Artigos

MUNDET1

JANTAR NO SEIXAL EM BOA COMPANHIA

degustamos

As noites mais quentes convidam às refeições ao ar livre e felizmente não façam sítios para o fazer.

Esta semana decidimos ir à Mundet no Seixal e somos bafejados pela sorte de encontrar a melhor companhia – família e lugar para sentar com eles. Encontrámos os meus cunhados (a Filipa, o Ivo e o filho Lucas) que tiveram a mesma ideia (vá se lá saber porquê) e juntou-se a fome com a vontade de comer. E a escolha recaiu nas pizzas! Elegemos alguns sabores surpreendentes como a de pimentos padrón (babo-me só de pensar neles, e até me calhou um daqueles mesmos assanhados! O picante fez-me ir às lágrimas e com vontade de beber toda a água do rio! Mas eu sou forte e só bebi a garrafa. Já sei que para dar tréguas ao picante se deve beber leite, mas ninguém merece tal coisa com pizza. Não vai dar. Aguentei valentona e continuei a arriscar. Nada como ser destemida que a adrenalina alegra ainda mais refeição. Outro dueto improvável que me deu a volta à cabeça, foram os F* words – figo e farinheira. Para mim uma dupla irresistível.

Se o jantar já estava animado, juntou-se à festa o “nosso” Zito Colaço, que estava em trabalho a fotografar algumas figuras conhecidas convidadas da festa da Impala que escolheu a margem sul e, aquele spot para surpreender os convidados, e como não podia deixar de ser registou o nosso momento. As nossas caras não deixam esconder a nossa satisfação pela noite (bom a minha, talvez não seja o melhor exemplo!).

MUNDET

Da esquerda para a direita: Lucas, Filipa, Ivo, Ruca e euzinha

Moral da história: a Mundet é mais uma boa aposta na margem sul e a quem desejamos o maior sucesso. A registar para quem ainda não conhece.

Nós aqui temos a Mundet.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Zito Colaço

Alimentação Saudável

VÁRIAS SUGESTÕES PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NA MARGEM SUL.

METEMO-NOS

Nos últimos tempos temos visto a “nossa cantina”, leia-se o Almada Forum, “usurpada” por turistas e banhistas que optam por este espaço para as refeições antes ou depois da praia. O que faz todo o sentido.

1# Em primeiro lugar, porque a localização central e acessível permite “tratar deste assunto” e de outros, quando se está em “trânsito” e sem pagar estacionamento.

2# Em segundo, porque há opções para todos os gostos com uma variedade tal, que o difícil é escolher.

3# Em terceiro, mostra que está a quebrar o (pre)conceito de que num centro comercial só se come junky food. Ora ainda bem, porque aqui não tem razão de ser. Aqui p’ra nós isso é um mito urbano. Dá para fazer uma alimentação muito saudável e variada. Querem ver?

Para começar e não vamos mais longe, temos logo a dar-nos as boas-vindas o Restaurante – Marisqueira Praia Mar, que como o próprio nome indica, serve todas aquelas coisas boas e gostosas que apetece sempre – na praia e não só – onde a mariscada e o peixe fresco levam a melhor.

Mas não nos fiquemos por aí, ao percorrer a Praça da Restauração encontramos um verdadeiro mundo de sabores que nos permite viajar e transportar todos os dias e de forma saudável – das Saladas às Sopas, o “ir até à Madeira” no Madeirense, “à Guia” – com o Frango como se serve na região ou ao “Alentejo” onde conseguimos devorar qualquer um dos seus pratos típicos. Mas não nos fiquemos só por cá. Pode comer delícias “de fora cá dentro”. Ele há o Japonês, o Chinês, o Grego e até o Americano, do mais típico ao tradicional. Até nos espaços mais improváveis, em que não imaginamos menus saudáveis (como, por exemplo, o McDonald’s) têm tido a preocupação de acrescentar à sua carta menus e opções verdadeiramente equilibradas. É uma questão de opção.

Alimentação Saudável

Não somos nutricionistas nem temos a presunção de apresentar uma dieta milagrosa, não contem com isso. Somos sim, adeptas da alimentação saudável, porque acreditamos que somos o que comemos e comer bem sabe ainda melhor.

Bom apetite.

Nota: Estas opções não invalidam que não tenhamos ordem de soltura para um ou outro “estrago”, porque o segredo está em poder comer um pouco de tudo.

Nós aqui temos alimentação saudável.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografia: Lisbon South Bay blog

_RR_9912v1_JR

NÓS AQUI, VIEMOS AO BORDA D’ÁGUA.

#NOSAQUI 5

O Lisbon South Bay blog foi ao Borda d’Água almoçar e estendeu a refeição até o sol começar a sair de “mansinho”. Neste dia de verão de S. Martinho conseguimos seguir o conselho de Orson Welles: os meus gostos são simples: prefiro o melhor de tudo. E foi isso que tivemos – uma excelente refeição, uma excelente tarde numa excelente praia, excelente companhia e uma excelente conversa. Nós aqui temos isto.

Não foi uma descoberta, porque o Borda d’Água é um dos nossos habitués. Já fez 20 anos e como maior de idade está aí para as curvas e recomenda-se. Fomos muito bem recebidos e muito bem servidos. O tempo ajudou e deixou-nos pôr o pé na areia e brindarmos ao momento com uma sangria de espumante e frutos vermelhos absolutamente maravilhosa.

O ambiente é acolhedor e de praia, o que permite conciliar descontração e sofisticação, ser despretensioso, mas requintado. As entradas frias e quentes permitiram-nos contrastar o camarão frio com o quente, numa deliciosa mistura de sabores e texturas. Estavam reunidas todas as condições para um momento bem passado e a conversa rapidamente saltou para as ruidosas gargalhadas que não conseguimos conter. E ainda bem. Como diz o Joel não há nada como conversar com amigos e ter o mar como moldura (lá está ele sempre preocupado como e onde vai ficar a foto!).

_RR_9901v1_JR _RR_9907v1_JR _RR_9906v3_JR

Nós aqui gostamos de escolhas saudáveis e coloridas, por isso o peixinho grelhado com a salada e fruta deram-nos uma refeição light, mas deliciosa. Mas, claro que não negámos o miminho seguinte e “atacámos” um petit gateau com gelado de baunilha, como os miúdos a lambuzarem-se com um doce. Sim, para que não haja dúvidas, nós aqui gostamos de comer bem. Nós aqui somos gulosos.

Depois do café deixámo-nos ficar. O mar, as ondas, a companhia, o sol fizeram-nos ficar a trabalhar ali, o que acabou por ser #justanotherdayintheoffice, ou seja, another day at South Bay.

_RR_9929v1_JR

Nós aqui vamos ao Borda d’Água.
Nós aqui temos isto.

P.S. O Joel prometeu voltar com a Melita. Melita, não te esqueças de o lembrar.

Leão18

O PECADO DA PREGUIÇA

espreguiçamos n’ 1

 

Diz que hoje é Dia Internacional da Preguiça e, apesar de não lhe vermos grande utilidade, há que assinalar a data.

Diz a Wikipédia que o preguiçoso é o indivíduo avesso a atividades que mobilizem esforço físico ou mental. De modo que lhe é conveniente direcionar a sua vida a fins que não envolvam maiores esforços. E tendo em conta o verão de S. Martinho que apareceu muitos decidiram espreguiçar-se nas praias da Lisbon South Bay. E fizeram uma ótima escolha, o dia está fantástico, a água convida e os bares/restaurantes da praia estão aqui para vos receber de braços abertos.

Apesar da preguiça ser considerado um dos 7 pecados, não nos parece que se deva gozá-la somente neste dia e nos outros 364 ou 365 dias do ano ela não possa dar o “ar da sua (des)graça”. De quando em vez, a preguiça tem direito a um “espacinho” até pelo prazer de conseguir combatê-la e ganhar-lhe. E também, em doses q.b., é bom dar-lhe alguma confiança.

Ora se a preguiça é o “cérebro a enviar mensagens para o corpo para poupar energia”, o nosso está a receber essa mensagem agora mesmo, por isso vamos ficar por aqui.

Nós aqui espreguiçamos n’isto.
Nós aqui temos isto.