Artigos

Trafaria LSBb

TRAFARIA COM PROVA – VINHOS E PETISCOS. 2 a 4 de junho

degustamos

O Passeio Ribeirinho da Trafaria recebe a segunda edição do Trafaria (Com)Prova – Vinhos e Petiscos à Beira Tejo. São mais de 30 produtores nacionais, provas comentadas, cruzeiros vínicos no Tejo, exposições, animação de rua e petiscos dos restaurantes da Trafaria.

Ou seja, junta-se o melhor dos 3 mundos: comer bem, beber ainda melhor e estar numa bela localidade da margem sul – a Trafaria. A entrada é livre, por isso é só reservar na agenda:

Vinhos & Petiscos

Nós aqui temos vinhos e petiscos.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Cabina-telefonica-livro

A CABINE TELEFÓNICA QUE É UMA BIBLIOTECA. NA TRAFARIA.

lemos

Ah pois, já que agora dá para ler e-books nos smartphones aqui na margem sul também dá para ler e requisitar livros na cabine telefónica. Nós aqui somos assim. Pensamos fora da caixa. Nós que é como quem diz a Fundação PT que dinamizou o projeto inaugurado no passado dia 18, ao abrigo de um protocolo estabelecido com a Misericórdia de Almada.

O Parque das Reminiscências do Centro Social da Trafaria, em Almada, já conta com uma micro biblioteca, onde anteriormente funcionou uma cabine telefónica.

micro biblioteca

Micro biblioteca na Trafaria

A antiga cabine telefónica foi alvo de reactivação e reconversão para fins pedagógicos e culturais, passando a disponibilizar livros cedidos por diversas entidades e editoras que podem ser consultados no local, levados para casa, devolvidos ou trocados por outros.

A ideia é promover hábitos de leitura, potenciar a cultura e a literacia em todas as faixas etárias e para as diversas camadas sociais. 

cabinedeleitura2

Nós aqui temos Micro Biblioteca.
Nós aqui temos isto.

Fonte: Diário da Região
Texto: Marlene Gaspar

Forte da Trafaria

FORTE-PRESÍDIO DA TRAFARIA ESTÁ ABERTO AO PÚBLICO. até 11 de dezembro.

gostamos 1

Aproveita, para entrares no xelindró de forma voluntariosa pois só está aberto até 11 de dezembro e crime é não aproveitar esta oportunidade.

A Trafaria libertou o Forte-Presídio para ser visto pelo público de sexta-feira a domingo, até 11 de dezembro. Esta “abébia” deve-se à Trienal de Arquitetura de Lisboa. O edifício é do séc. XVII, mais precisamente de 1683, mandado construir pelo rei D. Pedro II. Este edifício já teve uma série de propósitos:

# fortaleza;
# lazareto;
# presídio durante o liberalismo e no Estado Novo;
# fábrica de guano de peixe;
# viveiro das matas nacionais;
# abrigo de galeotas reais e;
# habitação particular.

Aproveita para conheceres este lugar cheio de história e aproveita para uma visita ao centro histórico da vila piscatória da Trafaria onde se pode chegar de barco com uma magnífica vista sobre Lisboa.
A Trafaria era também local de eleição de Bulhão Pato, por isso podes experimentar amêijoas ao seu jeito, bem como outras iguarias nos restaurantes da vila. Era aqui o Bulhão Pato caçava e cozinhava para os amigos.

Nós aqui temos o ex-presídio da Trafaria.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

Fonte: Cidadania LX