Pedro Henriques

“A TEORIA DO FUTEBOL” NA SOUTH BAY

APOIAMOS 3

Nós aqui, ficámos ontem na primeira fila a assistir à apresentação do livro “A Teoria do Futebol” do Pedro Henriques com Rui Miguel Mendonça, na Fnac do Fórum Almada.

JR5_6337_web

O Futebol e tudo o que com ele está relacionado tem a capacidade de mexer com paixões, opiniões e de não deixar (quase) ninguém indiferente. E, esta apresentação corroborou isso mesmo. A interação do público presente mostrou porque é que o Futebol (ainda) é rei. Há sempre uma opinião, um interesse, uma convicção difícil de se encontrar noutras áreas. O que o torna tão envolvente.

Nós aqui, gostámos de assistir a isso, mas principalmente gostámos de ouvir o Pedro contar a ilusão e desilusão que o Futebol lhe causou. As atitudes que se geram quando se está no topo e quando se sai dele. E, que o “obrigaram” a afastar-se! Mas, como tudo o que é vivido com e por paixão, fê-lo voltar. Na nossa opinião, isto sim, não acontece só no Futebol, mas em todas as áreas que amamos. Por isso, vamos querer ler e conhecer  histórias que aqui foram mencionadas e muitas mais que vamos encontrar.

O Pedro fez uma dedicatória ao nosso blog, e nós aqui agradecemos isso.

JR5_6340_web

Nós aqui, temos “A Teoria do Futebol”.
Nós aqui temos isto.

Fotografia: Joel Reis

Anjos

NÓS AQUI, APLAUDIMOS O CONCERTO DOS #ANJOS.

APLAUDIMOS

Na noite de lançamento do nosso blog, os Anjos não estiveram presentes por uma boa causa. Estiveram a dar um concerto Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, aqui na South Bay, em beneficência da Associação Nós – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente no Barreiro, instituição que apadrinham. O concerto teve lotação esgotada assim que abriu a bilheteira e os Anjos doaram essa receita à instituição. Nós aqui, ficamos orgulhosos pelos Anjos e mostramos um bocadinho do que foi esse espetáculo.

Nós aqui apoiamos causas de beneficência.
Nós aqui temos isto.

Equipa Lisbon South Bay blog

O DIA DO NASCIMENTO #27NOV2015

celebramos 1

Ontem foi o dia do nascimento do nosso bebé. Estas duas mães e pai (sim, porque nas famílias modernas é assim!) estavam tão felizes e babados que quiseram mostrar a sua cria para o mundo – o Lisbon South Bay Blog.

Equipa Lisbon South Bay blog

Como qualquer gravidez, principalmente de primeira viagem, a ansiedade, felicidade, preocupação, alegria, nervos, otimismo tomaram conta de nós. Desde o momento que decidimos ter este “filho” quisemos que este fosse saudável, feliz e consistente. Cuidamos da sua gestação, fomos fazendo e mostrando as ecografias para verem como ele estava a tomar forma. Nós como pais estamos cá para o preparar para o mundo.

27 novembro 2015 foi o dia do parto e quisemos partilhá-lo com os nossos embaixadores. Que vissem que veio com o DNA dos “seus pais”. Foi uma festa linda. Um turbilhar de emoções!

Para que isto tenha sido possível temos de agradecer a todos os padrinhos que apoiaram, acreditaram e que estão lá ou neste caso AQUI para ele:

À Jelly Code que nos possibilita ter uma plataforma de alto nível que muito nos orgulha.

Ao Evidência Belverde Atitude Hotel que é o melhor local para um anfitrião poder brilhar. Uma “caixinha de (boas) surpresas” com a sua beleza interior. Um hotel sofisticado e de muito bom gosto. O espaço foi o ideal para receber os nossos ilustres embaixadores – os South Bay Lovers. Obrigada também ao chef, pois o cocktail dînatoire foi de “comer e chorar por mais”.

À Santos VP Mercedes-Benz que nos permitiu surpreender à saída e à chegada com o encanto das “verdadeiras máquinas”. Foi responsável por fazer sonhar todos os embaixadores e a equipa do blog para sair dali com um. Os contactos estão feitos. É só escolher a cor e o modelo na C. Santos VP na Margem Sul (o meu já sei qual é);

À Symington Family Estate que ofereceu uma degustação de vinhos e porto variada. Uma aposta ganha e garantia de sucesso para abrilhantar e acompanhar um bom momento.

À Byzz que permitiu que a Catarina e eu brilhássemos como verdadeiras princesas com dois modelitos aos quais não dava para se ficar indiferente. A Sandra Bizarro só dificulta a nossa vida porque queremos trazer tudo. Escolher é uma “carga de (bom) trabalho”.

À DPZ que conseguiu que todos os materiais impressos ficassem lindos, com um serviço de primeira e em tempo record.

À EKG Science Medical que nos cede um dos “nossos escritórios” e nos dá “consultoria” profissional. A EKG também comercializa desfibrilhadores, o que nos dá uma enorme confiança quando atingimos altos níveis de stress!

À Mindshakers que permitiu-nos apresentar o nosso blog com ipads em circulação.

Ao Laureano que nos ajudou na preparação do som para os concertos, o que proporcionou uma noite de arraso!

Às estrelas da noite, claro está, da South Bay:

Ao Vasco Boucinha e ao Joel Cabeleira que abriram os concertos acústicos. Um show que também nos fez viajar às boas memórias dos Wonderland.

Ao Orlando Santos que encerrou com chave de ouro – uma voz e um exímio toque de guitarra que não deixou ninguém indiferente.

O nosso obrigado nunca vai ser suficiente para estes grandes momentos musicais.

The last, but not the least, a todos os embaixadores presentes, com destaque para os nossos entrevistados. Os que não conseguiram estar fisicamente, fizeram questão de marcar presença.

Nós aqui, desejamos que o nosso bebé se torne cada vez mais independente, rodeado de pessoas que gostem e cuidem dele. Queremos que se torne a referência da South Bay. Sigam-nos e partilhem-nos muito. Vamos colocar a South Bay no nível que ele merece.

É para isso que trabalhamos todos os dias, com muito gosto.

Nós aqui, tivemos a festa!
Nós aqui, agradecemos isto.

Texto: Marlene Gaspar

 

castanhas

NÓS AQUI, TEMOS MAGUSTOS.

#NOSAQUI 5

Se o Natal é quando um Homem quiser o magusto também. Neste último caso, enquanto for época de castanhas. Eu adoro castanhas. Se há coisa que aprecio no tempo mais frio é comer castanhas, sejam elas assadas, cozidas, cruas ou “disfarçadas”, como por exemplo, em puré de castanha.

Por isso, o Lisbon South Bay blog marcou presença na festa do magusto no Parque Desportivo da Verdizela organizada pela Associação de Moradores da localidade. E ainda bem. Foi uma tarde muito bem passada ao ar livre, mas como se estivéssemos em casa. Fui com a Victória de bicicleta e parecia um encontro de pais e mães da escola. Como diz a Catarina nós aqui temos a sorte de ver a segunda geração, os nossos filhos, andarem todos juntos na escola e por isso acaba por ser um ambiente familiar, onde toda a gente se conhece.

castanhas1

A Associação de Moradores tinha tudo muito bem organizado e os “comes e bebes” estavam uma delícia com um serviço de primeira. Provavelmente só aqui é que uma dúzia é igual a 16, mas nós aqui gostamos da exceção que confirma a regra. Sim, porque as castanhas “eram boas, mas boas” e fizeram o meu estômago bater palmas de contente. Para não correr o risco de se apanhar alguma podre e, vá mais uma ou duas para a menina, serviram “a dúzia” com 16 castanhas.

O parque está muito bem cuidado e com diversas atrações: escorregas, baloiços, parque de merendas, campos de ténis, padel, futebol, ping pong, basket e casas de banhos asseadas para pequenos e graúdos.

Captura de ecrã 2015-11-23, às 11.04.51

Mas, nós aqui temos mais S. Martinho por isso aproveitem num magusto perto de si.

Nós aqui temos magusto.
Nós aqui temos isto.

sxl_entrada

O CONCELHO DO SEIXAL FAZ 179 ANOS

parabenizamos ISTO 1

O Concelho do Seixal está de parabéns e recomenda-se. Faz hoje 179 anos.

O bolo e a sessão solene com atribuição de medalhas municipais é só às 21h no Auditório Municipal, Fórum Cultural do Seixal, mas os festejos começam-se cedo.

Por isso minha celebração arrancou com uma corrida matinal pela minha zona de eleição no concelho – a Verdizela (não vale a pena escamotear esta preferência).

A volta é escolhida em função do tempo que tenho, pois o ritmo é lento. Quando consigo fazer isto o meu dia corre (e aqui não é correr no sentido literal) muito melhor. Ou seja, agora sim consigo entender o slogan: “sofres mais quando não fazes”. É tão verdade.

Mas, mal eu sabia quem ia encontrar. Já quase a entrar na reta final do meu esforço vejo uma figura dentro de um SUV a falar com um senhor. E era, o Jardel – um dos grandes jogadores do Benfica. Nós aqui, sabemos que a nossa vizinhança é bem sucedida, mas afinal estamos sempre a descobrir que a nossa bucket list (leia-se a nossa lista de pessoas com quem queremos falar sobre as suas escolhas, preferências e alegrias aqui, na Lisbon South Bay não para de aumentar). E isso é tão bom e estimulante.

Na semana anterior, a fazer a mesma coisa encontrei do outro lado da estrada o “nosso” Miguel Oliveira a passear os cães. Confesso que não o reconheci de imediato, mas temos falado tanto nele que rapidamente “caiu-me a ficha”. E, estão vocês a pensar, que eu fui logo falar com eles. Não ia perder essa oportunidade, claro.

Errado.

Não fui falar com eles. E porquê? Porque às vezes para-me o cérebro!

Mas, basicamente, a versão oficial de eu não ter falado com estes dois atletas para apresentar o nosso blog e ver a oportunidade de agendarmos uma conversa foi porque eu não cumpria “os mínimos olímpicos”! Não deu. Uma coisa é estar “benzinho”, outra coisa é estar suada, com os “bofes de fora”, desgrenhada (estava uma neblina matinal com “ar de poucos amigos”, daquelas em que o S. Pedro não está “para amar” o nosso cabelo) e o cabelo é um tema sensível na nossa equipa do Lisbon South Bay blog. Eu vou abrir o jogo, quando estamos a produzir os nossos conteúdos com recurso a imagem há um excesso de zelo com os cabelos, um(a) mais do que os outros e, por hoje, fico-me por aqui em relação a este desabafo.

Já não tenho idade para ficar nervosa com estas coisas, mas uma coisa eu aprendi, a confiança é meio caminho andado para o sucesso. E, não há confiança possível com um aspeto com o qual não nos sentimos à-vontade. Há que encarar as coisas com frontalidade: “Não há uma segunda oportunidade para criar uma primeira boa impressão.” Resta-me seguir o conselho do Joel: passar a correr maquilhada e de salto altos. Ou então não.

Nós aqui sabemos que o tempo encarregar-se-á de nos dar a oportunidade de falar com estas duas figuras que tanto admiramos. (Miguel, Jardel ouviram isto?).

E nós aqui esperamos por isso.
Nós aqui vamos ter isso.

12043099_902922699742983_3206707652920036730_n

HOJE FOI PADELMODE

#NOSAQUI 4

Nós aqui jogámos Padel e, desta vez, o “jogámos” é em sentido literal. Dois dos membros do Lisbon South Bay Blog – a Catarina e a Marlene aceitaram o desafio duma aula feminina (está justificado porque é que o Joel não participou) de Padel da PadelMode no Parque Desportivo da Verdizela.

Funcionou na lógica member get member, ou seja, a “amiga traz a amiga” com direito a “evento” no Facebook. E lá aparecemos nós: 8 principiantes cheias de estilo e vontade. O jeito virá com (muito) tempo.

12043099_902922699742983_3206707652920036730_n

Fui de bicicleta com a Victória, pois já que era para “dar corpo ao manifesto” há que ser coerente. Começámos a “praticar umas bolas” e claramente da equipa Lisbon South Bay a Catarina é a mais competente. Mas há uma razão, eu era a única canhota e, por isso, comecei pelo lado mais difícil. Mas quem é que quero eu enganar? Foi uma aula muito interessante, inspiradora e que o meu corpinho agradeceu. Pelo menos no próprio dia, porque no dia seguinte o meu braço (esquerdo, lá está) pedia socorro para se mexer e houve outros músculos que voltaram “a dar o ar da sua graça”. O professor Jesús teve muita paciência e know how para lidar com o girl power, só não entendi porque é que me disse que aquilo não era dança?! Eu sei, estávamos a jogar Padel.

Nós aqui temos girl power.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

 

Captura de ecrã 2015-11-5, às 16.09.38

MOSTRA DE GRAFFITI DE ALMADA

graffitamos 3 3

No próximo fim de semana, 24 e 25 de outubro, realiza-se a Mostra de Graffiti de Almada, na Romeira – Cova da Piedade.

Durante dois dias estarão 15 artistas a pintar ao vivo e a cores e teremos as participações especiais de Kruella D’Enfer, NoMen, Smile e Robô. Mas a arte não se vai ficar só pelos mágicos do spray, vão haver concertos, DJ’s e demonstrações de Skate, patins em linha e BMX com a Academia de Patins.

Captura de ecrã 2015-11-5, às 16.09.13

A entrada é livre, por isso é só aparecer.
Mais informações em www.m-almada.pt/juventude

Nós aqui temos street art.
Nós aqui temos isto.

teste-pM

#MPWEDDINGPARTY

#NOSAQUI 2

Com Mariana Sousa Gaspar e Pedro Couceiro

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

Os noivos prometeram: “Com o Couceiro é festa o tempo inteiro” e, como sempre, não defraudaram.

O casamento da Mariana Sousa Gaspar e Pedro Couceiro ou em linguagem cibernáutica #MPWeddingParty foi provavelmente o casamento mais interativo de sempre e nada foi descuidado: o antes, o durante e o depois. A verdade é que os casamentos são festas lindas. Está tudo “postinho por ordem”, há uma felicidade contagiante, come-se e bebe-se sem parar, celebra-se até os dedinhos dos pés permitirem e festeja-se “como se não houvesse amanhã” (e na verdade não sabemos bem como acordamos no dia seguinte, por isso, o melhor é “dançar até cair”). Este casamento teve direito a isso tudo e muito mais. Os meus parabéns à organização Gaspar & Couceiro porque conseguiram envolver-nos desde a receção do convite e manter o crescendo até à apoteose (as empresas de eventos que se ponham a pau, que a concorrência deste casal é fortíssima).

Antes: tudo foi preparado e comunicado com muito tempo de antecedência num grupo criado para os convidados no Facebook. Este grupo privado foi palco de bons momentos, criação de expectativas e troca de galhardetes. Onde, como, quando chegar, o que levar, quem não levar (a ideia de “criança não entra” pode parecer discriminatória de alguma forma, mas foi de génio. Eu, mãe de família, agradeço por essa decisão. Se tivesse levado a “minha Alice” não teria chegado a casa depois das 4 da manhã, mas provavelmente ainda durante a luz do dia, com uma pilha de nervos da birra da pequena, o que me tinha feito perder o verdadeiro dancing moment, que me fez conhecer músculos que não tinha dado conta e “sem sair do salto”, literalmente).

O presente também foi cuidado de forma criativa e inspiradora. A lista estava numa agência de viagens, logo os convidados conseguiram uma forma de estar também presente na viagem de lua-de-mel através da oferta de um almoço, jantar, viagem, tour, etc. Tudo com tempo e antecedência. Mais uns pontos para a organização Gaspar & Couceiro.

Durante: Nós aqui, temos isto. Não foi ao acaso que o Pedro e a Mariana escolheram a Pousada de Palmela na Lisbon South Bay para “o” grande dia. A vista é brutal. A Pousada tem vários miradouros e um cenário de casamento digno de uma verdadeira princesa (Mariana mais 20 pontos). A igreja é linda. O cocktail e o percurso até lá remete-nos para um imaginário romântico e medieval.

Até o momento das fotografias que costuma ser uma parte demorada e cansativa foi resolvido com os noivos em “cartão”. Não houve desculpas para não eternizar o momento.

Seguiu-se um jantar delicioso e o bouquet da noiva também teve uma inovação: foi jogado não para as senhores, mas para os cavalheiros que se encontravam solteiros e foi bonito ver o sorriso do feliz contemplado.

Os noivos brindaram-nos com um vídeo carinhoso de bons momentos do casal e abriram o baile de forma arrebatadora. A música foi non stop e não houve sapato ou dor de pés que deixasse alguém de fora.

Depois: No(s) dia(s) seguinte(s) a farra continuou e não foi só para os noivos. Os convidados instagraram bons momentos e a troca de mensagens dentro do grupo continuaram a alimentar o acontecimento.

Por isso, nós aqui, parabenizamos os noivos e a festa inesquecível que nos proporcionaram.
Façam favor de serem felizes.

Nós aqui, temos casório! Nós aqui, temos isto.

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

#MPWeddingParty | Fotos exclusivas

Fotografia: Knot Photography
Texto: Marlene Gaspar

festa-do-avante-2015

FESTA DO AVANTE!

#NOSAQUI 8

FESTA DO AVANTE! NÃO HÁ FESTA COMO ESTA.

Oiço falar na festa do Avante! desde pequenina e de há uns anos a esta parte que tenho vontade de lá ir, mas sem grande razão aparente foi ficando um projeto adiado.

Sendo o grande acontecimento da Quinta da Atalaia, o Lisbon South Bay blog não podia faltar. E ainda bem, porque deu para perceber o sucesso e a longevidade desta Festa.

Como qualquer situação que desconhecemos criam-se expectativas e até alguns preconceitos: é uma festa só de e para comunistas; temos de chamar Camaradas a todos; tem bons concertos; fazem “lavagem cerebral” com mensagens partidárias; é só comes e bebes; é tanta gente que não se consegue chegar lá, etc, etc.

Uma ou outra coisa é verdade, mas é extremamente redutor, limitado. A Festa do Avante! abre horizontes, desafia, cultiva.

Desde logo cumprem uma promessa – Festa do Avante! Não há festa como esta! (o que nos dias que correm isso já é distinto). Toda e qualquer expectativa que tinha foi superada e preconceito não é palavra de ordem.

A organização da Festa do Avante! devia ser uma escola! Profissionalmente e como participante já estive presente em inúmeros festivais e eventos de grande renome e declaro vencedora esta Comissão de Organização. Em primeiro lugar, porque não se dá por ela (o que só por si justifica o sucesso). Tudo funciona, não há stress, não há drama, não há histeria. Tudo decorre dentro de uma estranha normalidade para a quantidade de pessoas que circulam. Tive de sair e voltar a entrar e a organização optou por uma solução descomplicada para o efeito. Ao invés das pulseiras que parecem distinguir quem tem mais o quê, esta é da zona vip, esta só dá para os concertos, etc, os Camaradas usaram o carimbo que se detecta à luz fluorescente. KISS – Keep it stupid simple. Sem sujar, sem discriminar e sem sujeito a esfrega com pedra pomes para sair. Enfim, um dia quando for grande, quero organizar eventos como os senhores do Avante!

Somos recebidos de forma simpática e relaxada. A entrada é feita sem “vasculhanços”, sem queixas. Quando entramos no recinto percebemos a dimensão! É uma cidade lá dentro! Tudo está bem indicado, tem mapas do recinto e programa; multibancos aos “magotes”, casas de banho em número suficiente; comes e bebes de todas as regiões do país e além fronteiras; máquinas de tabaco por todo lado; exposições; concertos para todos os gostos; lojas de artesanato e desenganem-se se acham que é só para comprar livros do Álvaro Cunhal ou t-shirts do Che. É um banho de cultura bem organizado e que sabe bem ser apreciado.

Os concertos são sem dúvida uma das grandes atrações da Festa do Avante! e nesta edição não desiludiram. O Lisbon South Bay blog assistiu ao dos Expensive Soul e ao concerto de encerramento dos Grandes, dos Senhores Comendadores – os Xutos & Pontapés (só têm menos 3 anos que a Festa do Avante!). Xutos é garantia de casa cheia e sucesso, e assim foi. A multidão (sim, mesmo multidão) estava ao rubro e fez o coro em todas as músicas.

AVANTE2015

É curioso que se vêm vários estilos, mas todos desprovidos de qualquer presunção. Descontração é condição sine qua non e discriminação é uma “cena a que não se assiste”. Não é para velhos, não é para novos, não é para ricos, não é para pobres, não é para comunistas, é para TODOS. O Jerónimo de Sousa garantiu que todos são bem recebidos, e assim foi.

Em jeito de encerramento (se é que é um termo que se possa usar nesta festa, porque a preparação não para), somos brindados com um magnífico fogo de artifício numa vista de cortar a respiração.

Camaradas, um bem haja por tudo isto.
Nós aqui, temos o Avante! Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar