Artigos

Patrulha PataMargem Sul

O FENÓMENO CANINO NO CARNAVAL. E NÃO SÓ!

mascaramos 1

Se o ano passado não houve direito a máscaras cá em casa como contámos aqui, este ano a história não teve comparação. Houve escolha, dedicação e empenho. Tudo por culpa desse estranho fenómeno que é a Patrulha Pata. Para os mais desatentos e que seguramente não convivem com crianças pequenas a Patrulha Pata não tem nada a ver com patos (como já fui questionada), mas sim com…cães! Sim, cães. Os cães têm patas, logo temos uma patrulha de animais com patas que se juntam para resolver todo o tipo de situações. A famosa Patrulha Pata. Versão brasileira: “Patrulha Canina”.

A Patrulha Pata está para as crianças de hoje como o Dartacão estava nos nossos dias (leia-se década de 80). E aí está, mais uma vez o fenómeno canino a dar cartas e o Carnaval explora-o como se não houvesse amanhã. Até porque não sabemos mesmo o que virá substituir este fenómeno amanhã.

CaesLSBb

As semelhanças são muitas:
Nós sabíamos na ponta da língua o inesquecível:

Te-te-te-te-te-te-te-te-te. Era uma vez os três, os famosos moscãoteiros, o pequeno Dartacão e seus companheiros, os melhores amigos são os três moscãoteiros e quando em aventuras vão são sempre os primeiros…

As crianças de hoje em dia cantam de cor e salteado:
Patrulha pata, patrulha pata a salvar o dia… não me peçam para cantar mais, porque é isto que me interessa. Na verdade a Patrulha Pata salva o dia dos pais. Quando a comida está difícil de acabar decidimos dar uma colher a cada um dos membros da patrulha e acreditem que são muitos cães, por isso dá para acabar tudo. Quando se desesperam à espera de alguma coisa, lá está, a patrulha pata entra em ação (é só abrir o youtube) e a magia acontece. Ficam anestesiados. Já sei que estão a pensar, que não se devemos ser dependentes da tecnologia e isso não é bom para as crianças e blá, blá, blá. É um facto, mas uma ótima ajuda em desespero de causa. E, nem sempre, nem nunca!

A diferença para o nosso tempo é que nós não tínhamos o poder da escolha de ouvir/ver os episódios quando queríamos, mas os sábados e domingos de manhã era uma garantia de sossego para os nossos pais.

São estes fenómenos caninos que salvam gerações. Mais uma vez, a prova de que os cães são os nossos melhores amigos.

Nós aqui e aqui já lhe demos sugestões de Carnaval na margem sul, por isso resta-nos desejar um Bom Carnaval!

Nós aqui, temos máscaras.
Nós aqui, temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Carnaval20102_g

EM ALMADA TAMBÉM SE BRINCA AO CARNAVAL.

brincamos a isto 1

#Sesimbra pode ser a rainha do Carnaval da margem sul, mas Almada não se fica e já arranjou um belo programa para se brincar e com tudo que se tem direito. A saber:

CarnavalAlmada1
CarnavalAlmada2
CranavalAlmada

A Praça S. João Baptista, em Almada, vai ser o palco da festas e pelos vistos este Carnaval promete: o grupo musical They Must Be Crazy, ateliês para famílias com pinturas faciais, construção de tambores, loucuras capilares (whatever that means!) e um fotógrafo muito especial.

A entrada é livre por isso embora aí brincar ao Carnaval?

Nós aqui temos Carnaval em Almada.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

CarnavalSesimbraLSBb

O CARNAVAL DE SESIMBRA É LINDO.

aplaudimos

O sol chegou e o Carnaval de Sesimbra também. É provavelmente o Carnaval mais emblemático da margem sul e uma das festas mais bonitas de Portugal. E, por isso já estão preparados os desfiles das escolas, bailes de mascarados, concursos de fantasias, as tradicionais Cegadas, as Cavalhadas de Alfarim, o Desfile Trapalhão, na Quinta do Conde, e o popular cortejo de Palhaços, considerado um dos maiores do mundo.

Os aguardados desfiles das seis escolas de samba e dos dois grupos de axé, que acontecem nas tardes de domingo e terça-feira já estão a postos para desfilar à beira-mar. São mais de  1300 desfilantes e milhares de espectadores ao longo de cerca de um quilómetro. Sim, porque esta festa é preparada com grande antecedência. São meses antes de tempo livre a ensaiar coreografias, passos de dança, vozes e instrumentos e a ultimar fantasias e carros alegóricos.

O cortejo dos palhaços 

A vila de Sesimbra passou a ser conhecida por acolher o maior desfile de palhaços do mundo, que junta todos os anos perto de  quatro mil mascarados de todas as idades.
O Cortejo de Fantasias de Palhaço começou por ser uma brincadeira de um grupo de amigos, em 1999 e logo ganhou fama, tornou-se conhecido a nível nacional e juntou centenas de pessoas fantasiadas de palhaço. Em equipa vencedora não se mexe e foi reunindo cada vez mais mascarados, até se tornar num dos destaques do Carnaval de Sesimbra.Contam-se também com um conjunto de gerigonças, como barcos com rodas, naves espaciais, triciclos com asas, que dão um outro colorido a um festejo com muitas surpresas.
E se quiser participar no desfile basta aparecer, devidamente trajado. Ah pois é. Afinal há coisas que não precisa preparar com tanta antecedência.
Marca na agenda, dia 27 de Fevereiro, segunda, a partir das 15 horas, na vila de Sesimbra (Praça da Califórnia, Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Largo da Marinha).

 
As cegadas 
Sesimbra é um dos poucos locais do país que ainda mantém viva a tradição das Cegadas. O costume da zona rural, com mais de cem anos, está de volta durante o Carnaval às freguesias do Castelo e de Santiago.

O grupo de cegantes de Alfarim é constituído exclusivamente por homens. Apresentam versos ao estilo das antigas canções de escárnio e maldizer, que serão momentos imperdíveis.
As Cegadas passam por Sesimbra, Lagoa de Albufeira, Azoia, Meco, Zambujal, Aiana de Cima, Caixas e Alfarim de 25 a 28 de Fevereiro, a
No dia 4 de Março, sábado, fazem a última apresentação do Carnaval no Cineteatro Municipal, às 21h30 horas, repetindo o êxito conseguido nos últimos anos.

Carnaval só no feminino 
Mas, se temos o grupo anterior exclusivamente composto por homens, o mulherio não se deixa ficar para trás. O grupo feminino de afro-axê Tripa Mijona, desfila na tarde de sábado, que surgiu porque não podiam fazer parte do grupo Tripa Cagueira porque é constituído por e para homens. Elas não se ficaram e por isso é iremos botar o olho n’elas. Calma, porque não estamos aqui a atiçar rivalidade, até porque a distinção é considerada saudável por ambos os grupos e na sede que partilham é notória a união, comunicação e relação entre eles e elas. O objetivo é o mesmo – que o Carnaval de Sesimbra seja mais bonito.
O desfile do Grupo Feminino de Afro-axé Tripa Mijona saí à rua no sábado, dia 25, às 16 horas, e vai percorrer a Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, na vila de Sesimbra.
O programa das Festas está todinho aqui para que não te escape nada.
CarnavalSesimbra
CarnavalSesimbra2
É Carnaval ninguém leva a mal.
Nós aqui temos o Carnaval de Sesimbra.
Nós aqui temos isto.
Texto: Marlene Gaspar
Imagem: wikipedia
12660240_10205494080288014_1813382509_n

ONTEM FOI ASSIM.

viemos

Ontem o Lisbon South Bay blog brincou ao Carnaval.

Captura de ecrã 2016-02-9, às 10.01.55

Você pensa que cachaça é água
Cachaça não é água não
Cachaça vem do alambique
E água vem do ribeirão

Pode me faltar tudo na vida
Arroz, feijão e pão
Pode me faltar manteiga
E tudo mais não faz falta não…

Nós aqui brincámos ao Carnaval.
Nós aqui temos isto.

Siga-nos em:

1427390732_Instagram-512

palhaços

MASCARADA? OBRIGADA NÃO.

mascaramos 1

Carnaval. Momento de folia e diversão. Criança que é criança tem de se mascarar no Carnaval. E é tão giro, para nós pais, vê-los mascarados e poder mostrar as fotos deles fantasiados. Verdade? Giro é, mas tem mesmo de ser assim? Não, necessariamente.

A minha filha de 5 anos não se quis mascarar e ao ler o texto de Evelyn Scheven sobre o Carnaval, abordei esta questão de uma perspectiva diferente.

O carnaval é a época festiva entre a epifania e a paixão. Como tantas festas cristãs, são continuações de antigos hábitos pagãos. A rigidez que a vida nos impõe, pode ser esquecida por algum momento, durante as festas de carnaval. Embora a South Bay tenha uma programação de Carnaval por excelência e que gosto muito de apreciar, o Carnaval não é uma época que me diga muito. Já me diverti bastante em muitos carnavais, principalmente aqui, na margem sul. Mas, é daquelas alturas que ou se está virado para a folia e é até as forças não darem para mais, ou não se está. E aí, passa um pouco ao lado. “Um pouco”, porque este ano tive um pedido surpreendente. A minha filha pediu para se mascarar! De palhaça!

Pára tudo. Mascarar-se?! Ela nunca se quis mascarar, mas este ano quis fazê-lo e apesar do espanto, fui tratar da máscara pedida.

Sexta-feira antes do Carnaval foi a festa da sua escola. Ao acordar nessa manhã ela lançou um olhar de pânico até que conseguiu expressar que não queria mascarar-se. Não percebi se o receio era de dizer que não queria e estar a voltar com a palavra atrás ou se era da possibilidade de ter de ir mascarada. Provavelmente eram os dois. Somos a favor da liberdade de expressão e, por isso, dissemos que ela podia não ir mascarada, sem insistência ou pressão. Vestiu-se normalmente, mas o estado de pânico manteve-se até que conseguiu dizer que não queria ir para a escola, porque iam estar todos mascarados e ela não. A custo consegui convencê-la que ela não tinha de deixar de ir à escola por querer estar diferente, ou mascarar-se, porque os outros o faziam.

Voltando ao texto sobre o Carnaval:
Normalmente o ser humano cria uma máscara social a partir dos seis ou sete anos de idade. Essa máscara é a imagem que a criança sente que as outras pessoas esperam dela. É uma proteção que evita uma série de aborrecimentos.

A Victória tem 5 anos, e deu-me uma grande lição. Ao chegar à escola e ver todos os amigos mascarados sentou-se num canto, claramente a sentir-se “à parte”. Disse-lhe que podia ir buscar o fato de palhaço, para o caso de mudar de ideias. Não quis. Não estava confortável com aquela situação, sentia-se, mas ser parte “do rebanho” (no bom sentido), também não era opção. E, no alto dos seus 5 anos, ela lidou muito bem com a situação. Não foi uma “maria vai com as outras”, apesar de ser a via mais fácil. Como diz o texto “é uma proteção que evita uma série de aborrecimentos.” E, ela enfrentou muito bem a sua “dor de crescimento”.

Temos de reconhecer que a escola e os amigos tiveram um papel muito importante, porque respeitaram e não discriminaram a sua escolha. E é esse espírito de cidadania que temos de ensinar e preservar.

Eu, como mãe, senti-me de coração apertado, mas orgulhosa. Orgulhosa daquele ser que não escolheu a via mais fácil, mas não deixou de se divertir por causa disso. Bem-haja o Carnaval.

Pois como refere o tal texto do Carnaval:

Mas se com o tempo a criança se confundir com a máscara, a proteção vira prisão ou, pior, o adulto se imagina uma outra pessoa, que as condições sociais ou profissionais impõem que ele seja, e que não tem nada a ver com seu eu.
Nesses dias, qualquer um pode ser velho, jovem, rico, pobre, bonito ou feio. Pode-se experimentar uma nova máscara, sem grandes consequências, bastando estar atento para que a brincadeira não exceda limites.*

* Evelyn Scheven
O Caminho de Cristo

Mascarados ou não, nós aqui desejamos um excelente Carnaval.

Nós aqui, temos máscaras. Ou não.
Nós aqui, temos isto.

Carnaval

#CARNAVAL TRAPALHÃO NO SEIXAL. 8 FEVEREIRO.

desfilamos 1

O Carnaval é celebrado de forma diferente nas várias localidades. E o Seixal vai ter um desfile onde reinarão as palhaçadas e brincadeiras.

As ruas da cidade do Seixal vão-se animar na noite de segunda-feira de Carnaval. Conta-se com gente disposta a esquecer e fazer esquecer rotinas diárias, e que dando asas à sua criatividade e imaginação, alegria e boa disposição. Já dizia Einstein: criatividade é a inteligência a divertir-se e, a imaginação é mais importante que o conhecimento. Então, vamos lá criar e imaginar.

A festa começa nas ruas – a partir das 22h00 – com início no Largo 1.º de Maio (Mundet), percorrendo várias artérias do Seixal. Continua-se e acaba-se nas colectividades, como acontecia noutros tempos.

Junte os amigos, vizinhos, conhecidos, colegas de trabalho, famílias, e venham passar uma bela noite no Seixal.

Carnaval Trapalhão

Neste Carnaval se não puder ajudar, atrapalhe. O importante é participar. É Carnaval, ninguém leva a mal.

Nós aqui temos o Carnaval do Seixal.
Nós aqui temos isto.

Carnaval de Sesimbra

CARNAVAL EM SESIMBRA. ATÉ 13 FEVEREIRO.

desfilamos 1

O Carnaval é uma festa anual, celebrada de forma diferente em várias partes do mundo e até no nosso país.

O Carnaval é muito mais do que uma altura do ano em que reinam as palhaçadas e brincadeiras. É uma forma de expressão em constante evolução, que nos liga ao nosso passado e mostra-nos como cada cultura interage com o ambiente que a rodeia. O poder e a criatividade que assumem os Carnavais mostram como esta arte pode ser uma demonstração de como vai a vida dos povos.

E, se há Carnaval que tem tradição, história e é sinónimo de sucesso é o Carnaval de Sesimbra. E, este ano não vai ser exceção!

Os preparativos do Desfile das Escolas de Samba e Grupos de Axé, o ponto alto do Carnaval de Sesimbra iniciam-se com vários meses de antecedência e envolvem centenas de voluntários. São muitas as pessoas que dedicam os seus tempos livres a retocar fatos, ultimar adereços, aperfeiçoar coreografias e passos de dança e afinar vozes e instrumentos para realizar este evento que atrai milhares de visitantes à vila de Sesimbra.

Este Carnaval é realizado por seis escolas de samba e dois grupos de axé, com cerca de 1300 elementos. O cortejo percorre cerca de um quilómetro junto ao mar, com muita cor, música e animação pela vila.

A festa de Carnaval dura 3 semanas, por isso, escolha a fatiota, deixe cair e máscara e veja qual a(s) melhor(es) altura(s) para desfilar na vila de Sesimbra.

Programa:
23 JAN | sáb | 22.30h –
 BAILE – CHEIRINHO A CARNAVAL – Grupo Axé Maré (Tripa Cagueira)
Sociedade Musical Sesimbrense
de 30 JAN a 13 FEV – EXPOSIÇÃO CARNAVAL – Galeria em Projeto, Sesimbra
30 JAN | sáb | 22.30h – BAILE TRAPALHÃO – Grupo Axé Maré (Tripa Cagueira) e Escolas de Samba e Grupos de Axé – Sociedade Musical Sesimbrense
31 JAN | dom | 15h – ENSAIO TÉCNICO DAS ESCOLAS DE SAMBA E GRUPOS DE AXÉ – Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, Sesimbra
5 FEV | sex | 10.30h – DESFILE DOS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO E ENSINO – Avenida da Liberdade, Largo 5 de Outubro e Rua João da Luz, Sesimbra – Avenida 1.º de Maio, Quinta do Conde
de 5 a 8 FEV | sex a seg – BAILES DE CARNAVAL – Sociedade Musical Sesimbrense
6 FEV | sáb | 11h00 – CONCURSO INFANTIL DE FANTASIAS – Fortaleza de Santiago, Sesimbra
de 6 a 9 FEV | sáb a ter – BAILES DE CARNAVAL – Clube Sesimbrense
de 6 a 9 FEV | sáb a ter – CEGADAS
6 FEV | sáb | 15h – DESFILE TRAPALHÃO – Largo da Feira Festa, Rua Sacadura Cabral, Avenida Principal e Largo do Mercado, Quinta do Conde
6 FEV | sáb | 16h00 – DESFILE DO GRUPO FEMININO DE AFRO-AXÉ TRIPA MIJONA – Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, Sesimbra
6 FEV | sáb | 22.30h – TRIO ELÉTRICO – A NOITE DOMINÓ – Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, Sesimbra
7 FEV | dom | 14h00 – DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA E GRUPOS DE AXÉ – Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, Sesimbra
8 FEV | seg | 15h00 – CORTEJO DE FANTASIAS DE PALHAÇO – Praça da Califórnia, Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Largo da Marinha, Sesimbra
9 FEV | ter | 14h00 – DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA E GRUPOS DE AXÉ – Avenida 25 de Abril, Rua da Fortaleza e Avenida dos Náufragos, Sesimbra
9 FEV | ter | 15h00 – CAVALHADAS – Largo das Forças Armadas, Alfarim
10 FEV | qua | 21.30h – ENTERRO DO BACALHAU – Largo 5 de Outubro, Largo da Marinha, Largo do Município e Largo José António Pereira, Sesimbra
13 FEV | sáb | 21.30h – CEGADAS DE SESIMBRA – Bilhete: 3€- Cineteatro Municipal João Mota, Sesimbra

Fonte: CMSesimbra
Fotos: Arca de Darwin

Nós aqui temos o Carnaval de Sesimbra.
Nós aqui temos isto.