Intervenção precoce 5

INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA Por Helena Gonçalves Rocha

ASSINATURA 2 1

Para alguns este é um termo completamente desconhecido, para mim um termo que faz parte do meu quotidiano há mais de 20 anos.

Em 2009 foi criado o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI), e surgiram as Equipas de Intervenção Local (ELI) com abrangência concelhia um pouco por todo o país, só na região de Lisboa e Vale do Tejo existem 36 equipas.

Em 2013 com a implementação do novo Programa de Saúde infantil e Juvenil a Intervenção precoce passa a fazer parte deste programa e os Boletins Individuais de Saúde Infantil reservam algumas páginas para esta área.

Intervenção Precoce, como o nome indica significa intervir atempadamente, cedo, antes de…. A intervenção Precoce é o conjunto de medidas de apoio integrado centrado na criança e na família, incluindo ações de natureza preventiva e reabilitativa, no âmbito da educação, da saúde e da ação social, de forma a prevenir o aparecimento ou agravamento dos problemas da criança e reforçar as competências familiares, para que de forma mais autónoma consiga lidar com a problemática da criança.

Ou seja, nem sempre tudo corre bem, por vezes ao longo do desenvolvimento da criança surgem alterações ou perturbações que interferem com um adequado desenvolvimento. Por vezes, logo no nascimento existem diferenças que fazem com que as famílias se deparem com preocupações acrescidas, tenham de solicitar serviços terapêuticos para que possam garantir um adequado desenvolvimento do seu filho.

Assim, em qualquer dos casos, as famílias poderão ser encaminhadas pelo seu médico para a Equipa Local de Intervenção (ELI), do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) da sua área de residência.

Em que situações as crianças e as suas famílias podem ser apoiadas no âmbito do SNIPI?

As crianças e as famílias podem ser apoiadas no âmbito do SNIPI quando após avaliação da criança e da sua família pela ELI, tendo em conta determinados critérios de elegibilidade, se verificam as seguintes situações:

  • Existência de risco de a criança vir a apresentar alterações ou apresentar alterações nas funções ou estruturas do corpo que limitem o seu normal desenvolvimento e a sua participação nas atividades típicas para a idade e o contexto social.
  • Existência de uma situação de risco grave de atraso de desenvolvimento da criança, face às condições biológicas, psicoafectivas ou ambientais, suscetíveis de implicarem uma alta probabilidade de atraso relevante no seu desenvolvimento

 Intervenção Precoce

Quais são os/as profissionais que prestam apoio nas ELI?

Esse apoio é prestado por profissionais de formação diversificada, afetos aos organismos sob a tutela dos três Ministérios (Saúde, Educação e Ciência e Solidariedade, Emprego e Segurança Social), formando deste modo, uma equipa multidisciplinar composta, entre outros profissionais da área do desenvolvimento da criança, por médicos, enfermeiros, terapeutas, técnicos superiores de educação especial e reabilitação, psicólogos, educadores de infância, professores e técnicos de serviço social.

De que modo é efetuada a intervenção junto da criança e família no âmbito do SNIPI?

Aos profissionais que prestam atendimento à criança compete intervir da forma mais adequada às suas necessidades e potencial de desenvolvimento, devendo ser igualmente sensíveis às preocupações e expetativas da respetiva família solicitando a sua colaboração, em todas as decisões que venham a ser tomadas no processo de intervenção.

A intervenção é implementada nos contextos naturais da criança, isto é, em casa, na creche ou jardim de infância. Tentando dotar os prestadores de cuidados, sejam eles os pais, os avós ou os educadores, de competências que lhes permitam lidar com as dificuldades da sua criança e ajudá-la a potenciar o seu desenvolvimento.

Estes profissionais potenciam, articulam e encaminham as famílias para outros recursos da comunidade que sejam considerados necessários.

Qual a idade das crianças abrangidas pela Intervenção Precoce na Infância?

A intervenção precoce destina-se a crianças com idades compreendidas entre os 0 e os 6 anos de idade.

É durante os primeiros anos de vida que se dá o maior desenvolvimento neuromotor e é também neste período que existe uma maior plasticidade cerebral, ou seja, nesta fase de desenvolvimento é mais fácil estimular e potenciar de modo a que ocorram alterações a nível neurológico. Daí a importância da Intervenção Precoce, daí a importância dos primeiros anos de vida na arquitetura cerebral. Os primeiros anos são como construir a estrutura de uma casa.

Desde sempre desenvolvi a minha atividade profissional nesta área, com diferentes enquadramentos legais, mas sempre com o mesmo objetivo, contribuir para o aumento de qualidade de vida destas famílias e crianças.

Intervenção Precoce

A notícia de que algo não vai bem como desenvolvimento do nosso filho, jamais será fácil, o facto de hoje em dia existirem estas equipas de profissionais em qualquer concelho que poderão orientar e encaminhar para os recursos necessários, poderão fornecer estratégias para promover o desenvolvimento, poderão atuar nos diferentes contextos da criança, será com toda a certeza mais facilitador.

Como tal, se tem dúvidas que a preocupam relativamente ao desenvolvimento do seu filho, fale com o seu médico, questione a educadora do seu filho. Lembre-se que as alterações detetadas atempadamente têm maior índice de sucesso na intervenção.

Legislação aplicável:

Decreto-Lei nº 281/2009, de 6 de outubro  –  Cria o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância

Decreto-Lei nº 3/2008, de 7 de janeiro – Define os apoios especializados a prestar na educação pré escolar.

 

Bom Fim de semana!
Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *