Artigos

caldeirada-de-peixe

NÓS AQUI, TEMOS CALDEIRADAS. MARÇO.

degustamos

Nós aqui temos caldeiradas daquelas em que queremos estar “metidas”, caldeiradas das boas, que quanto mais “espécies” entram, mais apetece saborear.

Ora comecemos pela caldeirada de Sesimbra. E “quem” é que se mete nisto? O tamboril, o safio, tremelga e pata-roxa, ou caneja, como é conhecida em Sesimbra. Estes são os peixes indispensáveis na Caldeirada “À Pescador”, uma referência na gastronomia sesimbrense. Mas há quem lhe junte outras espécies capturadas pela frota local.

Antigamente, o peixe era apanhado no próprio dia e não eram raras as ocasiões em que algumas espécies mais nobres, como o cherne ou a lagosta, entravam na receita. As mãos fortes e calejadas que empatavam o anzol, recolhiam e amanhavam o pescado eram as mesmas que elaboravam delicadamente a melhor caldeirada e a irresistível massa confecionada com o caldo.

Para dar o devido protagonismo a este prato típico e às espécies capturadas pela frota sesimbrense de 24 a 27 de março ocorre a iniciativa Caldeiradas de Sesimbra. Sesimbra é Peixe, por isso não podia faltar a caldeirada.

Os restaurantes interessados em participar no evento podem inscrever-se até 4 de março. A ficha de inscrição, disponível aqui (http://www.cm-sesimbra.pt/frontoffice/pages/1077?news_id=4720),

pode ser entregue pessoalmente ou enviada para a Câmara Municipal de Sesimbra, Gabinete de Apoio às Pescas e Ruralidade, Rua da Cruz n.º 24 – A, 2970-735 Sesimbra, com o telefone 21 228 87 14, ou para o e-mail pescas.ruralidade@cm-sesimbra.pt.

Já a Costa da Caparica iniciou o concurso de Caldeiradas à Pescador, um certame já tradicional da Costa da Caparica. Realiza-se há 32 anos, mas devido a uma mudança no título da competição, esta é a 12ª edição do Concurso tal como é denominado agora. Esta iniciativa pretende promover o turismo local através de uma Confraria que estará prestes a ser lançada. O concurso termina a 20 de março e os Restaurantes a Concurso onde pode saborear a caldeirada à Pescador são:

– Cabana do Pescador
– Horizonte (Ever Caparica hotel)
– O Camões
– O Golfinho
– OHHH TC
– Praia do Castelo
– Só grelhados
– Põe-te Fino II
– Tarquinio

Meta-se em caldeiradas e venha à Lisbon South Bay saborear esta iguaria.

Nós aqui temos Caldeiradas.
Nós aqui temos isto.

SOL DA CAPARICA

FESTIVAL SOL DA CAPARICA. 11 A 14 DE AGOSTO.

ouvimos

E, já estão anunciadas as datas para o Festival Sol da Caparica 2016 – na Costa de Caparica.

Aqui vou eu para a Costa
Aqui vou eu cheia de pica
De Lisboa vou fugir
Vou para “o Festival Sol da Caparica”…

O Festival regressa no nosso querido mês de agosto e vai decorrer entre os dias 11 e 14 desse mês. Não interessa de onde vai fugir, o que interessa é que venha o Festival Sol da Caparica.

O cartaz ainda não foi divulgado, mas a organização garante que o DNA do festival mantém-se e mais uma vez a lusofonia terá o papel principal.

Esta ano será a 3ª edição do festival “O Sol da Caparica” que recebeu entre 65 e 70 mil pessoas nas edições anteriores.

Este grande festival da nossa margem sul acompanha a música com o sol, como o próprio nome convida, praia e surf, ou seja argumentos de peso para ser um sucesso.

Aguardamos então pelo cartaz e o preço dos bilhetes, mas para já reservem já estas datas. Nós aqui vamos ter música, sol, praia, surf e muito mais.

Nós aqui, temos Festival Sol da Caparica!
Nós aqui, temos isto.

Fotografia: D.R.

Costa de Caparica

A COSTA DA CAPARICA DESAFIA-VOS. 26 A 28 FEVEREIRO.

aplaudimos

Se viver perto da praia faz bem à saúde como disseram os últimos estudos, imagine fazer desporto junto à praia. É saúde para dar e vender. Mas como ter saúde nunca é demais, a Costa da Caparica vai ter não 1, mas 3, 3 desafios para participar.

E perguntam vocês que 3 desafios são esses? Satisfazemos já a curiosidade:

#Desafio Praia
#Desafio Cross
#Desafio estrada

Estes desafios vão acontecer nos próximos dias 26, 27 e 28 de Fevereiro de 2016, na Costa da Caparica e são um conjunto de três provas atléticas – CHALLENGE CAPARICA 2016

 Dia 26 de Fevereiro às 20h30
Desafio praia – 5 km
– Dia 27 de Fevereiro às 11h20
Desafio Cross – 3 VOLTAS – 4,5 KM
– Dia 28 de Fevereiro às 10h00
Desafio Estrada (17.º Grande Prémio do Atlântico) – 10km

Mas se são 3 desafios, são 3 vencedores? Perguntam vocês ansiosos. Não. Não são 3 vencedores (a ideia de vencedor é ser o primeiro), por isso haverá um vencedor. No final dos três dias, será considerado vencedor o atleta com maior pontuação na soma das três participações (a pontuação será definida pela classificação geral, o vencedor terá cem pontos, o segundo o peso do seu tempo a dividir pelo tempo do primeiro convertido em pontos).

Convencidos? Abaixo seguem as informações para os que querem participar. Para os que ainda não sabem, consultem também, pois pode ser que tire as dúvidas.

A inscrição poderá ser feita por uma das seguintes formas:

Opção 1:
ONLINE

Opção 2:
PESSOALMENTE:
Nas instalações da Xistarca, na Calçada da Tapada, 71 A, Lisboa, entre as 9h30/13h e as 14h/18h30, todos os dias úteis.

MAPA/PERCURSOS

Desafio Praia
A corrida de praia terá início às 20h30 do dia 26 de Fevereiro. Uma única volta (ida e retorno) num percurso com partida e chegada no mesmo local da Praia Nova da Costa da Caparica.

Desafio Cross
A corrida de Cross (3 VOLTAS – 4,5 KM) terá início às 11h20 do dia 27 de Fevereiro.

Por séries (se necessário) e através das devidas voltas num percurso, em terra batida e relva, traçado no Parque Urbano da Costa da Caparica. Como complemento, prevêem-se provas de Cross Jovem abertas aos escalões de Benjamins, Infantis, Iniciados e Juvenis (Masculinos e Femininos), com distâncias de acordo com o determinado pela Federação Portuguesa de Atletismo para esses escalões.

Desafio Estrada – Grande Prémio do Atlântico
O 17.º Grande Prémio “Atlântico”, com partida marcada para as 10h00 do dia 28 de Fevereiro na Rua Jerónimo Dias (junto à  Sede do Núcleo e à Escola EB 23).

Segue pelas Avenidas do Oceano, Mar, Afonso de Albuquerque (Norte-Sul), Dr. Aresta Branco (Norte-Sul) e D. Sebastião (Norte-Sul), Rua Eng. Henrique Mendia, Avenida General Humberto Delgado (Norte-Sul), Acesso ao Parque do Clube de Campismo de Almada, Pontão junto ao mar (Sul-Norte), Acesso ao pontão frente ao Parque de Campismo da GNR, Via de Serviço do Parque Urbano, Avenida Afonso de Albuquerque (Sul-Norte) e Avenida 25 de Abril (Oeste-Leste); vira para a Rua Infante D. Henrique, Avenida Afonso de Albuquerque, (Norte-Sul), Rua Miguel Torga, Avenida do Oceano e Rua de Almada, terminando na meta instalada junto à Sede do Núcleo (n.º 65 C), à Escola EB 23 e ao Pavilhão Municipal da Costa da Caparica.

Complementando a prova de 10km haverá uma caminhada às 10h05 na distância de 4km com o seguinte percurso: partida na Rua Jerónimo Dias, Avª dos Oceanos, vira à esq. para a Avª Mar, dtª Avª Afonso Albuquerque, onde retorna à dtª para a R. Infante D. Henrique até à Afonso Albuquerque, à esq. para a Rua Miguel Torga, Avª dos Oceanos, segue para a R. Jerónimo Dias vira à dtª para a R. Almada onde está instalada a Meta.

PRÉMIOS

Challenge Caparica
-Troféu para todos os que completarem o challenge;
-Troféu aos 3 primeiros de cada escalão na corrida da praia e corta-mato;
-Lembrança para quem termine a corrida da praia e de corta-mato.

Captura de ecrã 2016-02-18, às 14.39.39 Captura de ecrã 2016-02-18, às 14.40.43

guitarra portuguesa

1º FESTIVAL DE FADO NA COSTA DE CAPARICA. 30 e 31 DE JANEIRO.

ouvimos

Foi com (boa) surpresa que acolhemos esta novidade – o 1º Festival de Fado Ercília da Costa na Costa da Caparica.

Festival de Fado

Ercília Costa (1902 – 1985) foi uma “filha” da Costa da Caparica. Atriz de revista, compositora e fadista. Foi a primeira fadista portuguesa de projeção internacional, a primeira a fazer uma digressão no estrangeiro. O auge da sua popularidade foi na primeira metade do século passado, a.k.a. “Sereia peregrina do Fado”, “Santa do Fado” e “Toutinegra do Fado”. As suas gravações discográficas são anteriores à década de 50.

Filha de pescadores, foi quase por acaso que se tornou fadista ao se apresentar no Conservatório de Lisboa para responder a um anúncio de jornal, que procurava cantores para uma récita no Teatro Nacional de S. Carlos. Foi escolhida para o elenco.

Eugénio Salvador, ator com quem se cruzou convida-a para o teatro, lembrando a sua voz e é assim que, ainda adolescente entra para a companhia do Teatro Maria Vitória. Mas, foi como fadista que mais se destacou.

Actuou nos mais populares retiros e casas de fado típicos da época. Realizou sucessivas digressões internacionais, participou em alguns filmes e foi também compositora de alguns dos seus êxitos, incluindo Fado da mocidade ou O filho ceguinho.

Após a sua participação no filme Madragoa retira-se da vida artística para se dedicar ao casamento.

O primeiro Festival de Fado da Costa da Caparica não podia ter melhor designação – Ercília Costa. Uma justa homenagem à sua carreira.

A Costa é muito mais que sol, mar e surf. Também vai receber um Festival da mais característica música nacional – o Fado.

Nós aqui, temos Festival de Fado!
Nós aqui, temos isto.

Joel

CAPARICA PRIMAVERA SURF FEST. 17 A 26 DE MARÇO

surfamos

Entra na onda e aproveita os 10 Dias de Surf e Música que celebram chegada da Primavera. Entre os próximos dias 17 e 26 de março, a Costa de Caparica volta a ser a capital do surf nacional e internacional com o regresso do Caparica – Primavera Surf Fest à Praia do Paraíso.

No Surf Fest para além das provas desportivas que batizam o evento, há muito mais que isso para aproveitar nestes dias:

– Vários Artistas e DJ’s para diferentes “ondas”;

– Hip hop e funk, canções de todas as cores, house e afrohouse, rock e vibrações alternativas, para pequenos e graúdos:

A primeira edição foi o ano passado e levou mais de duas dezenas de artistas, cerca de 500 atletas e dezenas de milhares de pessoas até à Praia do Paraíso. O Surf deu à Costa e veio para ficar. O Caparica – Primavera Surf Fest em 2016 marca de forma clara o arranque da época de festivais em Portugal combinando de forma original o desporto e a arte numa celebração que se quer para todas as idades.

Joel

Festival: Caparica Primavera Surf Fest 2015

Festival: Caparica Primavera Surf Fest 2015

O surf e a música estão de regresso ao paraíso! Não faltes à chamada.

Nós aqui temos Caparica Primaver Surf Fest.
Nós aqui temos isto.

Fotografias: Joel Reis e Marco Almeida

JRR_8515v2_JR

ENTREVISTA COM #ORLANDO SANTOS

#SIGLA 1

com ORLANDO SANTOS

Orlando Santos, músico que vive na South Bay.
O Orlando é apaixonado por música desde a infância e para além de compositor é uma das melhores vozes masculinas nacionais. Admirador da cultura jamaicana, Orlando Santos mergulha em territórios próximos do reggae, rock e música soul. É um dos raros músicos em Portugal a tocar de forma exímia a slide guitar. Foi-lhe oferecida uma pelo Ben Harper, quando fez o concerto de abertura deste. As suas composições são marcadas por palavras de esperança e amor, onde se destacam a preocupação pela Natureza ou a observação das transformações sociais.

O Lisbon South Bay blog foi ao seu encontro, no Lorosae nas Praias de S. João, onde com ele tocámos neste blog.
Vamos então ouvir… isto!

O Lisbon South Bay blog agradece ao Lorosae Sol Nascente:

Captura de ecrã 2015-10-24, às 19.19.50