descansar em familia

FIM DE SEMANA OUTRA VEZ… DESACELERAR POR FAVOR. Por Helena Gonçalves Rocha

Helena

Fim de semana outra vez… desacelerar por favor. Dicas para conseguir descansar!

A maioria de nós associa o fim de semana a dois dias de descanso, alegria, euforia e divertimento. Muitos de nós não têm filhos… deitam-se tarde depois de uma jantarada com os amigos, no dia seguinte aproveitam para dormir até mais tarde e “preguiçar” durante todo o domingo.

Muitos de nós têm este cenário como uma memória longíqua, longe, longe, quando ainda não existiam crianças, nem festas de aniversários nem idas à natação e ao ballet.

Pois é, admitam lá, por vezes a aproximação do fim de semana significa uma grande canseira. Por vezes até vos passa pela cabeça que mais valia estar a trabalhar…

E isto porquê? Porque muitas das vezes não sabemos gerir as nossas prioridades e colocamos a vida social dos nossos filhos muito à frente das nossas.

Senão vejamos, sábado de manhã natação, mãe na bancada a registar todos os momentos enquanto elabora lista de supermercado. Almoço tardio, entre deitar uma a duas máquinas de roupa a secar, festa do Luisinho, antes disso passar no centro comercial para comprar o presente desejado, deixar a Maria na festa e ir num instante fazer as compras da semana. Banhos, jantar e estudar? Adormecer no sofá?

Domingo quase tudo se repete, nova festa, T.P.C., arrumar a casa,  almoço de família, arrumar a casa, preparar a semana, mochilas, lanches e almoços.

OHH! STOP!

É urgente desacelerar, é verdade que não somos super-heróis e que necessitamos de tempo de descanso e lazer. É verdade que, mais do que cumprir tarefas, temos de ter tempo para usufruir das relações com os nossos filhos e construir memórias conjuntas.

E depois de alguma análise do que nos rodeia, depois de algumas tentativas e erro, chegámos a algumas sugestões /desafios que nos permitirão abrandar um pouco o ritmo alucinante do fim de semana.

descansar em familia

As casas perfeitas existem nos catálogos de decoração

Viver numa casa perfeita, sempre limpa e arrumada é coisa de IKEA. Passar os sábados de manhã de aspirador numa mão e pano de pó na outra é o suficiente para estragar o nosso humor durante o resto do dia. Sugestão: dividir as tarefas domésticas pelos diferentes elementos da família e pelos diversos dias da semana. Um dia para lavar casas de banho, outro para aspirar a sala, outro para mudar lençóis. Devidamente distribuídas as tarefas por todos os elementos e dias da semana vai ver como ao fim de semana tudo parecerá mais fácil.

Compras de supermercado e passeios pelo shopping ao fim de semana, nem pensar!

Mais vale sacrificar a hora de almoço durante a semana, ou levar as compras ao final do dia quando regressa do trabalho, do que ir em excursão para um supermercado cheio de gente com miúdos que habitualmente se portam mal, fugindo ou pedindo tudo aquilo que vêem. As compras ao fim de semana, domingos, noites ou feriados, é uma moda relativamente recente, moda esta que me faz questionar a qualidade de vida das famílias dos funcionários destes mesmos supermercados. Crianças que não estão com os pais aos fins de semana para que nós comodamente possamos fazer as compras dos guardanapos e detergentes às oito da noite de um sábado.

Sugiro que apreciem e promovam o comércio local, visitem as feiras e mercados com os vossos filhos, para que compreendam que existe a relação direta entre o produtor e o consumidor.

Não precisamos de aceitar todos os convites

É verdade, muitas vezes o fim de semana é distribuído entre 3 e 4 festas de aniversário, muitas vezes distantes umas das outras, uma num sítio mais espetacular do que o outro. Mas será que esta azáfama compensa? Será que não devemos ajudar os nossos filhos a priorizarem, a que festa devemos ir? Qual o amigo que faz mais questão e com o qual nos identificamos mais?

Afinal conseguimos passar um fim de semana inteiro a fazer de UBERpapá, distribuindo-os de festa em festa e sem ter oportunidade de conviver com os nossos próprios filhos.  Onde está o tempo para estarmos uns com os outros, ouvirmo-nos sem ter a pressão do horário semanal?

Um dia sem T’s

Aqui está um desafio bem difícil, mas possível. Um dia inteiro sem telemóvel, sem televisão, sem tablets, um dia sem T’s.

Sem partilhar fotografias, sem saber onde anda toda a gente, sem tirar fotos para postar, apenas a viver cada momento com todos os nossos sentidos presentes.

Hoje em dia este é um real desafio, mas cada vez mais necessário, experimente esta sensação de liberdade e depois conte-nos com foi.

Passear sem rumo pelo mundo

Sair de casa e observar o que nos rodeia, sem pressa, tudo o que a natureza nos proporciona, tão incrível que todos os dias são diferentes, a flor que nasceu, o novo cantar de pássaro, as nuvens no céu que mudam a cada instante.

Estar sem pressa nem horário para nada, para mesmo nada. Apenas aproveitar a companhia e o contacto uns com os outros.

Construir a nossa identidade enquanto família, os nossos momentos, aqueles momentos que a família do lado não faz nem ideia. Tudo o que nos torna diferente dos outros. E para isso é preciso tempo, e para isso é preciso oportunidade de estarmos uns com os outros.

Tentem aproveitar estes dois maravilhosos dias a fazerem coisas que vos dê prazer e a estar com quem mais gostam.

Se tiverem mais dicas para partilhar, façam-no por favor! Esta mãe exausta e à beira de um ataque de nervos agradeceria eternamente!

Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *