CristoRei

CRISTO REI VS CRISTO REDENTOR. QUEM GANHA? Por Marlene Gaspar

gostamos 1

O mês passado estive de férias na Cidade Maravilhosa, porque sou tendenciosa e gosto de escolher destinos a sul, e uma das muitas coisas marcantes da viagem foi a visita o Cristo Redentor. Já o tinha visto milhares de vezes na TV, no grande ecrã, em fotos e afins, mas tinha de pisar, tinha de estar lá no alto para ver com estes 2 olhinhos. Fiz logo ali a promessa de que no regresso, tinha de visitar o nosso “Cristo Redentor”, porque é uma vergonha ter um blog sobre a margem sul e não ter feito uma visita a este monumento desde então. Já para não falar das mil quatrocentos e cinquenta e sete vezes mais iva que tinha prometido às pequenas cá de casa fazer-lhe uma visita.

Não foi a minha primeira vez, mas provavelmente tinha a idade da minha filha mais velha quando o visitei, o que significa que já vão…ora, deixa ver, conto pelos dedos, vá uns…bom, como dizia secretário-geral da ONU, António Guterres, é fazer as contas! A visita vale a pena, e para não acharem que o do Brasil é que é, há que fazer um comparativozinho que é para perceberem que também estamos na Champion League, ora vejam:

Indumentária em dezembro/janeiro:

# ora bem, aqui vão mais pontos para o Cristo Redentor. Porque no Rio de Janeiro nesta altura, uma pessoa anda uma roupinha leve e descapotável e no Cristo Rei, é melhor ir tapadinha até aos olhinhos, que a ventania, derruba quaisquer menos de 20kg (que a minha princesa foi ao chão com a força do vento). Calma, sem se magoar e a achar divertido.

Cristo Rei 0
Cristo Redentor 1

Cabelo

# já que estamos a falar da imagem, aqui pode-se dizer que empatam. No Cristo Redentor a humidade arrasa com qualquer penteado e não pensem que dá para dar uma de isto está wild e parece que vem da praia. Não, isto depois de lavar e secar a cabeça fica uma merda desgraça e dá cabo de qualquer boa foto!

Já o Cristo Rei, foi assombrado por uma ventania com rajadas de muitos quilómetros à hora que só não fazem saltar a peruca, porque não a tenho, mas fica impossível domar o cabelo e/ou pedir-lhe para se aguentar para bater uma chapa. Mas vá, fica na memória, e essa já ninguém tira (nem mesmo o Alzeihmer – espero)!

Cristo Rei 0
Cristo Redentor 1

CristoReivsCristoRedentorAltura

# a estátua do Cristo Rei leva a melhor, porque tem 75 metros de altura + 28m porque está em cima do pedestal, já o Cristo Redentor só tem 38m, não podemos é contar que está mais de 700 metros a nível do mar.

Cristo Rei 1
Cristo Redentor 0

Idade

# o Cristo Redentor foi inaugurado em 1931 e o Cristo Rei em 1958. O Cristo Redentor inspirou o nosso e ambos abraçam as capitais dos países irmãos. Assim vou ter de dar uma nota de empate, porque estão muito bem conservados para a idade que têm.

Cristo Rei 1
Cristo Redentor 1

Capelas

# sou uma doida por capelas. Adoro visitar, conversar com Ele e estar ali num momento só nosso. O Cristo Redentor ouviu-me e o Cristo Rei também levou com a mesma dose, que eu gosto sempre de poder ter uma conversa de pé de orelha. Desta vez foi para agradecer e, como é meu apanágio, pede-se sempre qualquer coisa.

Cristo Rei 1
Cristo Redentor 1

CapelasCristoReiRedentor

Capela do Cristo Rei à esquerda e capela do Cristo Redentor à direita

Vistas

# As vistas quer de um quer de outro são de cortar a respiração.

Ponte24deabril

Vista do Cristo Rei sobre a cidade de Lisboa

vistaRio

Vista da cidade do Rio de Janeiro do Cristo Redentor

Sendo assim, assiste-se a um empate técnico. São 2 monumentos com visita obrigatória. Assim, se passas milhares de vezes pelo Cristo Rei e dizes para ti mesmo, que qualquer dia vais lá, trata disso, porque vale mesmo a pena. É a melhor vista sobre a cidade de Lisboa e consegues ver a “South Bay” numa perspectiva 360º, porque acho que os Cristos devem ser como os anjos e não têm costas.

SouthBay

Vista da South Bay

As crianças não pagam e os adultos por €5 têm um vistão do caraças.

ingressos

Gosto muito dos 2, mas tendo em conta que o Cristo Rei está a 10 minutos de Lisboa e o Cristo Redentor a 10 horas de viagem, se calhar é mais fácil chegar a este último, não é mesmo?

Nós aqui temos o Cristo Rei.
Nós aqui temos isto.

Texto e Fotos: Marlene Gaspar

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *