Screen Shot 2016-09-02 at 01.32.01

COMO ADOTAR UMA BOA POSTURA DE SENTADO

Helena

É oficial! Dentro de 15 dias o ano letivo vai começar… E dentro de muitas outras preocupações existe uma sobre a qual nos devemos mesmo debruçar…

A adoção de uma boa postura! É sabido que hoje em dia as crianças têm um estilo de vida mais sedentário e que passam grande parte do seu dia sentados. Pois bem, antes de mais tenho de lançar o meu recorrente apelo:

– Por favor, incentivem as crianças a brincar na Rua!

– Por favor, deixem os miúdos correrem alguns riscos, explorarem a Natureza!

– Por favor, incentivem a prática desportiva  dos vosso filhos e aproveitem e façam vocês mesmo desporto!

E agora, voltemos à posição de sentado! Grande parte do dia do seu filho é passado na posição de sentado. Seja na sala de aula, no carro, a ver televisão, no computador ou até a ler. Por isso mesmo é essencial que mantenha uma boa postura. Verifiquem se os locais onde os vossos filhos vão estar sentados têm as condições necessárias para assegurar uma boa postura.

A secretária e a cadeira deverão estar de forma que a criança consiga colocar ambos os pés no chão e que permita apoiar os antebraços e os cotovelos na mesa. Depois, depois temos a postura correta que deveremos ensinar e também adotar:

  • Nádegas encostadas atrás, a tocar no fundo da cadeira (sinto-me sempre o pior dos exemplos, uma vez que me consigo sentar sempre na borda das cadeiras), atenção, já caí várias vezes;
  • Peso bem distribuído entre as duas ancas;
  • Nunca cruzar as pernas (este é um dos grandes erros das senhoras, hábito muito difícil de abandonar. Como tal vamos ensinar as meninas desde pequeninas a não permanecerem longos períodos de pernas cruzadas, prejudicial para a postura e para a circulação);
  • Tronco a 90º ou ligeiramente inclinado para a frente, mas nunca inclinado para os lados e muito menos deitado completamente em cima da mesa;
  • Tronco e cabeça sem rotação;
  • Joelhos a 90º;

Uma das posições a evitar e que acontece com demasiada frequência é a de colocar um dos pés debaixo da nádega. Ora, esta é uma postura altamente assimétrica e que contribui para um desvio postural desadequado. O que podemos fazer para corrigir ou compensar? Muitas vezes esta posição é adotada porque não se consegue  chegar com os pés ao chão. Pois bem, a alternativa é colocar uma superfície  com altura no chão para que mantenha os pés apoiados ( caixa de sapatos, degrau…) ou adotar as pernas à chinês, ou seja entrecruzar ambas as pernas.

É mesmo importante que se vá variando as posições e que a preocupação com a postura não distraia a criança das outras tarefas para as quais tem que ter atenção.

Helena Gonçalves Rocha

Habitualmente aconselho a adoção de uma bola de Bobath, ou Bola de Pilates, como alternativa para as crianças se sentarem. Estranho? Verão que não, a criança terá de manter o seu equilíbrio na bola, o que lhe permitirá estar atenta com mais facilidade e adotar uma postura adequada, mantendo sempre os pés no chão. Permite-lhes também manter sempre uma pequena dose de movimento, o que facilita bastante a capacidade de manutenção da atenção. Para os adultos costuma ser bastante mais difícil ver a criança em constante movimento, mas por favor, habituem-se vão ver que os resultados compensam.

Ainda não conseguimos que as escolas portuguesas adotassem este tipo de bola em vez das tradicionais cadeiras, mas podemos utilizá-las em casa para que possa realizar os TPC( podem reduzir o movimento colocando-a dentro de uma base, tipo caixa), ver televisão, pintar, estar no computador.

Vai ver que resulta…Inicialmente é bastante difícil manter o equilíbrio, mas progressivamente as crianças vão adquirindo as competências necessárias.

Experimente e depois conte-nos…

Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *