25deabrilAlmadaLSBb

LIBERDADE PARA OUVIR CAMANÉ E THE GIFT

aplaudimos
aqui falámos de Liberdade e nunca é demais celebrá-la. Mantê-la. Querê-la e não contê-la. Liberdade é um valor maior. Ser livre é tão libertador que nos exige alguma responsabilidade pelas nossas escolhas, mas por mais que às vezes as opções não sejam fáceis, nada como saber que fomos nós que decidimos. Por isso podemos escolher como celebrar o 25 de abril. A não fazer nada, a tratar de cenas, a contar carneiros, ou então a assistir a bons concertos e que valem a pena. Mas a escolha é vossa, é tua. Nós aqui tomamos a liberdade de te apresentar o programa de Almada, que como sabemos, não deixa e bem, passar a data em branco.
A Praça da Liberdade (localização óbvia e apropriada) na noite de 24 de abril liberta o fado do extraordinário Camané, fogo-de-artifício e o concerto dos fabulosos The Gift. The Gift, ou “o presente”, porque há por aqui quem nos segue que fique muito ofendido com designações em inglês! Não queremos nada disso. Não queremos ninguém ofendido por escolhas nossas. Não gostam? Eu respeito. Mas respeitem a liberdade que tivemos na escolha. Nós aqui, gostamos de “Lisbon South Bay blog”, nós aqui escolhemos isto.
Faz-me lembrar episódios antes das minha filha mais velha nascer, onde também ouvi algumas opiniões menos entusiásticas relativas à nossa escolha do nome para a pequena. Respetei. Mudámos a nossa decisão por causa disso? Não. Mas, por “causa das tosses”, a segunda filha teve 3 dias no hospital sem nome. Agora estou a brincar, teve mesmo 3 dias no hospital a ser chamada de princesa, mas não “por causa das tosses”, mas pela dificuldade dos pais em chegar a um consenso.
Parentesis à parte, quando leio alguns comentários, alguns ofensivos (até à minha pessoa!) só porque se usa uma designação em inglês na designação do blog, e que fundamentei aqui o motivo, parece que se trouxe o mal ao mundo, neste caso à margem sul! Acho que o trabalho feito até agora, mostra precisamente o contrário. Goste-se ou não do nome. Mas, têm toda a liberdade de gostar ou não, de opinar ou não. Se a escolha for ofender, aí já estou fora. Mas vamos ao programa das festas do 25 de abril, que foi essa a razão que aqui me trouxe hoje.

Programa das Festas  

Um concurso que pretende valorizar a música de intervenção e o seu papel histórico na luta pela Liberdade, mas também homenagear todos os que se bateram pela Democracia em Portugal.
Local Fórum Municipal Romeu Correia – Auditório Fernando Lopes-Graça, Almada
Músicas de Abril na voz de Nuno Ramos, acompanhado por Luís Borralho e Diogo Santana. Um evento intimista e acolhedor para recordar os grandes temas que marcaram a história.
Local Auditório Costa da Caparica
Preço 5 €
Não é fácil falar de José Afonso quando uma das suas armas era a palavra. Todas são pequenas para tamanha obra. Faz 30 primaveras que só ficou a obra, a força da palavra, a melodia pura e bela e a saudade. Obrigado Zeca!
Local Fórum Municipal Romeu Correia – Auditório Fernando Lopes-Graça, Almada
 
Dois nomes fortes da música portuguesa vão estar em Almada para celebrar a Liberdade.  Camané apresenta-nos o seu novo trabalho – Infinito Presente, acompanhado por José Manuel Neto na guitarra portuguesa, Carlos Manuel Proença na viola e Paulo Paz no contrabaixo.
Depois do espetáculo de fogo-de-artifício, à meia-noite, sobem ao palco os The Gift, para dar a conhecer Altar, produzido pelo icónico Brian Eno e misturado por Flood, e que convida o público a dançar e a vibrar.

Local Praça da Liberdade, Almada

Desfile do 25 de Abril – 25 de abril 2017 – 9h

No âmbito das comemorações do 25 de abril realizam-se a cerimónia e o desfile popular promovidos pelas Freguesias e Movimento Associativo junto à estátua aos Perseguidos na Praça do MFA, com intervenções e deposição de coroas de flores junto à estátua aos Perseguidos. Segue-se um programa de animação para todos, a partir das 11h, na Praça S. João Baptista, em Almada.
Local Praça do MFA e Praça S. João Baptista, Almada

Vozes da Liberdade – 21 de abril a 7 de maio 2017
A sonoridade da liberdade constrói-se como base de um discurso expositivo através de multimédia, expressão plástica/pintura, testemunhos, instalações, performances, música, fotografia, cartazes (…) através do olhar dos alunos e em homenagem ao 25 de Abril de 1974
Local: Oficina de Cultura, Almada

Atividades nas Bibliotecas Municipais – Durante todo o mês de abril de 2017
Local: Biblioteca Municipal Central, Almada
Biblioteca Municipal José Saramago, Feijó
Biblioteca Municipal Maria Lamas, Caparica
Nós aqui temos Liberdade.
Nós aqui temos isto.
Texto: Marlene Gaspar
Fonte: CMA
0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *