IMG_1750

ALMADA FORUM – O SHOPPING DA MARGEM SUL.

METEMO-NOS

Se há coisa que nos deixa feliz é conseguirmos tratar de vários assuntos no mesmo espaço. Dá-nos aquela sensação de missão cumprida e acaba com a preocupação de termos muitas “coisas para fazer”.

O centro comercial tem essa vantagem. Conseguimos tratar de várias coisas no mesmo local otimizando o tempo. Nós aqui, temos a sorte de ter o Almada Forum, a referência do centro comercial da margem sul e arredores. E não pensem que o centro é só para quem está na margem sul. Há muito boa gente que passa a ponte só para vir ao Almada Forum. Não é à toa, é porque a oferta é muito boa.

Temos um presente para tratar é difícil não acertar. Conseguimos encontrar tudo para todos os gostos, idade e feitios. As lojas de roupa, calçado e acessórios são a nossa perdição. E felizmente, estão lá todinhas as que gostamos.

O centro fica no centro dos nossos percursos diários, por isso acaba por fazer parte da nossa rotina. Pus-me a pensar e fiquei admirada com a quantidade de coisas que resolvemos ali, naquele espaço. É a nossa cantina, porque almoçamos aqui a maioria das vezes. Há imensa escolha diferenciada, por isso não é mais do mesmo e podemos ser a “ovelha ronhosa” do grupo, sem que isso caia mal. Há dias que estamos em sintonia e vamos “ao mesmo”, há outros que queremos dar uma de diferente e escolher um menu distinto e, vai cada um “à sua”. Amigo não empata amigo. Conseguimos ficar a almoçar juntos sem ter de optar pela mesma coisa. E, há propostas para todos os gostos e estados de espírito, pois nem sempre nos apetece a mesma coisa. Uns dias preferimos refeições mais saudáveis, outros mais frescas; orientais; mediterrânicas; de peixe; de carne; massa; vegetariana, mais light, menos light, mais típica, menos… e no Almada Forum temos tudo isto e muito mais.

Restaurantes

Gosto particularmente de já “conhecer os cantos à casa”. Por exemplo, de me orientar bem no local onde deixo o carro e, principalmente poder estar à vontade, sem preocupações com o “taxímetro” do parque, porque é gratuito.

Fiquei admirada com o que consegui fazer na “hora de almoço”. Almocei (que é para isso que esta hora serve!).

IMG_1751

Fui ao banco, à Fnac trocar um bilhete de espetáculo que me tinha sido oferecido pelo natal, à clínica “Os Lusíadas” agendar uma consulta para uma das pequenas (se me dissessem há uns anos atrás que iria ao médico no centro comercial, acharia estranho, agora acho super conveniente e confortável). Com a vantagem de estar ao lado do cinema, em 4XD ou não, que ela vai adorar! É um bom motivo para a deixar contente por ir ao médico! Colmatei umas falhas na dispensa no supermercado e ainda resolvi uma questão com o meu operador de telefone. I’m a super woman. Graças a esta “máquina” estar tão bem oleada, num espaço amplo e agradável.

IMG_1738

A preparar-me para sair deparei-me com o enorme coração com corações presos ao cadeado que está no átrio central. Há muito tempo que admiro aquela peça. A escultura é lindíssima e fez-me logo pensar na Pont des Arts, em Paris, onde milhares de casais por ano selam o seu amor prendendo cadeados às grades da ponte e atirando as chaves ao rio Sena, acreditando que desta forma o amor durará para sempre. E acreditar é meio caminho andado para ser “para sempre”.

IMG_1750

Curiosa como sou fui ao balcão central saber o significado da escultura. A senhora muito orgulhosa, respondeu-me simpaticamente que tinha sido uma ação simbólica para o Dia dos Namorados realizada pelo centro do ano passado, mas foi tão bem sucedida que foi ficando e continua a ser utilizada para celebrar uniões em datas especiais como por exemplo esse dia, os dias do pai, da mãe e afins. Como diziam na série “A Team” (versão brasileira – ler com sotaque – Esquadrão Classe A): – “adoro quando um plano dá certo” e este, claramente foi um que deu e que foi muito para além do seu propósito inicial. Esperamos que ela fique por ali, é bonita, simboliza o amor e isso é o melhor que levamos da vida.

É um orgulho termos um espaço como este. Já dizia Saramago “o centro comercial é a nova catedral da sociedade atual”.

Marlene Gaspar

Nós aqui temos o Almada Forum.
Nós aqui temos isto.

I’m a super woman – sou a super mulher.

Mercado Dia da Mãe

8 PRESENTES INFALÍVEIS PARA O DIA DA MÃE.

METEMO-NOS

Uma vez mãe, se não fores mãe antes de tudo, estás perdida.
Alexandre Dumas (filho)

MÃE.

Que palavra tão escandalosamente pequena para a dimensão e amplitude que acarreta. O dia da mãe não é um dia, é todos os dias. E, acreditem que não há um único dia que uma mãe não se lembre disso, como não há um único dia em que um filho não se lembre da sua mãe.

Mas já que decidiram e bem homenagear as mães com a celebração deste dia, não vamos deixá-lo passar em branco. As homenagens são para ser feitas com pompa e circunstância, por isso há que não vacilar com o presente para a melhor mãe do mundo, a nossa.

Dos inúmeros papéis que as mulheres assumem no dia a dia, o ser mãe é aquele que não tem folga, não tem descanso, não há aquele dia de “hoje não vou ser mãe”, como há os dias “hoje não vou trabalhar!”, “hoje não faço jantar”. Isso não existe. E, por isso é tão bom e tão mágico. E, por isso, é que as mãe têm de ser muuuuito mimadas.

Para não andarem “perdidos” e stressados com “ai, não sei nada o que oferecer”, “ai, ai,ai, o dia da mãe está já aí” fomos fazer um “levantamento de necessidades” para ajudar os mais indecisos a surpreender os seres mais fantásticos do universo – as suas mães.

Temos ideias para todos os gostos, feitios e carteiras, e conseguimos “tratar e decidir tudo” num só lugar. Fomos ao Almada Forum. E fomos surpreendidas pelo Mercado do Shopping – um mercado dedicado às mães e não só… Ou seja, não só temos as nossas lojas de eleição para encontrar o presente ideal, como ainda temos novas ofertas. Ora estejam atentos.

1# São rosas, senhor, são rosas.
Rosas são aquele cliché que nunca nos deixa ficar mal. Não é o presente mais original do mundo, mas é como “o vestido preto”, nunca compromete. A Happy – Florista tem rosas e todas as flores favoritas das mães e no Mercado do Shopping ainda consegue dar esse toque de originalidade, pois pode encontrar rosas de várias cores feitas à mãe em madeira. É um trabalho de artesão brutal! Estas rosas duram mais tempo, não exigem tantos cuidados e também são lindas.

Mercado dia da Mãe

2# Diamonds are the girls bestfriend.
Jóias e bijuteria. Aqui a originalidade impera. Se há montras no centro que captam toda a nossa atenção são as montras de acessórios – ourivesarias, bijuterias, relojarias, óculos… São aqueles pequenos grandes detalhes que fazem toda a diferença. Um relógio, porque qualquer mãe tem de andar a horas, uma pulseira, um fio ou um anel dão um toque de sofisticação que as acompanha e uns óculos escuros para que o sol não “encadeie as vistas” quando olham para os seus filhos ou filhas (nós aqui, não discriminamos – ladies and gentelmen)!

Há soluções mais arrojadas, mais clássicas, mais tradicionais que adoramos e ficam sempre bem. Para além das lojas, encontrámos no Mercado do Shopping trabalhos surpreendentes de bijuteria feitos com origamis, materiais reciclados, crochés, peles e muitos outros materiais que nem imaginamos o brilho que podem ter. Algumas peças têm mensagens e dedicatórias “do bem” que é tudo o que queremos que nos acompanhe, bem como, às nossas mães.

Mercado dia da Mãe

3# Velhos são os trapos
Roupas e acessórios. E se há coisa que consegue deixar uma mãe feliz, é um novo “trapito”. Um “trapito”, um “sapatito” que nos fique bem, que possamos estrear naquele dia e, que seja a “nossa cara”. Na nossa opinião é mais um “valor seguro”, desde que, se conheça bem o gosto e estilo da mãe. Aqui, além das nossas lojas preferidas (que são 99,9% das lojas do centro!), que são sempre garantia de sucesso, conseguimos encontrar no mercado peças exclusivas e diferentes. Ah, pois é, conseguimos dar uma peça como a nossa mãe – única e especial.

Mercado dia da Mãe

4# À mesa, com certeza.
Decoração. Um dos melhores momentos do dia da mãe é passado à mesa. Há tradições que devem ser mantidas e almoçar e/ou jantar com as nossas mães é uma delas. E, porque não surpreender com uma peça distinta e elegante, que ajuda a decorar e a eternizar o momento? Encontra vários estilos no centro – Zara Home, a Loja do Gato Preto, a Casa são excelentes opções e no mercado encontrámos também peças muito catitas e originais. Nós aqui, gostamos disso.

Mercado dia da Mãe

5# O que é doce nunca amargou.
Doçaria regional. Convenhamos que embora não seja necessário conquistar nenhuma mãe pelo estômago, é sempre aquela “lembrança” que “cai” sempre bem. É o verdadeiro presente partilhado e que consegue abrilhantar o momento. No Mercado encontramos várias opções de doces tradicionais e gastronomia local. Nós aqui, degustamos isto.

6# Chocolate!
Chocolate. E perguntam vocês – “E o chocolate não é doce”? É.  Mas, o chocolate tem direito a uma categoria própria. Há os doces e há o chocolate. Por isso é que ele tem direito a loja no Centro e banca própria no mercado. E, não discutam com uma mãe esta convicção. É daquelas guerras perdidas à partida e que a mãe tem sempre razão. Na dúvida tragam os dois – o doce e o chocolate! O chocolate é afrodisíaco (sim, as mães também se preocupam com isso!) e tranquilizante. Uma barrinha por dia, nem sabe o bem que nos fazia

Mercado Dia da Mãe

7# Ela é linda sem make-up…
Artigos e/ou uma sessão de maquilhagem. Canta o Agir, e canta muito bem, porque é verdade. Mas, ele há dias que um “pozinho” dá aquele brilhozinho necessário. Um baton, dá-nos outro tom, um rímel, uma base torna-nos mais preparadas para desempenhar as nossas funções de mãe, de forma exemplar. Vão por nós…o centro tem várias opções como MAC, a KIKO, a Sephora, o Boticário, a Douglas, a Perfumes & Companhia e o próprio mercado.

Mercado dia da Mãe

8# Espelho mágico, espelho meu…
Molduras. Encontrámos umas “lanternas molduras” que adorámos. São uma espécie de cubo com várias faces onde podemos colocar fotos nossas com as nossas mães, que funcionam quer ligadas, quer desligadas. Nós achamos que as molduras com fotos são dos presentes mais personalizados e dedicados que podemos dar alguém. E, aqui está uma forma ainda mais original de oferecer. Não há mãe babada que não se derreta com um presente deste.

Mercado dia da Mãe

E as sugestões não se ficam por aqui. Qualquer loja em que se entre tem ofertas para este dia e, não só. O Mercado do Shopping no Almada Forum vai recebendo novidades até ao dia 1 de maio, por isso, nada como ir passando para encontrar o tal – o presente ideal.

Se alguém aqui considera que isto são só sugestões ou pistas indiretas para o dia da mãe, não. São também pistas diretas mesmo, se é que nos fazemos entender…

Deixe a mãe ainda mais feliz. Feliz dia da mãe.

Nós aqui, temos sugestões para o dia da mãe.
Nós aqui, temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fotografia: Lisbon South Bay blog

PRIMARK

A PRIMARK ABRIU NO ALMADA FORUM! HOJE.

METEMO-NOS

Dia 1 de abril. Dia das mentiras. Dia da inauguração da Primark no Almada Forum.

Parece mentira, mas é mesmo verdade. A excitação da abertura da Primark aqui na Lisbon South Bay estava-me a causar “umas ânsias” que, mesmo sabendo que ia estar “à pinha”, que daqui a uns dias se poderá circular mais livremente, ver as coisas com mais calma e tranquilidade, não apanhar filas, etc, etc tive de estar lá, eu tive que ir.  “Gaja que é gaja” percebe e quem não é não tente compreender, porque os argumentos não são razoáveis. Mas, não fui só eu a ter esta necessidade. Estavam “resmas de pessoas ao mesmo”. Essas, sabem porque é que eu estava ali.

Assim que cheguei ao estacionamento leio na porta de acesso ao centro – “Entre para ser feliz”, parecia que me estavam a ler os pensamentos! Oh meus amigos, não precisam de me dizer mais nada! Claro que eu tinha de entrar, tinha de ir lá espreitar (óbvio não me fiquei só por isso)!! Nem eu ficava feliz se não entrasse! A minha veia de publicitária também reparou que o Almada Forum tem um logótipo novo! Cheio de cor e de animação. Estava ali mais uma evidência de que eu tinha tomado a opção certa.

PRIMARK12

Assim que cheguei perto da loja da Primark percebi que não ia ser fácil, mas não era uma fila circular que dava “mil e uma voltas” que me iam demover da minha missão! Rapidamente consegui ficar surpreendida. A organização foi assinalável.  O staff estava preparado para as milhentas pessoas ansiosas como eu, e receberam-nos de “cara alegre” – que é meio caminho andado para tudo correr bem.

PRIMARK9

E, finalmente, entrei! E a loja não defraudou. Quando tiver menos 99,9% da afluência (estatística somente admitida neste dia, 1 de abril) vai ser um espetáculo! Claro que não resisti aos básicos de algodão que sou completamente fã, umas gracinhas para as pequenas, umas “piadas à séria” para mim (que eu não brinco em serviço), uns miminhos para a casa, para o cão e gato que não temos e, num abrir e fechar de olhos o saco estava composto.

FRIDAY

Ui…tenho de ir pagar! E vejo que o tamanho da fila era considerável, vá para ser simpática. Quem tinha chegado ali, não ia baixar os braços e, aventurei-me, “sem medos”. Mais uma vez fui surpreendida para organização. Era muito gente, mas foi rápido chegar à caixa. Aí e, em toda a loja fui recebida por colaboradores simpáticos e felizes, parecendo estar nem aí para a quantidade frenética de clientes. Estavam preparados e a coisa correu bem. Para todos. Por isso também fiquei assim. Feliz com a minha decisão de ter ido e de missão cumprida.

PRIMARK10

PRIMARK11

Esta vai ser a primeira de muitas, aqui na Lisbon South Bay.

Nós aqui temos a Primark.
Nós aqui, temos isto.

BYZZ.002

NÓS AQUI, VESTIMOS ISTO.

vestimos 1

A equipa do Lisbon South Bay blog “traz às costas” uma rica experiência em comunicação e imagem. A Catarina tem uma longa carreira em design (responsável pelo grafismo de inúmeras publicações), o Joel é fotógrafo (sendo que a moda lidera o ranking do seu portfólio) e eu abraço a comunicação e publicidade de várias marcas. Este palmarés “obrigou-nos” a pensar que quando entrevistamos os nossos “embaixadores” temos não só de estar à altura dos mesmos, mas principalmente estarmos confortáveis com o papel a desempenhar. Mais do que o dress to impress é o “vestir o personagem” daquele momento de (boa) conversa.

JR5_6271v2_JR

E desde logo percebemos (as miúdas da equipa) que era importante sermos vestidas neste papel de forma a mantermos a nossa identidade, estarmos seguras e “bem-parecidas”. Foi então que pensámos em uníssono (leia-se a Catarina e eu, que o Joel deixou essa decisão nas nossas mãos) na Byzz. A marca criada pela Sandra Bizarro tem um problema sério quando se entra na loja – gosta-se de tudo, quer-se trazer tudo, por isso o difícil é escolher. É tudo giro? É. Mas é mais do que isso. As roupas penduradas naqueles cabides parecem que têm um megafone a gritar-nos ao ouvido: experimenta-me que vai-te ficar “a matar”. E não é que se lhe damos ouvidos elas ficam mesmo?

Conheço a Sandra há alguns anos e sempre fui contagiada pela sua onda positiva e de bom astral. E quando se entra na Byzz isso sente-se em todo o lado, mas principalmente, no atendimento: da Sandra, da Patrícia e da Luísa. Por isso, ficámos muito felizes e honradas quando a Sandra quis vestir-nos para as produções do blog.

Nós aqui vestimos Byzz.
Nós aqui agradecemos isto.