas. A minha mai nova não descansou enquanto não saiu de lá com um morango, insensível ao argumento de que demorava mais a fazer. A mai velha escolheu a cereja – o importante era ser um fruto vermelho que as vitórias são para ser celebradas.

Solda Caparica2

As escolhas das pequenas

E também deu para levarem com uma pintura facial – a borboleta e o arco-íris que aqui leva-se com tudo a que se tem direito!

Outra das surpresas do Festival e da qual fiquei muito agradada – foi a componente pedagógica e dos jogos tradicionais – aqui os papás ficámos entusiasmados (fico sempre tentada a mandar latas ao chão, experimentar as andas ou rodar o peão. Já o papi também acha que domina a técnica de rolar e há que dar a mão à palmatória e não se saiu nada mal. Enquanto isso eu pousei ao lado da Marisa, porque o melhor de mim está por chegar!

SoldaCaparica1

As pequenas Victória e Alice ainda foram brindadas com “garrafas” reutilizáveis o que reforçou a mensagem da importância do que aprendem na escola (bem haja o novo programa sobre a importância do ambiente e da sustentabilidade!).

O almoço foi por ali e cada um pode escolher o que melhor lhe passava no estreito e gostei da variedade e poder orientar-me com comida mais saudável (as batatas fritas doces também contam, certo?)

Ainda houve tempo para ouvir uns concertos e fazer um chill out. O que pude constatar é que o Sol da Caparica tem vindo a melhorar de ano para ano, é cada vez mais o meu Festival de eleição e as pequenas sentiram que lhes saiu a sorte grande para encerrar as férias! (bem encerrar as férias, que é como quem diz. Estas 2 princesas ainda têm mais uns dias de férias – mais coisa menos coisa estamos a falar de  mais de 1 mês! E com esta me retiro, que me ficou aqui a dar uma dor de cotovelo que não estou a saber lidar.

SoldaCaparica

O merecido descanso!

Fui. Fui ao Sol da Caparica, e com muita vontade de voltar que o Sol quando nasce é para todos – miúdos e graúdos.

Nós aqui temos o Sol da Caparica para as famílias.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Sol da Caparica

CARTAZ DO SOL DA CAPARICA. OH YEAH! Por Marlene Gaspar

gostamos

Para os mais distraídos, cá estou a relembrar que o Festival Sol da Caparica já está em contagem decrescente. Não é segredo que sou fã, que me apanharam lá nas últimas edições e quando se experimenta já não se quer outra coisa.

SolCaparica5edicao

Há sempre novidades e o cartaz este ano é do caraças. Foram sendo divulgados alguns nomes para te ajudar a organizar-te porque os acontecimentos do verão são diversos e eu não quero que te falte nada, eu dou uma ajuda.

SolCaparica

Mas não se fica por aqui, porque no domingo há forrobodó para a criançada (o que muito provavelmente me vai obrigar a estar lá!) e temos o Dia da Criança (que afinal é quando ela mesmo quiser) com Mão Verde, O Recreio da Anita e Porbatuka. São 4 dias em cheio de música portuguesa na margem mais cool que possas conhecer.

A presidente da CMA, Inês de Medeiros, antevê que a próxima edição vai ser um sucesso porque é um festival para todos os que gostam do sol, da praia, da música, da diversão e do calor humano, generoso e genuíno, que se encontra em Almada. Ou seja, é seguramente para mim.
 Podes comprar o teu bilhete aqui e depois é só dares à costa.
O bilhete diário tem o preço de 19 euros, enquanto o passe para os quatro dias custa 39 euros.
 Os residentes no concelho de Almada têm um desconto de 2 euros no bilhete diário e no passe de quatro dias.
Nós aqui temos o Sol da Caparica.

Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Dr Bernard

O INDESCRITÍVEL E ELEGANTE ESPAÇO DO DR BERNARD. Por Catarina Laborinho

gostamos

O espaço é WOW, e logo depois vem um FINALMENTE. WOW porque é indiscritível… todo o encanto e elegância de um bar de praia está lá, um FINALMENTE porque já não era sem tempo que chegava à Costa da Caparica algo do género! Fazia realmente falta um espaço como este…

Fomos ao Dr. Bernard a convite, obrigada desde já pela cortesia, e digo-vos que ficámos maravilhados. Foi um mix de sensações, tivemos direito a um pôr-do-sol mágico ao nível de um Dhow de Maputo. Há quem diga que é o mais bonito pôr-do-sol do Mundo, mas o nosso não lhe fica nada atrás, muito menos degustado no Dr. Bernard.

Gregory Bernard é o responsável por este projeto junto à praia do CDS. Francês, rendido ao potencial do local, apostou num novo estilo de vida descontraído, direcionado para a saúde e bem-estar. O projeto integra um restaurante de cozinha de autor, de base local e sazonal, o ONA.

Ao chegar fomos mimados com uma cortesia que não é de todo frequente nos dias de hoje, principalmente num Bar de Praia onde habitualmente quase que nos sentimos descartáveis… aqui foi diferente, bem diferente. Não foi de todo por saberem que éramos convidados, mas porque são assim, educados e elegantes… são formados para tal, todo o staff é oriundo de espaços de renome a nível nacional e internacional e é aí que o modelo muda completamente.

dr Bernard

Esqueçam os modelos de cardápio com hambúrgueres e saladas comuns, aqui a carta pode não caber no bolso de todos mas é carregada de requinte pelo que recomendo vivamente o esforço… vale cada pormenor.

No Dr Bernard o conceito é partilhar, não há pratos pensados para cada um, há pratos pensados em experiências, sabores, mas para todos. Imagine-se a sair de praia, num dia quente onde a última coisa que lhe apetece é ir jantar a casa… aqui poderá sem dúvida acabar o dia com uma experiência absolutamente fantástica.

A carta foi desenhada pelo Chef Olivier Bur. Desenhada é sem dúvida a expressão mais indicada tendo em conta o vasto leque de sabores, cores e variedade de paladares que saboreamos. O Olivier começou por estudar cozinha em Zurique e voou até ao La Mar (Peru) e mais tarde no Pujol (México). Os ingredientes dos seus pratos estão ligados aos locais onde os serve e à experiência vivida, criando momentos únicos para quem tem a sorte de se sentar à sua mesa. Nós tivemos!

Ostras do Sado com vinagre de chalotas, Salada mista de folhas, raízes, ervas e queijo curado, Bolo de camarão tigre, Branzino grelhado, guajillo e batatas, Ceviche, Quinoa com molho de pêssego picante… estava tudo divinal!

Dr Bernard

A acompanhar todas estas iguarias e, como não podia deixar de ser, tivemos a oportunidade de saborear vários tipos de vinho. Sempre aconselhados e servidos pelo experiente staff de forma coerente e de acordo com os diversos paladares e texturas que nos iam chegando à mesa.

Foi sem dúvida uma experiência indescritível.

No final do jantar, do lado do bar, o ambiente já se estava a compor para uma noite maravilhosa ao som de músicas dos anos 70, encerrámos o nosso o dia sem sombra para dúvidas num dos melhores spots da Costa da Caparica.

Nós aqui iremos voltar ao Dr Bernard
E vocês, não vai experimentar?

 

Texto: Catarina Laborinho // Fotos: Catarina Laborinho e Dr Bernard

AquaSplash

AQUASPLASH – O PARQUE AQUÁTICO SAZONAL ESTÁ DE VOLTA AO SEIXAL. Por Marlene Gaspar

gostamos

Gente, é com muita emoção que vejo que o AquaSplash vai voltar pela terceira vez ao Seixal! Há 3 anos contava aqui a novidade, daquele que era o primeiro parque sazonal no país e como em equipa vencedora não se mexe, este é já no dia 28 de junho que reabre esta animação.

O ano letivo acaba de terminar e com o verão vieram as intermináveis e merecidas férias grandes (pelo menos para alguns) e se estão como eu preocupados em arranjar diferentes ocupações, todas as dicas e sugestões de lazer e entretenimento aqui na zona são não só bem-vindas, como muito desejadas.

O parque aquático continuará a ser um espaço de diversão aquática para toda a família! Este ano com mais atracções, com mais adrenalina, segundo consta. A ideia é poder brincar e refrescar-ase num parque à beira-rio, cheio de animação e com muita água. Na continuação da baía do Seixal, para além das diversões na água, diz que teremos à disposição uma zona de descanso com street food, sombras e muita música.

Os bilhetes estão disponíveis a partir dos €6 e o parque abre de 28 de junho a 1 de setembro. Vamos mergulhar nesta sugestão?

Nós aqui temos o AquaSplash.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fonte e Foto: CMS

FestasCorroios

FESTAS DE CORROIOS JÁ TÊM CARTAZ. Por Marlene Gaspar

gostamos

Bem sei que ainda estamos nos Santos Populares, mas se há coisa que pára o trânsito e que é importante ter conhecimento são as Festas de Corroios que têm fama de poder ser um bom sítio para se partir a loiça toda. E como uma mulher prevenida vale por 2, deixo já aqui o cartaz das festas para poderem gerir as vossas agendas com as férias e tudo e tudo.

Estão preparados? Ora aqui vai.

Há não 1, nem 2, mas 3. T-rês palcos para as  Festas de Corroios 2019 que decorrem entre 23 de agosto e 1 de setembro e apresentam um programa para todos os gostos.

A cena está muito moderna e como não quero que vos falte nada, vão poder acompanhar todos os momentos através através da APP de Corroios (Android e iOS), da conta de Instagram ou subscrevendo a newsletter.

Palco Carlos Paredes23 Ago. | Bizarra Locomotiva + O Incrível Homem Bomba (vencedores do XXIV Festival de Música Moderna Corroios’2019)
24 Ago. | XXXV Festival de Folclore de Corroios
25 Ago. | Estrada de Santiago
26 Ago. | Berg
27 Ago. | àVariações (Tributo a António Variações)
28 Ago. | Bonga
29 Ago. | António Zambujo (Dia do Título de Solidariedade – 5€)
30 Ago. | Ana Bacalhau
31 Ago. | Ana Moura (Dia do Título de Solidariedade – 5€)
01 Set.  | Pedro Abrunhosa; Encerramento das Festas c/espetáculo piromusical (24h)

Palco Arraial

23 Ago. | Duo Musical Ritmos
24 Ago. | Duo Musical Ludgero
25 Ago. | Duo Musical Toy e Victor
26 Ago. | Duo Musical A. Marques e Carlos Bastos
27 Ago. | Trio Musical A Clave
28 Ago. | Trio Musical Maravilha
29 Ago. | Trio Musical Replay
30 Ago. | Duo Musical H.C. Som
31 Ago. | Trio Musical Sons Infinitos
01 Set. | Cátia Sofia

Palco Liberdade

23 Ago. | Abertura oficial das Festas; Companhia XPTO; Grupo Concertinas Primeira Forma (CD Águias Vale Milhaços)
24 Ago. | Escola de Instrumentos (CCR Alto do Moinho)
25 Ago. | Sahara Dance (Estúdio de Dança)
26 Ago. | Grupo Coral e Instrumental “Moinho de Maré”; Grupo Coral e Instrumental “Ventos e Marés”
27 Ago. | Horas Vagas (Música Rock)
28 Ago. | Grupo Coral Instr. “Os Sempre Jovens” AURPIC; Grupo Coral e Instr. “Cantar é Viver” A AURPIM; Grupo Cavaquinhos “Os Rouxinóis” AURPIC;
29 Ago. | Dance Conviction (Escola de Dança)
30 Ago. | Classe Talentos Sem Fronteiras, Cheerleaders e Classe Manutenção (CCR Alto do Moinho)
31 Ago. | Danças de Salão, Danças Orientais e Hip Hop (Clube Recreativo e Desportivo Miratejo)
01 Set. | Cavaquinhos, Bandolins e Concertinas (Casa Povo Corroios)

E que tal? Gostaram da ideia? Divirtam-se e até lá aproveitem a semana mais mais curta.

Nós aqui temos as Festas de Corroios.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fonte: JF Corroios

ponte25abril

VIA PEDESTRE ABERTA NA PONTE 25 DE ABRIL A 17 MARÇO. Por Marlene Gaspar

corremos

Mais uma ficha, mais uma volta. A prova pedestre que mais gosto no país está já aí e se não foste aos treinos há que fazê-lo, porque já falta muito pouco para acontecer. É já no próximo domingo e há que aproveitar para quem quer passar a ponte 25 de abril por via pedestre, porque é o único dia do ano que é possível. Se ainda não te inscreveste, podes fazê-lo aqui.

A EDP Meia Maratona de Lisboa é a maior prova de atletismo de Portugal e “carrega” anualmente mais de 35.000 participantes e temos de tudo – os prós, os estreantes, os atletas, os que treinam para tal e os que vão só andar ou desfilar na ponte.

Esta prova é detentora do record do mundo da distância (21km), com o tempo de 00:58:23, a EDP Meia Maratona de Lisboa, ah, pois é. 

Para mim não vai ser uma estreia e estou um pouco ansiosa para ver como me vou sair desta. Não estou na melhor forma de sempre, apesar de ter começado uma nova vida de atividade física, como já vos contei aqui, ainda assim, não tenho corrido – por isso RESPECT.

Nós aqui temos via pedestre na Ponte 25 de abril.

Nós aqui temos isto.

 Texto: Marlene Gaspar

Foto: Meia maratona

Feira Chocolate Corroios

IV FEIRA DO CHOCOLATE EM CORROIOS. 17 a 20 jan. Por Marlene Gaspar

degustamos

Sei que venho tarde e a más horas, mas se há mês em que o chocolate é preciso como pão para a boca é o mês de janeiro. O mês é interminável, o frio entranha-se em todos os ossos, estamosou em deprê pelos excessos cometidos dos inúmeros jantares de Natal (ou se calhar com o entusiasmo, desde a Black Friday) até aos Reis (e é quando não é por aí adiante). Também não se chegou a tempo de encontrar aquelas peças que são a nossa cara nos saldos (e que seja o nosso número), etc, etc, etc. Torna-se imprescindível medidas drásticas e compensatórias. É preciso algo, algo que tenha a capacidade de compensar e virar o bico ao prego. E esse algo é…o chocolate.

O chocolate é alma, é vida, é aquela coisa. E Corroios sabe disso e mantém acesa a tradição da Feira de Chocolate com tudo e tudo a que se tem direito. Gosto disso. E já está aí. Começa hoje vai até domingo. O programa está abaixo, mas não queria deixar de destacar a Pista de Gelo! Já contei aqui o sucesso das pistas que foi a Aldeia de Natal do Seixal, o Ice Park da Sobreda e agora temos a da Feira de Chocolate em Corroios. Pow.

feirachocolate

17 de Janeiro (5ª feira)

18h00 Abertura da Feira
18h00 Andas e Malabares
18h00 Estátuas do Chocolate
18h00 Palhaços
23h00 Encerramento da Feira

18 de Janeiro (6ª feira)

12h00 Abertura da Feira
15h00 Andas e Malabares
15h00 Palhaços
21h00 Ricardo Silva
24h00 Encerramento da Feira

19 de Janeiro (sábado)

12h00 Abertura da Feira
15h00 Animação de rua com Tiago Garnacho
15h00 Palhaços
15h00 Andas e Malabares
16h00 Estátuas do Chocolate
21h00 Fernando Showman
24h00 Encerramento da Feira

20 Janeiro (domingo)

12h00 Abertura da Feira
15h00 Animação de rua com Tiago Garnacho
15h00 Andas e Malabares
15h00 Estátuas do Chocolate
15h30 Palhaços
21h00 Encerramento da Feira

A acontecer durante todo o evento:

Mascotes
Pinturas Faciais e Modelagem de Balões

Nós aqui temos a Feira de Chocolate (Graças a Deus!)
Nós aqui temos isto.

Texto: A Chocolateira, aka, Marlene Gaspar

3anos

3º ANIVERSÁRIO DO LISBON SOUTH BAY BLOG, BUT WHO’S COUNTING? Por Marlene Gaspar

parabenizamos ISTO desporto 1

E vão 3. 3 anos de Lisbon South Bay blog e parece que foi ontem. Há um ano escrevia aqui que estávamos a entrar nos terrible two, mas os especialistas dizem para esquecer os 2 anos, porque terríveis são os 3. Teorias à parte, a idade não assusta e se o blog seguir o crescimento que assisto cá em casa, a tendência é para ficar cada vez melhor com a idade. Novos desafios, mas é disso que “este” povo gosta.

aniversarioLSBb

Este ano foi menos intenso aqui no blog, não por faltar boa, mas mesmo boa “matéria-prima” sobre o palco da margem sul, porque se há coisa que esta margem não tem, é falta de assunto e coisas interessantes para contar. Mas, também aprendi que, muitas vezes, menos é mais e este ano consegui uma parceira com menos experiência para escrever aqui no blog (a minha Victória que me autoriza a partilhar algumas estórias e só tem 7, perdão 8, 8 aninhos acabados de fazer) e que me ensina coisas novas todos os dias, inclusive sobre esta terra.

E por falar nesta terra, é preciso falar de pessoas e para pessoas. E, se me é permitido o desabafo e a heresia de chamar a “margem sul” de, minha terra, sem ser de cá! – Ó gente da minha terra, isto é ou não é uma espécie de refúgio (pouco secreto) que reúne tudo o que é coisa boa?Ele é a localização, a praia (melhor praia do país – just saying), a gente (fundamentalista, é certo, mas isso também lhe confere alguma graça), o tempo, o Cristo Rei (quem mais é que vos recebe de braços mais do que abertos, escancarados mesmo?, o Parque da Paz (paz e espaço verde não é o melhor de 2 mundos? a comida (ai a comida!), a bebida (lá está, não dissociar uma coisa da outra), o Caixa Futebol Campus (apesar de ser um dia de celebração estou a digerir o  desaire do grande SLB e é por isso que sente alguma falta de emoção nestas palavras. Perdoem-me, eu vou superar! Pensemos em mais coisas boas como: o cacilheiro, o comércio, as escolas, a proximidade com a mais bela capital do mundo… Seguramente vocês enumeram muitas mais coisas boas, certo? Chutem para cá, que nós estamos aqui para isso e para muito mais.

Parabéns à margem sul. Parabéns ao Lisbon South Bay blog. À vossa.

Nós aqui temos o 3º aniversário do Lisbon South Bay blog.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar