Artigos

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Forum

CINEMA 4DX DA GRANDE LISBOA É NO ALMADA FORUM.

assistimos

Ah, pois é! A primeira sala de cinema com a tecnologia 4DX na zona da grande Lisboa é na margem sul, mais precisamente no Almada Forum e vai abrir hoje ao grande público. Esta tecnologia põe à prova todos os nossos sentidos e a forma tradicional de assistir a uma sessão de cinema.

Nós aqui, aceitámos o convite de estar presente na antestreia 4DX do filme “10 Cloverfield Lane”, o novo filme do produtor J.J. Abrams, onde os monstros assumem muitas formas, ainda mais arrebatadoras no formato 4DX. Os argumentos para ir eram mais que muitos, mas nós nestas coisas boas que acontecem na Lisbon South Bay,  somos umas “fáceis”.

Nós, e muitas caras conhecidas e alegres que fizeram questão de estar presente neste grande acontecimento e, obviamente, experimentar novas sensações e usufruir desta nova experiência. Todos os caminhos vieram dar ao Almada Forum.

A antestreia foi antecedida de um cocktail para os convidados onde se percebeu claramente a curiosidade sobre esta nova tecnologia.

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Fórum

Inauguração da sala 4DX da NOS Cinema no Almada Forum com presenças como Alexandra Borges, António Raminhos, Bruno Rosendo, Carlão, Dânia Neto, Duarte Siopa, Henrique Feist, Isabel Figueira, Isabel Nogueira, Isilda Peixe, Márcia Leal, Oceana Basílio, Pedro Reis, Ricardo Carriço, Rita Ferro Rodrigues, Teresa Lameiras.

E chegou o grande momento! A entrada na sala. Foi-nos logo distribuído uma máscara que causou logo aquele suspense de: “Hum, o que é que vai acontecer ali dentro?!”

Grande parte da assistência eram atores e profissionais da comunicação e foi engraçado ver as suas expressões expectantes sobre esta nova forma de espectáculo, que me atrevo a dizer, sem qualquer dado estatístico que o comprove, que pensaram que profissionalmente vão querer trabalhar com esta técnica. Especulações à parte, o Ricardo Carriço lançou o mote (ver vídeo abaixo) e é tudo o que vos vamos contar sobre a história do filme, porque não queremos ser desmancha-prazeres. Aconselhamos a ir sem expectativa para viverem a experiência a 100% e não condicionada. (Aproveito para manifestar o meu desagrado quando alguém me relata os filmes antes de eu os ver. Para essas pessoas um gesto e uma expressão: mãos nos ouvidos e “I can’t ear you”, “I can’t ear you”. *

Vá, podemos ainda adiantar (que também não aguentamos não dizer nada vezes nada, não somos de ferro!), que há cerca de 20 efeitos diferentes, maximizando a sensação de envolvimento e integração no filme. E acreditem, que sentimos que estamos ali, ou lá – lá dentro, dentro do filme! Somos parte do filme e sofremos na pele (quase literalmente) as várias sensações dos personagens!

As cadeiras integram um sistema eletrónico de movimentos que permite simular inúmeras sensações como voar, cair, acelerar ou travar.

A sala recria ainda efeitos ambientais e contextuais como vento, água, chuva, nevoeiro, aromas (acreditem que se sente os cheiros e o frio e eu estava ligeiramente constipada, mas também não precisam de ir de manta!), entre outros, numa sintonia e sincronia com as imagens do ecrã. É outra cena. É muito fixe. E agora sim, mais não dizemos!

Parabéns aos responsáveis pelo projeto: a NOS Cinema, em parceria com a CJ 4Dplex Co. e a Multi Portugal. Ao que apurámos o Almada Forum tem um filme novo todas as semanas nesta sala 4DX com capacidade para 100 pessoas, por isso é estar atento e ir. Nós aqui, vamos andar por lá. Ah, pois vamos.

Nós aqui temos cinema 4DX.
Nós aqui, temos isto.

I can’t ear you” – não vos ouço.

Fotografias BILMA

PRIMARK

A PRIMARK ABRIU NO ALMADA FORUM! HOJE.

METEMO-NOS

Dia 1 de abril. Dia das mentiras. Dia da inauguração da Primark no Almada Forum.

Parece mentira, mas é mesmo verdade. A excitação da abertura da Primark aqui na Lisbon South Bay estava-me a causar “umas ânsias” que, mesmo sabendo que ia estar “à pinha”, que daqui a uns dias se poderá circular mais livremente, ver as coisas com mais calma e tranquilidade, não apanhar filas, etc, etc tive de estar lá, eu tive que ir.  “Gaja que é gaja” percebe e quem não é não tente compreender, porque os argumentos não são razoáveis. Mas, não fui só eu a ter esta necessidade. Estavam “resmas de pessoas ao mesmo”. Essas, sabem porque é que eu estava ali.

Assim que cheguei ao estacionamento leio na porta de acesso ao centro – “Entre para ser feliz”, parecia que me estavam a ler os pensamentos! Oh meus amigos, não precisam de me dizer mais nada! Claro que eu tinha de entrar, tinha de ir lá espreitar (óbvio não me fiquei só por isso)!! Nem eu ficava feliz se não entrasse! A minha veia de publicitária também reparou que o Almada Forum tem um logótipo novo! Cheio de cor e de animação. Estava ali mais uma evidência de que eu tinha tomado a opção certa.

PRIMARK12

Assim que cheguei perto da loja da Primark percebi que não ia ser fácil, mas não era uma fila circular que dava “mil e uma voltas” que me iam demover da minha missão! Rapidamente consegui ficar surpreendida. A organização foi assinalável.  O staff estava preparado para as milhentas pessoas ansiosas como eu, e receberam-nos de “cara alegre” – que é meio caminho andado para tudo correr bem.

PRIMARK9

E, finalmente, entrei! E a loja não defraudou. Quando tiver menos 99,9% da afluência (estatística somente admitida neste dia, 1 de abril) vai ser um espetáculo! Claro que não resisti aos básicos de algodão que sou completamente fã, umas gracinhas para as pequenas, umas “piadas à séria” para mim (que eu não brinco em serviço), uns miminhos para a casa, para o cão e gato que não temos e, num abrir e fechar de olhos o saco estava composto.

FRIDAY

Ui…tenho de ir pagar! E vejo que o tamanho da fila era considerável, vá para ser simpática. Quem tinha chegado ali, não ia baixar os braços e, aventurei-me, “sem medos”. Mais uma vez fui surpreendida para organização. Era muito gente, mas foi rápido chegar à caixa. Aí e, em toda a loja fui recebida por colaboradores simpáticos e felizes, parecendo estar nem aí para a quantidade frenética de clientes. Estavam preparados e a coisa correu bem. Para todos. Por isso também fiquei assim. Feliz com a minha decisão de ter ido e de missão cumprida.

PRIMARK10

PRIMARK11

Esta vai ser a primeira de muitas, aqui na Lisbon South Bay.

Nós aqui temos a Primark.
Nós aqui, temos isto.

PLAYMOBIL

MEGA ALDEIA #PLAYMOBIL

brincamos a isto 1

Não é novidade, mas como até ao dia de Reis ainda estamos na quadra natalícia, ainda conseguimos espreitar a Mega Aldeia Playmobil no Almada Fórum, patente até ao dia 6 de janeiro.

E, valeu a pena. É impressionante e magnífico apreciar uma aldeia construída com milhares e milhares de “pecinhas” que todas juntas e encaixadas conseguem fazer com que a nossa mente nos transporte para aqueles cenários e nos “torne” naqueles “seres”. Nos faça imaginar que somos um deles. Está tudo tão bem feito, tão pensado ao pormenor, tão criteriosamente construído, que é digno de registo. As fotos não têm a qualidade que têm as do Joel e, assumimos a falha desse pequeno grande detalhe mas, os artistas que construíram aquele cenário de sonho, têm de ficar “imortalizados” no nosso blog.

Nós aqui, conseguimos interpretar diversos papéis imaginários: a noiva a entrar na igreja (não é nenhuma indireta, nem direta, mesmo!), o bombeiro, a artista de circo, o senhor da bomba de gasolina, os pescadores (tão típicos da nossa região), a empregada de supermercado, da pizzaria ou do cabeleireiro, trabalhador dos comboios aqui da margem sul, os pedestres a passear pelos parques, os clientes do hotel, da roda gigante, etc. Podemos viver por alguns instantes um personagem diferente, que nos faça sonhar.

E, como sonhar é divertido, convidamos a uma visita a esta aldeia.
Se não for possível, espreitem aqui, alguns cenários que despertam a vossa imaginação.

Nós aqui temos a Aldeia Playmobil.
Nós aqui temos isto.