Artigos

ginásio1

FIZ AS PAZES COM O GINÁSIO. 5 RAZÕES PARA ISSO. Por Marlene Gaspar

gostamos

Antes de tudo o que possa aqui dizer, há que fazer um esclarecimento importante – eu odeio o conceito ginásio. Ir ao ginásio para mim é um sacrifício, dói-me até às entranhas, tudo é feito com esforço. Eu sei, que essa é a ideia, esforço, mas para mim vai para além do físico. Ou então não, mas eu sinto que me esforça até a alma.

E o que é que eu não gosto no ginásio? Não posso dizer tudo, porque seria demasiado generalista, mas anda lá muito perto. Na verdade eu não gosto de fazer exercício físico em espaços fechados. Há que ser honesta, não gosto de exercício físico. Mas, e como já partilhei convosco, tolero correr (e até me dá prazer e faz-me sentir bem) e grandes caminhadas (como já vos relatei as minhas idas a Fátima), lá está, em contacto com a natureza, dá ali uma aliviada. Não gosto do cheiro do ginásio, não gosto do meu próprio cheiro no ginásio, não gosto dos “grunhires” (leia-se o som emitido pela malta que levanta pesos, incluindo os meus), não retiro qualquer prazer no esforço, chateia-me a logística do despe, veste, toma banho (até porque me esqueço quase sempre de alguma coisa importante – mas quem nunca?), não gosto de fazer conversa no ginásio, porque não estou ali para fazer amigos, não porque sou antipática, mas porque não estou ali propriamente de livre vontade, estou ligeiramente contrariada. Ah, também não gosto de pagar a mensalidade no ginásio. E em traços gerais é isto. O que eu gosto mesmo do ginásio é sair dele. Aí sim, sinto-me melhor, mais ágil, energética, o que me motiva para voltar à vez seguinte. Ainda assim, até à data nunca consegui sentir-me “sarada”, mas há que ter fé.

E feita esta minha nota prévia, posso contar que no início do ano decidi voltar ao ginásio. Eu sei que depois da introdução pareço um pouco esquizofrénica (quiçá não seja um bocadinho com esta decisão!), mas ano novo, vida nova. A lei da gravidade fez-me tomar essa resolução e não é assim no primeiro ou no segundo mês que vou mandar a toalha ao chão. Não, desta vez é para ir mesmo ao tapete.

Já há mais de uma década que não andava no ginásio, mas antes disso frequentei vários, onde se foi desenhando uma morte lenta. E, deixando o discurso de looser, o que é que me fez voltar e o que é que eu acho que fez a diferença para continuar?

1# Localização – é a primeira vez que estou num ginásio da Margem Sul. Eu sei que parece forçado, dado o intuito do blog, mas em termos práticos e logísticos facilita muito. Já andei em Lisboa, e chegava muitas vezes atrasada às aulas, não podia entrar porque saltei o aquecimento e pimba – ia recambiada para o ginásio mesmo e voltava a recordar tudo aquilo que eu não gosto do ginásio.

2# Idade – quando se começa a ser uma senhora de idade, percebe-se que a lei da gravidade já não vai lá com um cremes, com bebidas detox, ou alimentação saudável – (como se alguma vez fosse uma aluna exemplar com estas), e toma-se consciência que ou contrarias ou a tendência é piorar. E eu não vou voltar a um dos meus maiores prazeres desta vida, que é ir à praia, no estado em que estou. Não vou ter o corpaço de uma brasileira pronta a desfilar no sambódromo, com muita pena minha, mas também não vou estar como estou. E por isso, há que mudar hábitos, porque só em equipa vencedora é que não se mexe. E como, cada ano que passa, estou no fundo da tabela da 3ª divisão, há que trabalhar para não ser despromovida para a distrital. Com fé, com o @CelsoMartins e com o meu esforço poderei voltar ao à primeira liga (se é para sonhar é para ser em grande). O problema vai ser o meu esforço, porque a fé e o@CelsoMartins vão dar o seu melhor.

3# Aulas – tem de ter aulas. Todo o tempo que eu passo sozinha no ginásio, estou sempre a pensar que estou no ginásio. Ora, é algo que tem de me fugir do pensamento, por isso as aulas são uma ótima forma de estar com um profissional e de me obrigar a estar mais atenta aos exercícios do que ao redor. Os horários são importantes e aqui tenho as aulas que gosto antes de me lançar ao trabalho. O que é muito bom.

4# Ginásio – como já referi, já andei em vários ginásios e já apanhei de tudo. Se a minha relação com o ginásio é o que é, tenho mesmo de ter todas as condições para contrariar a minha insatisfação. Tem de ser o melhor, o mais completo, o que me faça sentir menos mal. E, encontrei o que me enche as medidas e cumpre os requisitos anteriores.

5# O mais importante, as Pessoas – até hoje nunca foi motivo para sair de um ginásio e reparem que foi algo que nunca apontei como queixa. Sempre apanhei bons professores e restantes profissionais. Mas aqui, estou mais bem acompanhada. Até porque, ainda não contei isto, mas para combater todas as cenas que eu não gosto no ginásio, tive de ir com tudo, foi pôr toda a carne no assador. E, por isso, tenho essa coisa chiquérrima que é um personal trainer. E não é um personal trainer qualquer (sem desprimor para todos os outros, até porque não conheço mais nenhum), mas eu tenho o Celso Martins. Já conheço o Celso &  família há alguns anos e talvez por invejar aquelas silhuetas altas e espadaúdas, pensei – se calhar se usar alguns truques que esta malta usa, posso ficar um pouco mais espadaúda (sim, porque alta, sabemos de antemão que não vai dar. Também temos pena – es lo que es). Falei com o Celso e boto 98% de fé no seu profissionalismo e 2% no meu esforço físico e acreditem que devem ser mais suados os meus 2% do que os 98% dele. Ou então, não, porque até o Celso fica com aquele ar de “ai Meu Deus, como é que eu me meti nisto!” E já soltou o desabafo: “ai, ai, vais-me dar tanto trabalho”. O que incentiva, porque eu achava que o trabalho era só meu, mas não! Ele também sua um bocadinho, nem que seja, dos nervos que eu lhe causo, mas cada um tem o que merece.

ginasio

E posto isto, encontrei o ginásio que fez check a todas estas minhas exigências e posso dizer já lá estou há 1 mês e 1 semana e ainda não desisti (não desprezar que isto para mim é uma conquista).

Quanto a resultados, bom, contarei num outro desabafo, que já estou a suar por ter exteriorizado todo o meu sentimento relativamente ao ginásio, mas posso dizer que a nossa relação neste momento está bem, está estável e se de parte a parte houver interesse, podemos aguentarmo-nos mais uns 2 ou 3 meses, vá. Vamos ver. Sem pressão!

Nós aqui voltamos ao ginásio.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

desporto gratuito

DESPORTO GRATUITO AOS DOMINGOS DE MANHÃ. Até junho.

corremos

O inverno está quase de partida e o bom tempo traz algumas preocupações para o corpinho. Não deixes todo o exercício para maio e junho para ires atrás do prejuízo até ao verão e aproveita as “Manhãs Desportivas” que arrancam em março aos domingos e oferecem muita atividade no Parque Urbano da Quinta da Marialva, em Corroios, até junho.

O primeiro domingo arranca já dia 5 de março, com atividades para toda a família e para quem gosta de praticar desporto ao ar livre. A partir das 9h há Yoga, Pilates, Corfebol, Zumba, Futsal, Basquetebol, Voleibol, Ténis de Campo, Andebol, Ténis de Mesa, Aeróbica, Aeromix, ginástica localizada para todos. O programa desportivo prolonga-se até ao final da manhã e os participantes poderão também realizar caminhadas ou atividade física de manutenção no circuito manutenção.

As Manhãs Desportivas oferecem um programa desportivo para cerca de 250 participantes. Põe-te na fila que o programa é variado e de acesso, que é como quem diz inscreve-te aqui.

Domingos com manhãs desportivos:
Março – 5, 12, 19, 26;
Abril – 2, 9, 23, 30;
Maio – 7, 14, 21, 28;
Junho – 4, 11, 18, 25.

Nós aqui temos manhãs desportivas.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

CapaRunning

VESTIDAS PARA CORRER NA MARGEM SUL… com a blogger Raquel Teixeira

METEMO-NOS

O prometido é devido e depois da primeiro desafio com a autora do blog Addicted To, Raquel Teixeira com propostas de dois looks de trabalho para a nova estação que pode ver ou rever aqui, trazemos agora looks de desporto, com direito a uma corridinha e conversa num dos melhores cenários da nossa querida margem sul – o paredão da Costa da Caparica.

Mais uma vez, optámos por ir ao Almada Forum escolher os outfits. Fomos direitinhas à Sport Zone onde encontrámos equipamento a fazer pandent, não porque esteja na moda andarmos todos iguais, mas para mostrarmos a versatilidade dos mesmos. Eu optei por uns calções que são sem dúvida a minha peça de eleição para a corrida. Funciona como um duplo calção, em que o interior em licra se ajusta ao corpo e o exterior confere-lhe um ar mais elegante. A combinação de cores resulta na perfeição! O top segue a mesma lógica, com um reforço na zona do peito o que nos coloca numa situação verdadeiramente confortável (o que muito agradecemos) e com um exterior mais largo e atual. Sem dúvida um conceito vencedor!

A Raquel optou pelas leggings do mesmo padrão, um top “fora da mãe”, ou seja, fora do conjunto e o casaco perfeito. Um look que resulta na perfeição e que mostra que a combinação de peças diferentes são uma boa aposta. O cenário é convidativo e inspirador. Lamentamos, mas não há qualquer desculpa para não fazer desporto. A falta de vontade não conta, tá?!

Runbloggerrun2

Raquel e Marlene vestidas na Sport Zone do Almada Forum

CapaRunning

RunbloggersRun

A versatilidade de um padrão na Sport Zone do Almada Forum

pormenores

Pormenores…que fazem toda a diferença – Sport Zone do Almada Forum

exercício na margem sul

Ténis de coleções anteriores. Raquel com Doone da Sport Zone, Marlene com Adidas Boost – Almada Forum

alongamentosLSBb

Margem sul no seu melhor

Correr na CostadaCaparica1

Roupas e cenário escolhidos na margem sul.

Vestidas para correr e arrasar? Sem dúvida. Algum favorito e/ou outras sugestões? Contem-nos tudo.

Vestidas por

Nós aqui temos as melhores opções de desporto.
Nós aqui temos isto.

Ficha técnica LSBb 

Helena

ATIVIDADES EXTRA-CURRICULARES

Helena

Com o mês de Setembro chega o regresso às aulas, o retomar das rotinas, a conciliação de horários de todos os elementos da família e … a escolha das atividades extra-curriculares.

Antes de mais, é condição imprescindível, mediante a idade de cada criança reservar bastante tempo para BRINCAR. Brincar de forma livre, as crianças precisam, para crescer e aprender, de bastante tempo para poderem brincar de forma espontânea e de preferência terem contacto com a Natureza e com o ar livre.

Feita esta reserva inicial como poderemos escolher a atividade mais adequada para o nosso filho?

Primeiro que tudo deveremos perguntar-lhe se tem preferência por alguma atividade, seja ela de carácter mais desportivo, cultural ou artístico. Depois deveremos equacionar a real possibilidade da criança a poder frequentar, ou seja, existe nas proximidades, é compatível com os horários dos adultos?

Saliento sempre este aspeto, pois no final do dia de certo que nenhum pai necessita de mais doses de trânsito, stress e ansiedades e na conjugação perfeita de todos os horários, os pais conseguirão realizar alguma atividade lúdica e prazerosa enquanto os mais pequenos praticam a sua atividade preferida.

Senão conseguir fazer a hora de exercício que todos os anos diz que vai começar, aproveite pelo menos para pôr a leitura em dia, dormir uma pequena sesta ou conversar com as amigas.

As atividades extra-curriculares permitem que a criança crie novos círculos de amigos, diferenciados do ambiente escolar. Por vezes a criança não é brilhante na escola, mas consegue ser uma estrela ao nível desportivo. Dê-lhe oportunidade para que explore as suas diferentes competências.

Os desportos de equipa, a partir dos 8 anos, permitem-lhe adquirir muitas competências essenciais quer na vida escolar, quer na vida social, a entre-ajuda, a postura cooperativa e colaborativa, o respeito pelo outro, apreciar os resultados obtidos por um esforço conjunto.

desportos

Como calculam a minha tendência vai sempre para uma prática desportiva, uma vez que a carga horária de educação física é cada vez menor no horário escolar, as crianças cada vez têm mais hábitos sedentários, passando inúmeras horas sentados frente a ecrãs, é condição indispensável promover a prática desportiva, por uma questão de Saúde.

Num país à beira mar plantado em que a água faz parte do nosso horizonte, saber Nadar é uma competência básica a adquirir o mais precocemente possível. A prevenção dos acidentes em piscina e na praia, infelizmente ainda muito frequentes, é feita também assim. A adaptação ao meio aquático e a aprendizagem da natação, vem imediatamente a seguir a saber andar. Por uma questão de segurança e também por ser um desporto completo, equilibrado e harmonioso, priorize a aprendizagem da natação junto dos seus filhos.

Fotografia Surf Pro SurfSchool

Fotografia Surf Pro SurfSchool

Lembre-se sempre de não sobrecarregar o horário do seu filho, respeite as suas escolhas, mas depois da atividade iniciada espere algum tempo antes de os deixar desistir, incentive-o a esforçar-se e decidir se realmente é uma atividade do seu agrado.

Divirta-se e tente durante este ano iniciar você mesmo uma atividade que lhe dê um especial prazer

Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

Parque Paz

FESTA DE DESPORTO “NA PAZ”. 18 E 19 JUNHO.

cuidamos

Fazer desporto em paz é juntar o útil ao agradável. E fazer desporto “na Paz”, ou seja, no Parque da Paz, é a cereja no topo do bolo.

A 3.ª edição da Festa do Desporto vai ser nos dias 18 e 19 de junho (sábado e domingo) no Parque da Paz. A entrada é livre. A partir das 10h tem acesso a atividades gratuitas.

Parque da Paz

Vão haver atividades para todos os gostos, com demonstrações de atividades desportivas e culturais (música e/ou atuação de bandas jovens).

O espaço Almada Move-te vai proporcionar a possibilidade de experimentarem várias atividades desportivas, do beisebol ao futebol, passando pelo voleibol, o karaté, o judo e muitas outras modalidades. O espaço criança permitirá a estas brincar nos vários insufláveis e trampolins.

Poderá assistir a diversos workshops e para maior comodidade, a festa contempla uma zona de alimentação.

O desporto é para todos e por isso ainda poderá conhecer o Parque de Canídeos existente no Parque Paz, que também poderá ser palco de algumas atividades com animais.

Horários
18 (abertura às 10h) e 19 de junho
HORÁRIO: todo o dia
Parque da Paz
Entrada livre e participação gratuita.

Nós aqui temos desporto na Paz.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografias: Zito Colaço

Screen Shot 2016-04-21 at 13.07.21

MARGEM SUL É TERRA DE DESPORTISTAS.

METEMO-NOS

A Lisbon South Bay é uma zona privilegiada no campo desportivo. Tem infraestruturas, espaços e, uma cultura de desporto enraizada. Não é por acaso que é a “terra” de muitos atletas de sucesso e o palco de centro de estágios importantes. Inspiradas por este contexto, o desporto assume um papel nas nossas vidas. A juntar a isto o facto de o verão ser já “amanhã”, gera-nos um misto de extrema felicidade e extrema preocupação. Só de imaginar a primeira vez que nos enfiaremos num biquini, triquini ou mesmo num elegante fato de banho começam a soar sirenes e alarmes! Medo, muito medo de expor estes corpinhos, brancos como a cal, e “uma ou outra” (im)perfeição  (“uma ou outra”, ahahahah) à luz do dia.

Claro que não é intensificar agora os treinos como se não houvesse amanhã que nos vai fazer ficar “saradas” (como dizem os brasileiros), mas um “boostezinho”, parecendo que não, facilita! E, para estar em forma, nada como praticar o desporto que gostamos (ou o que nos custa menos), em grande estilo. Sim, podemos não ficar “boas como o milho”, mas estarmos equipadas de forma confortável e gira, torna tudo mais fácil.

Fomos ao Almada Forum tratar desse assunto. Fácil! A Catarina elege os desportos aquáticos e por isso foi à Sport Zone. Eu vou falar da sua experiência e só espero não meter água!

Screen Shot 2016-04-21 at 10.52.52

Imagem Carlos Pereira

Como está a planear uma viagem para um destino tropical para fazer uma das suas grandes paixões, o mergulho, foi ver um fato para águas quentes. E agora, pergunto eu que não percebo nada do assunto:

– Mas, há fatos para águas frias e quentes?
– Dah?! Claro, para águas mais quentes escolhemos um 5/4/3, é um fato de surf e não de mergulho, mas para mergulho em águas quentes é o ideal. Adapta a espessura do fato a cada zona do corpo, consoante essas necessidades. – diz-me ela com um ar muito convicto.

Estava a levar uma abada, mas ainda assim não desisti e perguntei:
– 5/4/3? Estás a falar de alguma tática de futebol?!
– Não! Claro que não. Estes números equivalem à especificidade da espessura do fato para cada zona do corpo – tronco, braços e pernas – disse um ar de “deixa lá, esta não é a tua praia”. E, dirigiu-se à Andreia, colaboradora da loja, porque percebeu que eu não ia ser uma ajuda.

Screen Shot 2016-04-21 at 12.48.01

Claramente foi uma opção acertada, pois falaram na mesma língua.
O tamanho disponível era o “S” e “por mais que quisesse ainda não cabe lá” (estou a citá-la)! Mas, rapidamente conseguiu encomendar o seu tamanho na ilha Shop Online e reservou ali mesmo na loja que vai chegar entre 2 a 4 dias. A “nossa sereia” de águas quentes vai ter umas grandes férias debaixo de água!

Screen Shot 2016-04-21 at 12.57.46

E para quando estiver fora de água, não descuidou os ténis. Foi espreita-los e adorou a nova arrumação self-service, ou seja, cada modelo exposto serve de “montra” a uma gaveta que permite descobrir rapidamente o nosso número. Difícil foi decidir o modelo! Ou então não.

Screen Shot 2016-04-21 at 12.49.52

Já eu, que adoro água, prefiro ter os pés mais assentes na terra no campo do desporto. Já aqui partilhei o meu gosto pela corrida e depois da mini-maratona da ponte 25 de abril, aventurei-me nos 10 km da corrida do Benfica. (SLB, SLB, SLB), desculpem o entusiasmo e a manifestação clubística, mas quem diz a verdade não merece castigo (e o vermelho é a minha cor)! Foi uma prova superada, mas que me fez tomar consciência que tenho de “reformar” os meus ténis…

12928251_10208743065391235_2443962656547435255_n

Resolvi começar na Adidas e aí fiquei. Fui atendida pelo Diogo e pelo Nuno para pedir aconselhamento que com toda a paciência explicaram as especificidades de cada modelo e tentaram perceber quais as minhas necessidades e objetivos. Apresentaram-me a tecnologia Boost. Segundo consta “há o correr antes da tecnologia Boost e o correr depois da tecnologia”. Vou poder confirmar isso depois do meu “test-drive”! Experimentei os Energy Boost e os Pure Boost e quero os dois! E quero agora.

Ok, deixei-me levar por mais um entusiasmo, mas já desci à terra!

Vou ter de optar e para ajudar a tomar a decisão, agendei na loja o teste da passada, para perceber o que melhor se adequa a mim e ao meu físico (e, na verdade para desempatar!). Os Pure Boost são os primeiros ténis desenhados por mulheres para mulheres e isso sente-se. São provavelmente os ténis mais confortáveis que calcei, mas para quem corre mais de 10 km, os Energy Boost são mais reforçados. Ora se estamos a trabalhar para esse objetivo, são talvez a melhor opção…

IMG_1463

Pensando no assunto, lá dei uma volta à loja e escolhi uns calções e camisola climachill, uma tecnologia que reage melhor e de forma mais confortável à transpiração (importantíssimo, certo?)!

De repente, perdi-me com um conjunto Originals…a minha cara. Só não é o meu número, porque é…de homem! O que não me impediu de experimentar e de gostar…

Screen Shot 2016-04-21 at 13.02.07

Ainda houve tempo para dar lugar ao “flower power”. Esta coleção tem “aquele quê” e o difícil é escolher o padrão que mais gostamos. Ou talvez não.

IMG_1458

Ah, já agora, adorei o casaco vermelho retro, para o dia a dia. Lá está o vermelho a ter toda a minha atenção…

Os nossos agradecimentos à Sport Zone e à Adidas do Almada Forum que nos deixaram muito felizes com as nossas escolhas.
Seja em terra, no mar ou no ar, opte por fazer desporto e aproveite as condições que o lado sul proporciona, quer a equipar-se, quer a participar. Faça desporto, por uma mente e um corpo sãos.

Nós aqui, temos equipamento para desporto.
Nós aqui, temos isto.

Boostezinho – palavra que não existe, mas pretende dizer espécie de energia extra

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Lisbon South Bay blog

areas_14_lm179_0910

DESPORTO PARA TODOS NO SEIXAL AOS DOMINGOS. 6 MARÇO A 26 JUNHO

exercitamos 1

O desporto tem o poder de superar velhas divisões e criar o laço de aspirações comuns.
Nelson Mandela

Já não há desculpas para não mexer o corpinho. Já não vai dar para dizer “ah e tal não consigo ir ao ginásio”, “ah e tal não tenho tempo”, “ah e tal fica caro”, “ah e tal não tenho companhia”, etc, etc, etc.

Agora estão criadas todas as condições para exercitar o corpo, o que também faz fortalecer a mente. Corpo são, mente sã. Os próximos domingos até ao final de junho vão ter aulas com várias atividades desportivas às 10h no Parque da Quinta dos Franceses.

Estas atividades estão inseridas nos Jogos do Seixal e para que não se esqueça tome nota na sua agenda para poder participar todos os domingos.

Calendário
6, 13 e 20 de março, domingo, às 10 horas
3, 10, 17 e 24 de abril, domingo, às 10 horas
1, 8, 15, 22 e 29 de maio, domingo, às 10 horas
5, 12, 19 e 26 de junho, domingo, às 10 horas

Mais informações em 212 275 390

Nós aqui temos atividades desportivas.
Nós aqui temos isto.

Fotografia: CM Seixal

Pedro Henriques

“A TEORIA DO FUTEBOL” NA SOUTH BAY

APOIAMOS 3

Nós aqui, ficámos ontem na primeira fila a assistir à apresentação do livro “A Teoria do Futebol” do Pedro Henriques com Rui Miguel Mendonça, na Fnac do Fórum Almada.

JR5_6337_web

O Futebol e tudo o que com ele está relacionado tem a capacidade de mexer com paixões, opiniões e de não deixar (quase) ninguém indiferente. E, esta apresentação corroborou isso mesmo. A interação do público presente mostrou porque é que o Futebol (ainda) é rei. Há sempre uma opinião, um interesse, uma convicção difícil de se encontrar noutras áreas. O que o torna tão envolvente.

Nós aqui, gostámos de assistir a isso, mas principalmente gostámos de ouvir o Pedro contar a ilusão e desilusão que o Futebol lhe causou. As atitudes que se geram quando se está no topo e quando se sai dele. E, que o “obrigaram” a afastar-se! Mas, como tudo o que é vivido com e por paixão, fê-lo voltar. Na nossa opinião, isto sim, não acontece só no Futebol, mas em todas as áreas que amamos. Por isso, vamos querer ler e conhecer  histórias que aqui foram mencionadas e muitas mais que vamos encontrar.

O Pedro fez uma dedicatória ao nosso blog, e nós aqui agradecemos isso.

JR5_6340_web

Nós aqui, temos “A Teoria do Futebol”.
Nós aqui temos isto.

Fotografia: Joel Reis

baía_seixal

O “ESCRITÓRIO” NA BAÍA DO SEIXAL

trabalhamos 1

Esta semana foi de serendipidade para a nossa equipa.

Captura de ecrã 2015-11-22, às 18.45.42

E há poucas coisas melhores que isso. Nós aqui, adoramos o wow effect (“efeito uau” para quem não gosta de estrangeirismos). Isto é, adoramos ser surpreendidos por aquelas descobertas que podem até ser simples, mas que nos deixam de alma cheia e um “sorriso de orelha a orelha”. Foi o caso desta tarde de trabalho em que usámos como “escritório” a baía do Seixal. Estávamos por ali e precisámos preparar uma reunião. Optámos por escolher aquele local para trocar umas ideias e tomar decisões. Foi um feliz acaso. Mas, como afirmou Louis Pasteur o acaso só favorece a mente preparada. E as nossas mentes estão sempre preparadas para boas descobertas. Principalmente aqui, na South Bay.

Podíamos ter chegado aquelas conclusões no nosso escritório habitual? Podíamos, mas não era a mesma coisa.

O dia estava a pedir uma esplanada e uma boa conversa. E, nós aqui, somos bons a satisfazer (alguns) pedidos. Este foi um deles. A vista tem um efeito ansiolítico (sem os efeitos secundários) e transmite uma sensação de paz e tranquilidade. É o espaço ideal para passear, correr, andar de bicicleta ou simplesmente deixar-se ficar com a companhia do rio e da vista absolutamente fantástica da capital.

baia_ma_linda

Esta recomendação já nos tinha sido feita por alguns “embaixadores” com quem falámos como o Vasco Boucinha (ver aqui) ou os Anjos (ver aqui). E nós aqui dizemos que eles estavam certíssimos. O nosso muito obrigada pela sugestão.

Nós aqui temos a Baía do Seixal.
Nós aqui temos isto.

Captura de ecrã 2015-11-7, às 23.25.30

#1 MELHOR ATLETA MASCULINO

#NOSAQUIAPOIAMOS3 3

Miguel Oliveira pediu, nós aqui fazemos.

O Miguel Oliveira continua a liderar o nosso blog em número de posts. Esta semana apelou ao voto para melhor atleta masculino do ano 2015 pela Confederação de Desporto Nacional para o qual foi nomeado. Nós aqui, gostávamos de votar em todos eles, porque todos têm argumentos de peso e nos encheram de orgulho. Mas o nosso voto vai para o Miguel Oliveira. E é por ele ser de Almada? Sim, também, mas a principal razão é porque o Miguel chegou onde nenhum piloto português chegou na sua modalidade. Tem feito uma temporada exemplar e nós aqui apoiamos até à última corrida, pois acreditamos que ele ainda vai superar o que já fez.

Votem em http://galacdp.sapo.pt/categorias/atletamasculinoano/

Nós aqui estamos contigo.
Nós aqui votamos em Miguel Oliveira.

MiguelOliveira-RedBullKtmAjo-3-640x426