FIDGET SPINNER

SABE O QUE É O FIDGET SPINNER? Por Helena Gonçalves Rocha

Helena
Conheça o brinquedo que já foi proibido em algumas escolas
Os fidget, ou brinquedos anti-stress, foram originalmente utilizados para ajudar crianças com alterações de desenvolvimento, desde o autismo, à hiperatividade e défice de atenção.  Porém, parece que estamos perante uma nova modamania, em que toda a criança e jovem tem mesmo de possuir e controlar um fidget spinner.

Mas afinal do que se trata? É um simples dispositivo, pequeno, com três pontas cujo objetivo é… fazê-lo girar. Este é o “Fidget Spinner”, um brinquedo que não é novo, mas que parece estar a substituir tablets e telemóveis  das crianças em diversas escolas nos Estados Unidos e no Reino Unido.

O “fidget spinner” possui um círculo giratório no centro, sendo que, ao colocar os dedos nas pontas, com um movimento rápido dos mesmos é possível girá-lo, criando uma rotação veloz, com um efeito visual dinâmico, dada a sua variedade de cores. A minha filha adora e já consegue fazer alguns truques, já existem vídeos no YouTube onde os utilizadores demonstram os seus truques.

FIDGET SPINNER

A Origem do brinquedo e sua utilização terapêutica

Confesso que nunca imaginei que os fidget toys virassem moda. Aos longos dos anos já prescrevi vários tipos de Fidgets, entenda-se “fidget como um objeto pequeno que mantém as mãos ocupadas de modo a que a criança consiga focar a atenção no professor.

O aluno pode mantê-lo na mão, senti-lo, mexer-lhe, brincar com ele, tudo isso enquanto se mantém focado no professor. Estes brinquedos são extremamente úteis nos alunos que têm dificuldade em manter a atenção  e em alunos que passam todo o seu tempo a tocar em coisas e pessoas.

Já experimentei vários tipos de objetos desde as bolas anti-stress, balões cheios de farinha ou arroz, borrachas. Se for pequeno, não fizer barulho e couber na mão, temos um Fidget.

bola anti stress

Manter as mãos ocupadas e em movimento, permite uma regulação sensorial necessária para que estes alunos consigam manter-se calmos, focados e com atenção.

Um problema nas escolas
No entanto há um problema com os fidget toys, rapidamente se transformam em distração para toda a sala de aula.
A ascensão dos níveis de popularidade do “spinner” tem sido tão elevada, que algumas escolas proibiram os alunos de os trazer, com receio de que estes possam distraí-los das aulas.

Como tal, existem regras importantes a cumprir quando se utilizam os fidget dentro da sala de aula com objetivo terapêutico:

Não precisas de olhar para o fidget, olhos no professor.
Não deverás chamar a atenção dos teus colegas com o teu fidget.
O fidget deve manter-se nas tuas mãos ou na secretária.

A verdade é que poderão ser utilizados no recreio sem restrições, aliás é uma alternativa bem melhor à utilização dos equipamentos eletrónicos, uma vez que podem desenvolver as competências de motricidade fina e destreza manual.

Atualmente, tal como outra moda que já aqui falei, o Botle Flip, esta é uma brincadeira que promove a interação entre pares e uma saudável competição entre eles. E tal como o Botle Flip, rapidamente irá deixar de ser furor. Mas até lá, aproveite e tente girar sem parar e aprender alguns truques com os seus filhos.

Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *