Artigos

APCAS | FERTAGUS

UMA MANHÃ NA APCAS. Por Catarina Laborinho

apoiamos educacao 3

Muitos de nós certamente já nos questionámos sobre o dia-a-dia de quem tem Paralisia Cerebral, nós aqui fomos à procura de respostas junto da APCAS na passada manhã de sábado e ficámos impressionados :)

Chegámos à APCAS – Associação de Paralisia Cerebral Almada Seixal a convite da Fertagus onde fomos gentilmente recebidos por Carlos Teixeira, Vice-Presidente e um dos fundadores da APCAS.

Vivendo com esta realidade na sua própria família, fundou a Instituição com outros pais que queriam o melhor para os seus filhos. Já lá vão 15 anos e o trabalho desenvolvido é de se lhes tirar o chapéu.

Quando falamos em Paralisia Cerebral achamos que estes miúdos, crianças, adolescentes e adultos são 100% dependentes. Desenganem-se, pois conhecemos um Eng.º e futuro Eng.º Informático, uma quase, quase Doutorada, um Advogado e muitos estudantes. Conhecemos também o poeta Miguel Pires (Tartaruga para os amigos), mas este sim, só gosta mesmo é de jogar Boccia e recitar “sabão” às miúdas giras dos hotéis por onde passa quando vai a competições.

É verdade, estes miúdos e graúdos jogam Boccia 3x por semana e já andam em campeonatos internacionais.

O Boccia tem influências do jogo tradicional Petanca, oriundo das civilizações gregas e romanas, e tornou-se uma modalidade Paralímpica em 1984, nos jogos de Nova Iorque.

Dos atletas que encontrámos no Pavilhão da Escola Básica Dr. António Augusto Louro no Seixal, não estava o André Ramos. O André estava a representar a modalidade e o seu país no Open mundial e já em estágio para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, mas estava o Rodrigo Celestino, o futuro promissor Eng.º Informático e a nova aposta da APCAS na modalidade de Boccia.

O Rodrigo é um atleta que está na APCAS desde os 4 anos, hoje com 18 é um adolescente igual a tantos outros (aluno da Secundária da Amora, onde inclusive até para a “rua” já foi – gargalhada geral), com a diferença que anda de cadeira de rodas, fala pelo computador, vai para os copos com os amigos e tem a alcunha de “Rodas”, ah, e já tem um afilhado onde fez questão de nos dizer que “quando fui convidado para ser padrinho, fiquei muito comovido e honroso pelo convite”. Deficiente o Rodrigo?! Seria irónico dizer que não é, mas junto de outros adolescentes da mesma idade num jogo de quem é quem vamos ver quem vence.

O crescimento do Rodrigo no Boccia foi grande, e tendo em conta o grau de deficiência física o Rodrigo só consegue praticar esta modalidade com uma rampa em acrílico* específica e eis que não quando aparece a Fertagus para proporcionar isso mesmo.

Numa entrega de prémios, a APCAS foi abordada pela Fertagus afim de os patrocinar. O objetivo do patrocínio não era promoção em massa, mas sim apostar num atleta que estivesse em crescimento na modalidade. Os holofotes apontaram para o Rodrigo e o patrocínio foi para ele.

E ainda bem que assim foi, é maravilhoso ver este miúdo a jogar. O Pai, José Celestino, é o seu maior compincha, é ele que lhe posiciona a rampa acrílica, que lhe coloca a bola e onde, através de troca de olhares, sabe o que o Rodrigo quer. Impressionante. A minha vênia a este PAI e ao Jorge Vicente, Pai do Guilherme, que mesmo com os seus tenros 11 anos já treina com o Rodrigo, e faz igualmente as suas traquinices montado numa TT que é a sua cadeira.

A manhã na APCAS foi um verdadeiro murro no estômago. Aquele que todos nós devíamos levar volta e meia. Vim de lá bem mais rica e a querer voltar, mas desta vez com os meus filhos!

APCAS | FERTAGUS

É maravilhoso sentir a energia destes grande Guerreiros.

Aprendemos MUITO, soubemos coisas cujas quais não fazíamos a mínima ideia que eram assim. O abre-olhos foi dado pelo Luís Isidorinho, muitas das vezes tratado carinhosamente de “Mola Partida”, ele também com paralisia cerebral, (Eng.º Informático numa consultora onde desenvolve soluções de gestão empresarial) que quando nos disse que tinha a doença PC não queríamos acreditar. É um miúdo normal que apenas coxeia um pouco e que nos sensibilizou com tanta coisa…

Tivemos também a oportunidade de falar com a Rita Patrício, quase mestre e futura Doutorada pela faculdade de Letras de Lisboa, com o Tiago Pedro, futuro Advogado e  político, Filipe Amigo, que não gosta da escola como tantos outros miúdos da mesma idade, com a Lucinda Moreno, mais conhecida como Piolho Elétrico (alcunha que odeia mas que encaixa na perfeição) e Miguel Gapo que vai para Lisboa todos os dias no comboio da Fertagus mas a horas diferentes de mim… Conhecemos uma quantidade de guerreiros, essa é que é essa!

E hoje viemos aqui felicitar a APCAS, os seus heróicos atletas, Pais, treinadores e a Fertagus, por este extraordinário projeto. Um muito obrigado ao Carlos Teixeira por nos ter feito “sentir em casa” e ao Luís Isidorinho (sem ti os nomes e as alcunhas iam acabar todos enganados).

Iremos querer voltar em breve para aprofundar o trabalho desenvolvido pela APCAS no desporto escolar e na transversalidade do mesmo a todos os adolescentes dos concelhos de Seixal e Almada.

APCAS | FERTAGUS

Jorge e Guilherme Vicente, Catarina, José e Rodrigo Celestino, Carlos Teixeira e Tiago.

 

*A Rampa em Acrílico faz parte do equipamento na classe BC3 de competições de Boccia.
Construída em acrílico (fenólico), possui 3 partes removíveis para aumentar ou diminuir o seu comprimento de acordo com o jogador.
Fácil de montar e desmontar, esta rampa permite visibilidade total do campo de jogo e tem um suporte especial em uma das extremidades para segurar a bola. No caso do Rodrigo, ele “lança” a bola com a cabeça através de um “capacete” com uma “antena” onde dá o balanço à bola.

Obrigada APCAS, nós aqui ficámos muito gratos pela experiência.
Obrigada Fertagus, foi sem dúvida uma manhã que irá ficar para sempre marcada no nosso coração.

Bem Haja

Texto e Fotos: Catarina Laborinho

FERTAGUS, LSBblog

Dia da Criança

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA É JÁ AMANHÃ :D Por Catarina Laborinho

gostamos 1

Amanhã é o dia dos mais pequenos e cá por casa é logo aos pares com idades bem diferentes. Não é fácil conseguir levar esta malta toda a fazer algo que todos apreciem. Mas #nósAquiVamosTentar.

Quando falamos do Dia Internacional da Criança, euzinha também ainda sou 😉 Não, não pulo em insufláveis, mas adoro algodão doce e montanhas russas 😀 Não vai ser fácil, se por um lado o dia quente nos quer levar até à praia, os mais pequenos querem ir para o meio dos insufláveis, e amanhã vai haver festas por todos os cantos.

Em Almada irá ser um dia diferente no Parque da Paz. Entre as 10h00 e as 17h30 o parque irá ter atividades para os mais pequenos.

# 10h00 – Aula de Yoga
# 11h00 – 13h00 – Jogos Tradicionais e Insufláveis
# 10h05, 11h00 e 11h45 – O Circo Máximo
# 10h30 – Biblioteca Extravagante
# 11h15 – O Bosque de Marcela
# 12h00 – A Cuadros
# 15h00 – 18h00 – Jogos Tradicionais e Insufláveis
# 15h30, 16h30 e 17h00- O Circo Máximo
# 16h45 – Biblioteca Extravagante
# 16h00 – O Bosque de Marcela
# 17h30 – A Cuadros

Consulte o programa completo aqui

Já no Seixal, a festa começa ainda hoje, aliás já começou para as escolas. O NICKFEST abriu as portas às 9.30, no Parque Urbano da Quinta da Marialva em Corroios, com um programa daqueles 😉

# 9.30h às 10.30h – Dança infantil para alunos do 1.º ciclo
# A partir das 10h – Insufláveis
# 10h às 10.45h e das 11h às 11.45h – Oficina Para, Escuta e Pinta
# 10h às 15 h – Exercícios de busca e salvamento e passeio com cavalos- GNR
Exposição de mota  e jogo de sinais de trânsito – PSP
Exercícios diversos – Bombeiros
Exposição de viatura para recolha de animais
Exposição de cães
Demonstração de treino canino
Demonstração de agility canina
# 10.30h às 11.30h –  Animação em palco
# 11.30h às 12.25h – Rosa Teatro por C’Art Comic Education (ltália)
# 12h às 15 h – Jogos tradicionais
# 19h – Abertura de portas para público em geral
# 20.15h às 20.45h – Animação em palco com a MTV
# 21h às 21.30h –  TAY – concerto
# 21.50h às 22.50h – ÁTOA – concerto
# 23.10h às 0.10h- Concerto de Fernando Daniel

1 de junho, sábado
# 16h – Abertura de portas
# A partir das 16h – Insufláveis
# 16h às 18h – Exercícios de busca e salvamento e passeio com cavalos- GNR
Exposição de mota  e jogo de sinais de trânsito – PSP
Exercícios diversos – Bombeiros
Exposição de viatura para recolha de animais
Exposição de cães
Demonstração de treino canino
Demonstração de agility canina
# 17h às 17.50h – Côte Confiture – Teatro por Les Soeurs Kif Kif (Canadá)
# 18h às 18.45h e das 19h e 19.45h – Oficina Para, Escuta e Pinta
# 18h às 20.30h – Animação em palco Nickelodeon
# 21h às 22h – Concerto de Paulo Sousa 
# 22.20 às 23.50h – Concerto dos D.A.M.A

Programa completo aqui

Irá haver igualmente festa para os mais pequenos na vilas de Alcochete, Samouco e S. Francisco, bem como no Pinhal Novo com insufláveis, ateliers de pintura, modelagem de balões, tatuagens, entre outras atividades lúdico-desportiva.

Nós aqui vamos !ter um dia em cheio.
E você, onde é que vai levar os seus filhos, sobrinhos ou netos?

Texto: Catarina Laborinho | Fontes: CM

Navegante Metropolitano e Municipal

A FERTAGUS TAMBÉM VAI TER O PASSE NAVEGANTE. Por Catarina Laborinho

apoiamos isto 1 1

Muito se tem ouvido falar no novo Passe Navegante, #nósAqui é que ainda não sabíamos se este seriam transversal também à Fertagus, mas felizmente bateu-nos também à porta.

Muitas dúvidas surgiram, mas “nósAqui fomos à fonte pedir esclarecimentos, principalmente porque vamos beneficiar, e muito, com esta mudança.

Em resume será:

1 PASSE – TODAS AS EMPRESAS DE TRANSPORTES – 18 MUNICÍPIOS 

Mas passo a explicar:

1# A partir de 1 de abril vão passar a existir 2 passes Navegantes, o Metropolitano e o Municipal(dividido por 18 municípios).

2# O passe Navegante MetropolitanoNavegante MunicipalNavegante 12 Navegante +65 apenas poderão ser utilizados a partir de 1 de abril. Contudo, e para evitar filas e afins, já pode adquirir o seu passe a partir de hoje. A outra boa notícia é que também a partir de hoje já pode carregar o passe Navegante no multibanco. Tome nota que embora nem todos os títulos navegante sejam válidos na Fertagus, todos eles serão disponibilizados para venda nas bilheteiras e máquinas automáticas de venda da Fertagus, tal como até aqui.

3# Como o posso adquirir? Se ainda não é portador do Cartão Lisboa VIVA, (cartão rígido e personalizado com foto), deverá efetuar o seu pedido em qualquer balcão de um operador de transportes, ou online em www.portalviva.pt (o pedido online não é possível para 4_18, sub23 e social+).

4# Mas o que é afinal o Navegante Metropolitano? Imagine que tem o combinado TST + FERTAGUS + Carris + Metro, este passa a ser apenas 1, o Metropolitano, cujo custo mensal passará a ser de 40€. Sim, quarenta euros, não me enganei a escrever. Com o Navegante Metropolitano poderá ir de Setúbal até Mafra ou de Sesimbra até Vila Franca de Xira. Sim é verdade, com este novo passe podemos utilizar um qualquer operador do serviço público de transporte de passageiros.

5# E o Navegante Municipal? Bem, o Municipal é diferente, começa por custar 30€ (valor fixo mensal), válido também para todos os serviços de transporte público regular de passageiros dentro do limite geográfico de um município selecionado, de entre os 18 municípios que constituem a área metropolitana de Lisboa (AML) que são eles: AlcocheteAlmada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, MoitaMontijo, Odivelas, Oeiras, PalmelaSeixalSesimbraSetúbal, Sintra e Vila Franca de Xira. A Margem Sul está em alta 😀

Imagine que vive na Charneca da Caparica e trabalha em Cacilhas, para se deslocar basta aderir ao Navegante Municipal e apanhar os transportes aderente a este novo serviço sempre dentro do mesmo município.

 

6# Os novos Navegantes poderão ser utilizados em todas as empresas do serviço público de transporte de passageiros, dentro da AML, e em função da sua validade, ou seja, com o Navegante Metropolitano ou Municipal pode usufruir dos serviços da CP; Fertagus, SulFertagus; TST; Metro Transportes do Sul; SOFLUSA; Transtejo; Metropolitano de Lisboa; Carris; Cascais Próxima, Serviços Municipalizados de Transportes Coletivos do Barreiro (TCB); Barraqueiro (incluindo parte das marcas Mafrense, Boa Viagem e Barraqueiro Oeste; Henrique Leonardo Mota); Isidoro Duarte, S.A. (ID); J.J. Santo António; Rodoviária de Lisboa; Scotturb e Vimeca Transportes.

7# Se tens até 12 anos (inclusive) o teu passe Navegante é gratuitoe podes utilizar todas as empresas do serviço público de transporte de Passageiros em todos os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa. Será válido para toda a rede da Fertagus: comboio e autocarros Sulfertagus. Mas para isso tens que pedir aos teus Pais/encarregados para se dirigirem ao Gabinete de Apoio ao Cliente para efetuar o carregamento do Passe Navegante 12 que será válido até aos 12 anos (inclusive) ou até à data limite de validade do cartão. A partir daí poderás utilizar todos os transportes da AML sem necessidade de carregamentos mensais.

8# Se tem mais de 65 anos, o Navegante pensou também em si. Toca de sair de casa por apenas 20€!Com a chegada do bom tempo aproveite para passear. O Navegante + 65 destina-se a cidadãos com idade igual ou superior aos 65 anos de idade, reformados e pensionistas e tem as mesmas características do Navegante Metropolitano. Para carregamento deste título o cliente tem que ter cartão com perfil 3ª idade/ reformado/pensionista.

9# Para as famílias numerosasou com mais do que 2 utilizadores de passe, nasceu o Navegante Metropolitano Família – 80€ e o Navegante Municipal – 60€.Independentemente do número de elementos do agregado familiar, só irá pagar 2 passes com as mesmas características do Navegante Metropolitano/Municipal. Este título é exclusivo para agregados familiares registados no mesmo domicílio fiscal, residentes num dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) e terá uma validade mensal, para todos os membros do agregado familiar. Tome nota, este apenas irá estar disponível em Julho de 2019 (nada como começar a preparar o próximo ano letivo, já que este está que a acabar :)

10# Durante o período de transição a AML decidiu criar um título temporário, que se denominará Navegante 7 dias, com o objetivo de colmatar este período de transição.

–  Será vendido apenas a partir do dia 8 de abril;
–  Terá validade metropolitana;
–  Válido durante 7 dias, a partir da data em que é vendido;
–  Terá o valor de 10€ e só adquirível por quem tenha passe de validade 30 dias carregado anteriormente;
–  Este passe de 7 dias pode ser renovado por um novo período de 7 dias, até ao dia 30 de abril. Não terá validade a partir do dia 6 de maio;
–  Não poderá ser trocado nem anulado;
–  Pode ser adquirido exclusivamente nas Bilheteiras dos Operadores.

Assim, e de forma a não se sentir penalizado, esta foi a forma encontrada para “casar” o seu passe.

11# Continua a ser obrigatório a validação dos títulos no início de cada viageme, sempre que as estações tenham controlo de acessos, também nas saídas. Caso não valide o teu título encontra-se sujeito a uma contraordenarão, a verdadeira multa, entre os 30 e os 72€. Não vale mesmo a pena arriscar.

12# Se estaciona o carro, tal como eu, nos parques Fertagus, e se lhe aconteceu a si o mesmo que a mim (passe já acabou, ando a pré-comprados mas já adquiri o acesso ao estacionamento) no período de 1 a 30 de abril serão efetuados os acertos de preço na aquisição dos novos passes mensais de parque em função da validade do fim dos títulos anteriormente adquiridos. Os passes mensais de parque da Fertagus continuarão a poder ser carregados nas ATM, apenas para recarregamento. Excepto os passes mensais de Coina e os passes mensais do Auto Silo do Pragal, por motivos de controlo da lotação disponível. Contudo, a partir de Abril os “passes” do carro passarão a ter a mesma validade do seu Navegante, ou seja vai passar a ser mensal, do 1º ao último dia de calendário.

Sabemos que no início vai achar confuso, confesso que tive que ler 2 vezes o comunicado da Fertagus… foi de tal ordem que dei por mim e estava a chegar à estação de Coina quando saio sempre nos Foros de Amora… nem posso dizer isto muito alto porque não era suporto sair 2 estações mais à frente… ainda… se não fosse o meu marido a ligar-me para saber onde andava, acho que tinha ido parar a Setúbal…

Continua com dúvidas? Veja aqui o vídeo explicativo :)

 

Nós aqui apoiamos
Nós aqui ADORAMOS o Navegante

Texto: Catarina Laborinho | Fotos: Fertagus

FERTAGUS, LSBblog

 

FERTAGUS

DE 1 A 5 A FERTAGUS TEVE 4,5. Por Catarina Laborinho

Fertagus

Quando a escala é 5 e o resultado é 4,5 nós aqui queremos saber o porquê, e queremos-lhe mostrar que, se ainda não é cliente, quiçá mude de opinião depois de ler este artigo.

Para quem é nascido, criado ou passou pelo menos a adolescência por estas bandas sabe bem o quanto a margem sul se desenvolveu com a chegada deste gigante que é o comboio da ponte. Há 20 anos quando apareceu, a rede de transportes era muito limitada e na altura lembro-me bem a mudança radical que foi na minha vida.

Vamos recuar até 1999 (caneco, que até me gelou a barriga).

Em 99 já andava na faculdade e posso-vos garantir que fez uma enorme diferença. Para conseguir chegar a Lisboa, ou se ia de carro ou de barco, no meu caso era mais barco… para chegar até ao Seixal também não era fácil. Na altura vivia na Verdizela, na “minha aldeia” como eu lhe chamava com tanto carinho, e o único transporte que tinha era a minha wallaroo roxa – que ainda existe – (com muita estima, amor e carinho), mas que apenas dava os seus maravilhosos e velozes 50km/h, aquilo andava nas horas… 😀

Resumindo, não era mesmo nada fácil, não havia espaço para atrasos, porque o barco não esperava por mim e infelizmente os horários não eram de todo compatíveis com os meus… aquele primeiro ano foi muito complicado, principalmente no regresso, onde a espera era de hora em hora.

Até que se deu o BOOM, a Fertagus chegou finalmente. Numa primeira fase, lembro-me que não chegava até setúbal, confesso que não sei bem até onde chegava, mas chegavam até aos Foros de Amora que era, e é, a MINHA ESTAÇÃO. A mudança foi brutal, lembro-me que me dava ao luxo de “jogar” com o horário dos autocarros da carris que estavam parados em Campolide para decidir se saía naquela estação ou se ia até Entre Campos para apanhar o metro até ao Rato. Na altura estava no IADE e acho que a única coisa boa que “perdi” foram os passeios à beira rio no 28 que ia até aos Prazeres. Belos passeios fiz eu por Lisboa no velhinho 28. :)

Mas esta mudança foi boa para todos nós, “primeira estranha-se, depois entranha-se”, já dizia o Fernando Pessoa quando desenvolveu este slogan em 1927 para a Coca-Cola.

Com a Fertagus é exatamente igual, e a prova disso foi o 4.5 resultado do índice global de satisfação feito em outubro pela PMCA consultores, junto dos passageiros nos Concelhos de Almada, Seixal, Palmela, Setúbal e Lisboa “que relevam em primeiro lugar, com níveis de satisfação muito alta, a segurança do comboio e a rapidez (4,8), a pontualidade e a limpeza do comboio (4,7). 

Screen Shot 2019-03-15 at 17.15.03

De destacar, o impacto da Fertagus na qualidade de vida dos habitantes destes Concelhos, uma vez que os resultados demonstram que os comboios da Fertagus têm um impacto positivo no quotidiano dos clientes, na medida em que proporcionam mais tempo livre, menos stress, maior flexibilidade e mais organização.”

Este inquérito não veio apenas tirar conclusões positivas para a Fertagus, veio igualmente sensibilizar a empresa “sobre áreas tidas como a melhorar, especialmente na facilidade de aquisição de bilhetes, variedade de títulos e no atendimento aos Clientes, que face aos acréscimos de procura verificados irão merecer um reforço da atuação da empresa.”

Na próxima vez que pensar em levar o carro para ir trabalhar, e se de facto não precisar dele no seu dia-a-dia, experimente ir de comboio. Pense no ambiente, pense no valor disparatado do combustível, no valor do estacionamento… mas principalmente no seu conforto.

Aqueles 20 minutos para cada lado, a pontualidade inglesa, a limpeza e o conforto, a mim, fazem toda a diferença.
Aposto lhe farão a si também. Experimente!

Veja aqui o resume de quem o utiliza com regularidade.

 

Nós aqui gostámos do 4.5
Nós aqui também vamos de comboio

Texto: Catarina Laborinho | Fotos: Fertagus

FERTAGUS, LSBblog

 

Screenshot 2019-02-07 at 23.05.16

AFINAL O PAÍS DA ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS ESTÁ NA MARGEM SUL, MAIS PRECISAMENTE NO SEIXAL. Por Marlene Gaspar

degustamos

Quem me conhece sabe que a comida para mim é um assunto sério. De entre alguns nick names que me atribuem “a cheia da fome” é talvez o que melhor se encaixe na minha pessoa, pois como já diz o anúncio “Tu não és tu quando tens fome”. Admito aqui, o estar saciada é altamente responsável pelo meu estado de espírito (um pouco como o tempo, mas ainda com mais preponderância).

E é por isso que os meus olhinhos bateram palminhas de contente quando vi a notícia de que a Mundet Factory no Seixal tem uma carta de sobremesas inspirada no País das Maravilhas. Ainda não lhes deitei a mão, mas já estou a salivar com o poder juntar o melhor dos 2 mundos. É que eu vivo, literalmente com a Alice no País das Maravilhas! Sim, a minha filha Alice, acredita que se chama Alice no País das Maravilhas. Afirma isso na escola, quando vai ao  médico e a quem quer que lhe pergunte. Vive no seu mundo encantando, cheio de fantasias e princesas como ela. Vê a vida como um conto de fadas e que tem sempre um final feliz. E mal posso esperar para a levar (ok, e eu também estou tentada) a degustar maravilhas como o Chapeleiro Louco ou a Rainha de Copas em forma de sobremesa. É que vai ser um sonho, uma fantasia tornada em realidade e eu vou ser a melhor mãe do mundo (já sou, modéstia à parte e sem contar com a minha mãe, mas imaginem agora, que vou ter o poder mágico de tangibilizar este sonho). Pow. 10 pontos para esta mãe.

Screenshot 2019-02-07 at 23.05.16

João Macedo, guarda aí um lugarzinho e o docinho para nós que essas sobremesas têm que me passar pelo estreito, porque os olhos também comem, mas não são esses que alimentam esse corpinho.

Nós aqui temos a Alice e o País das Maravilhas.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fonte e foto: NiT

PassagemAnoSeixal

PASSAGEM DE ANO NO SEIXAL. Por Marlene Gaspar

celebramos 1

Eu sei, eu sei. Ainda estás em modo Natal e a sobreviver aos danos de emborcar como se não houvesse amanhã, porque o (des)controlo que sucede à mesa nesta altura do campeonato é algo que nem o ser mais disciplinado em matéria de ingestão de alimentos consegue contornar.

Não é o meu caso (ser mais disciplinado), mas também não sou uma debulhadora sem critério pronta a enfartar com a época natalícia. Mas houve algo este ano que me obriga a estar a chá verde desde as 8h da manhã de dia 26/12. E a questão não está solucionada. Tenho para mim que vou jejuar até ao próximo ano.

Ok, estou a ser exagerada. Estou entupida, mas nada que não passe em 12, 8, vá daqui a 2 horas.

E por falar no próximo ano, já sabes onde vais passar as 12 badaladas? Deixo aqui uma sugestão, na margem sul, mais propriamente na Baía do Seixal. Depois de apresentar aqui a Aldeia de Natal do Seixal, temos a passagem de ano e se for do mesmo nível, a coisa promete. O espetáculo de fogo de artifício no rio Tejo está garantido  às 00:00h e a partir das  22H30 de dia 31 de dezembro, as zonas ribeirinhas quer do Seixal, quer da Amora (que nós aqui somos todos amigos) recebem, em dois palcos, a atuação de vários DJ. Quem são eles, quem são?

Ora temos o DJ Luís Varatojo (Peste & Sida, Despe & Siga, Linha da Frente, A Naifa e Fandango), Nuno Calado (Antena 3), Riot (Buraka Som Sistema) e It’s a Trap Experience (evento pioneiro da música trap em Portugal), com música garantida pelo menos até às três da manhã de dia 1. A partir daí a música está por tua conta, mas acredito que vai ser de grande nível.

O Câmara manda os foguetes e nós aqui apanhamos as canas, que a noite é de celebração.

Nós aqui temos Passagem de Ano no Seixal.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fonte: NiT
Foto: Escapadinhas

Screen Shot 2018-09-19 at 12.18.48

FERTAGUS PROMOVE O SEIXAL ATRAVÉS DE NOVAS CARRUAGENS. Por Catarina Laborinho

APOIAMOS 1

Quando falamos no Seixal, os nossos olhos brilham, do Seixal e não só, claro, de toda a Margem Sul.

Enquadrado na semana Europeia da Mobilidade #mobilityweek, a Fertagus e a Câmara Municipal do Seixal apresentaram na passada segunda feira a carruagem decorada com imagens da “Baía no Coração do Tejo”, com o objetivo de promover turisticamente este destino da nossa Margem.

Na assinatura do protocolo, na Estação do Fogueteio, estiveram presentes a Sra. Dr.ª Cristina Dourado e o Sr. Engº Joaquim Santos, como não podia deixar de ser, há que manter as nossas tradições onde se troca champagne por moscatel e os canapés pelo pastel da Fidalga também típico da região.

A campanha, inspirada na obra do escritor e dramaturgo romântico Almeida Garrett, “Viagens na minha Terra” que consistiu na disponibilização de um comboio a cada um dos municípios que os comboios da Fertagus percorrem, para efetuarem a decoração do mesmo com o intuito da promoção turística de cada município.

bdr

Engº Joaquim Santos, Presidente da Câmara Municipal do Seixal e Dr.ª Cristina Dourado, Administradora-delegada da Fertagus

Com a decoração da carruagem, a Câmara Municipal do Seixal, promove a fantástica “Baia no Coração do Tejo” com lindíssimas imagens que enchem os olhos aos utilizadores dos comboios da Fertagus nas suas deslocações entre a Margem Sul e a nossa Capital. Quem já conhece vai gostar de ver a “sua” região espelhada,   quem ainda não conhece esta pérola em pleno Seixal, passará a conhecer suscitando a vontade de fazer um tour pela região.

Esta é uma brilhante campanha que uma vez mais da a conhecer o que temos de melhor.

Ainda esta semana a Fertagus irá igualmente inaugurar o comboio de Setúbal, com uma viagem a partir de Lisboa. Estamos em pulgas para ver este gigante nos carris ou na “estrada” :)

Nós aqui apoiamos a promoção da Margem Sul
Nós aqui gostamos dísto

1.001

Texto: Catarina Laborinho | Fotos: Fertagus

FERTAGUS, LSBblog

APP Fertagus

JÁ CONHECE A NOSSA APP DA FERTAGUS? Por Catarina Laborinho

TEMOS ISTO 1

sim… já sabemos que hoje em dia há APP para tudo, são APP’s para ouvir música, APP’s para gerir as contas bancárias, para ajudar os nossos filhos a levantarem dinheiro sem terem necessidade de ter cartão MB, para controlar o trânsito e agora há a nova  APP da Fertagus.

Pois é, no mês passado a Fertagus lançou a nova APP que permite controlar os horários do comboios, a localização das estações, os tarifários bem como horários e percursos da Sulfertagus.

APP Fertagus

Para quem vai de comboio para Lisboa e apanha sempre na mesma estação e vice versa, vai já dizer que esta APP não traz qualquer valor acrescentdo, mas, para quem como eu, que nem sempre apanha o comboio da memsa estação vai dar uma jeitaça. Visto andar sempre a trocar de “comboio” passo a vida perdida com os horários e afins. Já para não falar quando dou por mim e estou na plataforma do lado oposto 😀 Com a nova APP, em menos de nada sei qual vai ser o próximo comboio, como qual a estação mais perto de mim naquele exato momento.

O mesmo se passa para quem usufruiu da Sulfertagus. Na APP consegue ver todas as carreiras que partem ou chegam às várias estações bem como o horário e tempo dispensado em cada viagem.

A faltar mesmo fica só a possibilidde de comprar o bilhetes online, já que o passe já é possível comprar on-line através do portal vival, mas contamos com isso para breve.

Pode ser Fertagus?!

Nós aqui temos uma APP
Nós aqui temos tudo

Texto: Catarina Laborinho

FERTAGUS, LSBblog

SAM_3134

UM SONHO QUE VIROU SORRISO. Por Catarina Laborinho

visitamos

Imaginem um mix, um Consultor Financeiro de uma prestigiada multinacional e uma Educadora de Infância que alimentava este sonho desde criança. Dá-se o clique, e o Sonho virou Sorriso, e foi assim que há 12 anos nasceu o Parque dos Sorrisos.

Tanto a Laura como o Luís tinham o mote bem definido, “o futuro começa aqui!”. E foi aqui que começou esta jornada.

Para quem anda no comboio da Fertagus, Estação dos Foros de Amora e agora também no Pragal, já reparou certamente no Parque dos Sorrisos, por outro lado pode ainda não ter reparado na dimensão do mesmo, mas garanto-vos que é de ficar impressionado.

Tive o prazer de conhecer os 2 espaços preparados para os mais pequenos, e, se anda à procura de um colégio para o seu filho, passe num dos dois porque vale a visita.

O espaço localizado na estação dos Foros de Amora, com estacionamento privativo para a tomada e largada das “mercadorias” mais delicadas, os nossos filhos, encontra-se inserido num espaço equivalente a 10 lojas. Isto disto assim não diz lá muito, mas converter em m2 estamos a falar em 700m2 de área coberta. “Caneco” a sério?!?!? É verdade, quem por ali passa nem dá por isso, já que só tem acesso ao espaço exterior, e esse tem aproximadamente 330m2 – também já é considerável – já dá para fazer altas corridas de triciclos :) Espaço há, e os triciclos também!

Na estação dos Foros de Amora, o colégio tem uma particularidade interessante, foi adaptado e pensado para ser “desmontado”, ou seja, sempre que há necessidade as paredes são recolhidas ficando quase todo ele em open space, permitindo uma maior interação nas típicas festas temáticas que todos nós temos durante o ano letivo. Vantagens? Muitas! Custos? Elevadíssimos! Mas se é para “fazer de raiz que seja bem feito” diz o gestor.

A interação em ambos os espaços tem a mãozinha do “mecânico”, “carpinteiro”, o homem dos 7 ofícios lá de casa, ou seja, o “Avô” do Parque dos Sorrisos, o Pai do Luís. É preciso fazer um barco em esferovite, o “avô” faz! Parece o meu Pai! É Sr. faz tudo! Qual é o avô que não quer participar nas atividades dos netos? Os “netos” que por ali andam não são todos dele, mas é como se fossem, o ambiente familiar em que se vive é tão reconfortante que nós mães, gostamos sempre mais, não é verdade?

Já na estação da Fertagus do Pragal o cenário é completamente novo. Numa primeira fase o Parque dos Sorrisos esteve igualmente num espaço de galerias, mas “não nos identificávamos com o mesmo” comentou o Luis, e há um mês foram de malas e bagagens para um edifício novo mesmo em frente à estação (do lado do estacionamento). É impossível não reparar nele, é verde água e são mais 400 m2 área coberta e 250m2 de exterior. Mesmo novo já está “forrado” com marcas dos mais pequenos, desenhos, trabalhos e afins, o cenário típico de um colégio em plena ebulição. Barulho? Claro que há, mas qual é o colégio onde não se encontram crianças a correr a saltar e a  brincar de alegria?! Qualquer um que se preze esta é uma constante, e aqui não é exceção.

É notória a felicidade dos mais pequenos, o que para nós Mães é um descanso quando sabemos que os nossos mais que tudo ficam bem entregues.

Parque dos Sorrisos

Há 12 anos, quando a Laura e o Luís passaram para 3D este projeto, o principal objetivo era proporcionar um espaço que fosse prático, ou seja, tendo em conta que o nosso dia-a-dia é uma constante loucura, onde num qualquer pit stop não demoramos menos de 20’, a ideia seria deixarmos os mais pequenos já a caminho do trabalho e sem grandes desvios. Foi exatamente isso que há 12 anos os levou a abrir o 1º colégio na estação da Fertagus.

Atualmente, na estação dos Foros de Amora, o horário de funcionamento é das 7 às 20h. Na estação do Pragal, o horário é mais reduzido, “mas porque ainda não houve necessidade de o alargar” – é das 7 às 19.30h.

Quanto aos adereços dos mais pequenos, esqueça tudo, é aqui que nós sorrimos :) O Parque dos Sorrisos trata de tudo, ou seja, só temos mesmo de deixar os rebentos. Fraldas, pomadas, toalhitas, lençóis, e outras tantas panóplias de coisas e coisinhas com que nos temos que preocupar quando eles ainda são de berço, aqui, não é preciso! E se é mãe sabe bem a jeitaça que isto dá :)

Se anda à procura de um colégio para o seu filho, se apanha o comboio numa destas estações – Foros de Amora ou Pragal – e não só claro, aproveite para visitar o Parque dos Sorrisos. Vale cada minuto. Vá por mim. AH, mas se vem de longe, não se esqueça que pode igualmente fazer ali um pit stop de 10’, em vez dos típicos 20 ou 30’, já que o comboio da Fertagus é de pontualidade britânica, já uma amiga da minha mãe dizia!

Nós aqui gostámos d’Isto
Nós aqui temos Parque dos Sorrisos

Texto: Catarina Laborinho
Fotos: Parque dos sorrisos

FERTAGUS, LSBblog

 

baía_seixal

5 HOTÉIS E 2 MARINAS VÃO NASCER NO SEIXAL. Por Catarina Laborinho

gostamos

Parece que é desta que o Seixal vai receber 5 hotéis e 2 marinas muito em breve!
O ambicioso projeto de requalificação das frentes ribeirinhas, Seixal e Amora já está em marcha e aposta no desenvolvimento da náutica de recreio e no forte potencial turístico daquela zona. 

E onde vão nascer estes hotéis?

1#  MUNDET
Após tantos anos lá vamos começar a mexer neste espaço com tanto potencial! Um restaurante já lá canta e agora vem um hotel. Para além da vista privilegiada sobre a Baía do Seixal, o município prevê para aquele espaço uma unidade hoteleira de 4 estrelas com capacidade para 150 quartos onde o facto de a Mundet ter sido o que foi, a autarquia pretende que o conceito esteja associado ao passado desta corticeira.

2#  QUINTA DA TRINDADE
Com mais de 15.000m2, ali irá nascer o Hotel Quinta da Trindade, situado entre o terminal fluvial e o Centro de Estágios do Benfica, este espaço pertence à autarquia que prevê instalar uma unidade específica para dar apoio, e não só, ao centro de estágios inserido no polo de projeto Seixal Vila-Hotel. 

3#  LARGO DOS RESTAURADORES
No núcleo antigo e junto à Baía, está igualmente previsto mais uma unidade com o nome Hotel Largo dos Restauradores. Segundo a autarquia trata-se de “um dos locais com maior potencialidade para acolher alojamento turístico, no âmbito do projeto Seixal Vila-Hotel, contribuindo para a reabilitação urbana e dinamização socioeconómica do centro histórico”.

4#  PONTA DOS CORVOS
Em parceria com os proprietários da Ponta dos Corvos, o município está igualmente a desenvolver um plano de pormenor com o objetivo de realizar um “projeto turístico diferenciador ” ligado à natureza e à preservação do ambiente.

5#  PORTO DE RECREIO DA AMORA
O quinto e último hotel encontra-se previsto para perto do Estádio da Medideira, onde em paralelo será construído um Porto de Recreio que irá permitir a chegada de turismo por via marítima.

E se vai haver barcos ou embarcações do lado da Amora, também iremos ter do lado do Seixa. Está igualmente previsto um Porto de Recreio com capacidade para 188 embarcações.

Este projeto vai estar em alta no SIL – Salão Imobiliário de Portugal que se realiza na FIL, em Lisboa, de 3 a 7 de Outubro.

O principal objetivo do município é posicionar-se na oferta turística à capital, que como tão bem sabemos, para além de termos um enorme potencial, vamos gerar mais postos de trabalho e fortes melhorias para a Margem Sul. 

Nós aqui vamos ter um Seixal ainda mais dinâmico. 
Nós aqui gostamos disto.

Texto: Catarina Laborinho