Artigos

estamine

NÓS AQUI, VIEMOS AO ESTAMINÉ 1955.

#NOSAQUI 5

Nós aqui, fomos ao Estaminé 1955 e, como já é nosso apanágio, estendemos o momento, porque é isso que se faz quando estamos onde nos sentimos bem. Fomos muito bem recebidos por toda a equipa e “Excelentes Anfitriões” são os nomes do meio da Linda e do Miguel, os proprietários.

Nós aqui, já tínhamos experimentado o Estaminé 1955 e sabíamos que era uma aposta segura, mas ainda assim, conseguem-nos sempre surpreender! Começou logo com o cocktail da casa 1955 (vinho tinto, gin e clara de ovo) da autoria do Daniel (o chefe do bar) que o preparou à nossa frente, o que nos estava a causar alguma inquietação na espera: “queremos muito e tem de ser agora”! Assim, que demos o primeiro trago foi: Pára tudo! Isto é muuuuito bom!

_RR_0515v1_JR

As entradas fizeram logo as apresentações – um bolo do caco com azeitona com manteiga de alho e presunto e, uns aros de cebola frita com maionese de beringela e pimentão. São assim qualquer coisa do outro mundo! Mas consegue-se encontrar neste, aqui em Cacilhas, na nossa South Bay!

Desenganem-se se acham que só encontram ali hambúrgueres de carne de vaca, pois há outras opções, como o hambúrguer vegetariano ou o de frango. A Catarina que, habitualmente, não come carne vermelha não resistiu a experimentar os nossos e, não se arrependeu disso. O Joel e eu elegemos o Estaminé com cogumelos Portobello e o de Picanha. Constatámos o que diz o Miguel, pode-se gostar mais de um ou de outro consoante os nossas preferências, mas com carne entregue por um talho ali próximo pouco antes das refeições, O Estaminé oferece um “selo” de qualidade e frescura. Para terminar “lambemos os beiços” com duas delícias de chocolate – a da casa – mousse de chocolate à fatia e uma novidade que têm sempre, e a nós calhou-nos a delicia de chocolate! Nós aqui, não conseguimos decidir-nos pela melhor, mas o chocolate tem na nossa equipa aquele efeito de que estamos a entrar no nirvana. Estas opções fizeram isso na perfeição.

Nós aqui, já confessámos que gostamos de comer bem, mas o Estaminé 1955 proporciona mais que isso. É um espaço com apenas dois anos, mas carregado de história. A Linda e o Miguel apaixonaram-se pelo espaço e pela sua “herança” e quiseram preservá-la. Começaram por ter no nome a data de abertura da loja do Sr. Brito – uma leitaria que abriu em 1955 e permaneceu até 2010. Em homenagem ao antigo estabelecimento, mantiveram o balcão, as portas e as sua cor original que inspirou o logótipo. Apresentam verdadeiras relíquias que nos transportam para a nossa infância.

Para o Joel foi um “trabalho duro”, mas alguém tinha que o fazer. Para além das as iguarias a fotografar, há muitos detalhes que preenchem o ambiente acolhedor e que merecem o seu clique.

_RR_0523v1_JR

_RR_0531v1_JR

E foi tão bom ouvirmos as história de quando ainda não havia a Ponte 25 de Abril (difícil imaginar, não é?) e a fila para apanhar o barco passava da porta da leitaria (que fica no topo da rua Cândido dos Reis). Enquanto esperavam na fila compravam um “miminho” antes de ir trabalhar, ali. E, saber que a leitaria foi o primeiro espaço a ter televisão em Almada?! E, que o Sr. Brito tinha-a estrategicamente colocada de onde não se visse do lado de fora, para que entrassem sem esse argumento, e ficassem surpreendidos depois de entrar?!

_RR_0578v1_JR

Nós aqui, já somos estamineiros e estamos orgulhosos de ter um espaço tão envolvente e acolhedor que proporciona mais do que uma boa refeição.

Nós aqui temos o Estaminé1955.
Nós aqui temos isto.

Fotografia: Joel Reis