NATAL

O #NATAL E OS JOGOS EM FAMÍLIA

ASSINATURA 2 1

 

Esta semana lá andei eu na azáfama das compras de Natal. Vê livro, vira jogo, sim, porque para além de mãe de filhos trabalho com crianças e raros são os pais que não me pedem sugestões de brinquedos úteis, didáticos, que promovam o desenvolvimento dos seus filhos.

Como tal, e porque sou uma pessoa muito atenta a tudo que se passa ao meu redor, inclusive aos comentários e conversas de quem passa, há quem diga que é coscuvilhice, mas eu prefiro pensar que é um mero interesse sociológico. Lá fui ouvindo:

– Ai que giro, há tanto tempo que não via este jogo, o que eu jogava quando era miúda…

– Xii, o tragabolas, não se chamava assim, mas é igual, lembraste de jogar mana?

– O Monopólio…eram noites a jogar isto…mas os miúdos agora já não acham graça nenhuma…só querem as consolas e o tablets…

O certo é que não levavam os jogos, só me apetecia enfiar-lhes nas mãos e argumentar, mas o meu interesse sociológico ainda não está assim tão desenvolvido.

Porque será que sinto que também somos nós adultos que privamos os miúdos destas experiências? Não ligam, porque talvez nunca tenhamos experimentado, será?

Há muito que os serões e as tardes de domingo em família assumiram outros contornos. Ficaram na minha memória as batalhas renhidas de 4 em linha, as infindáveis noites a jogar Monopólio.

presentes Natal

Embora com pouca tradição, atualmente este continua a ser um canal privilegiado para reforçar a comunicação entre gerações. O jogo pode estimular a competição, mas também a cooperação.

Para além de um momento lúdico e de prazer por excelência, o jogo permite à criança desenvolver competências bem importantes para o seu desenvolvimento, tais como: saber esperar, respeitar as regras, olhar e escutar o outro, aprender a lidar com a frustração e aprender a apreciar as vitórias e a lutar por elas.

Desafio-vos a experimentar. É claro que esta experiência também requer muito do nosso tempo, mas vão ver que vale a pena.

Nas minhas memórias recentes ficam as jogatanas entre avós e netos e os círculos familiares onde todos jogam TIC TAC BOUM. Hilariante e onde descobri que a idade aprimora a criatividade, vulgo batotice.

Nós aqui jogamos isto!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *