Artigos

Família

5 COISAS PARA FAZER EM FAMÍLIA ESTE VERÃO. Por Helena Gonçalves Rocha

Helena

Uma vez que o clima de férias veio para ficar pensei partilhar convosco 5 coisas da bucket list de Verão para poder fazer em Família. Sou grande fã do Pinterest, e aí é certo que encontra centenas de buckets list de Verão que o deixariam completamente extenuado, algumas delas possuem mais de 100 itens para concretizar. Eu não aguentaria fazer tantas atividades.

Aqui ficam o TOP 5 das coisas que habitualmente fazemos durante o Verão enquanto Família.

Vá acampar. Os benefícios desta atividade são inúmeros para toda a família. Somos forçados a desacelerar, usufruir da Natureza, apreciar as pequenas coisas. Somos forçados a praticar o minimalismo (menos roupa, menos tralha, mais organização), sempre que vimos de uma temporada a acampar aprecio a capacidade que temos de viver com tão pouco. Fomenta-se o espírito de cooperação e o respeito pelo outro.  O facto de não existirem paredes e de partilharmos espaços próximos, obriga-nos a ser mais tolerantes e respeitar o ritmo de cada um. Por fim, uma das maiores vantagens é o facto de passarmos tempo juntos na Natureza.

Acampar

Explore a água. Nadando, mergulhando, andando de barco, stand up padlle, o importante é usufruir deste elemento maravilhoso. Aproveite para iniciar novas atividades, atreva-se e vá surfar, todos juntos em família, de certo uma experiência memorável!

surf

Encontre um novo local para visitar na sua cidade. Seja museu, castelo, miradouro, parque ou jardim, o que importa é estarmos juntos e descobrir em conjunto.

Visitar amigos e família distantes. É sagrado, todos os verões lá vamos ver as tias, os primos e restante família e que bom que é conhecer as nossas origens, ouvirmos as mesmas histórias vezes sem conta. Deste modo construímos também a nossa História de Família.

Ver o Pôr do Sol. Esperar pacientemente até que finalmente o Sol desapareça no horizonte, seja no mar ou atrás das montanhas. Como o meu filho dizia: “São todos tão diferentes, mas são todos um espetáculo!”.

sunset

Fotografia: Zee Anna Photography

Qual é a sua atividade de Verão preferida para fazer em Família?

Helena Gonçalves Rocha

Nós aqui educamos para isto.
Nós aqui temos isto!

Contactos
helenagoncalvesrocha@gmail.com
Miúdos e Graúdos, Clínica Médica
Av. Pinhal da Aroeira, Lt 562
Aroeira Shopping area Lj 18
Herdade da Aroeira
2820-566 Charneca da Caparica
TEL.: 212 977 481

1420840749_facebook-512

Fotografias: D.R.

costadacaprica surf

OUTONO COM SABOR A VERÃO

gostamos 1

Se é verdade que “eu gosto é do verão”, também é que gosto do tempo mais frio que pede aconchego e atividades mais acolhedoras. Conseguir fazer “mapling”* (atenção puristas da língua, esta palavra não existe! Não queremos “assassinar” a nossa língua, mas já a ouvi algures em tom de brincadeira esta “expressão” para definir estar esparramado no sofá. Mapling porque foneticamente é próximo de maple), com um bom filme, uma mantinha e uma bebida quente é muuuuuito bom. Mas melhor ainda, é poder variar entre isto e dias quentes. E estes, meus amigos, andam aí e nada como usar e abusar deles para passear, fazer atividades ao ar livre, ir à praia, correr, saltar, surfar e muitas outras coisas terminadas em “ar”.

costadacaparicasurf

Dia de outono na Costa de Caparica. Fotografia: Zito Colaço

Nós aqui, temos o privilégio de ter esplanadas excepcionais, paredão com vários quilómetros para fazer o que se quer, ou simplesmente apreciar a vista. Vamos lá aproveitar o verão de outono, mas redobrando cuidados com o sol. Pois aparentemente mais “fraco”, por vezes “causa mais estragos” que o sol de verão.

Nós aqui, somos muito agradecidas e rendidas às coisas boas da margem sul, que são tantas que é difícil enumerar. Quais as suas?

Nós aqui temos outono com sabor a verão.
Nós aqui temos isto.

Foto e texto

 

Nós

A SUL OU A NORTE, O MUNDO É FOD*&%$#

METEMO-NOS

NósEstamos na silly season, (quase) tudo é permitido, e por isso, hoje trazemos um desabafo “mais solto”, como diriam alguns “à margem sul”.

O mundo é fodido. Vou usar a expressão #FDD para sempre que repetir a última palavra da frase anterior, porque a minha mãe vai ler e não há necessidade de lhe estragar (tanto) o dia.
Ninguém disse que a vida era fácil, mas temos épocas que acreditamos que sim. Que as coisas andam sobre rodas, que fomos bafejados por alguma sorte e bola para a frente que o mundo é nosso. Ninguém nos agarra.
E depois temos os outros momentos. Os momentos em que pensamos precisamente ao contrário. Nada nos corre bem, porque é que só a nós é que acontece tudo errado, vimos as coisas desabarem, enfim estamos, como se diz na gíria, “na merda”. Infelizmente parece-nos que estes momentos andam cá mais vezes.
Pois, o que tenho para vos dizer é que o segredo é alimentar o primeiro estado de espírito e não dar confiança ao segundo.
E estão vocês a pensar em tom irónico: – Ah era só isso. Que iluminada que tu és! Obrigada pela descoberta da pólvora. Vou já ali fazer isso e venho já!!

Ok, ironia aceite e compreensível. Não é fácil e nem sempre se consegue. Mas, nunca ouviram dizer, olha para o que eu digo e não para o que eu faço? O que interessa aqui é a teoria e, by the way, fica o desabafo que esforço-me e educo-me para cumprir isso. E o esforço é grande que isto tem mesmo de ser evangelizado. À séria. E nem sempre sou bem sucedida.

E porque é que o estado de espírito negativo tem mais preponderância? Será cultural, animal ou normal?
– Sabes, sabes? Vá diz lá oh chica esperta – continuam vocês no registo da ironia, sem ofender, claro.

Pois sem ironia nenhuma, respondo: não sei. Não sei mesmo. O que eu sei é que andar a lamentarmo-nos, alimentar o estado de espírito negativo do estamos #FDD faz com que este tome um espaço que não queremos. E a solução é dar-lhe um chega para lá. Se vamos estar #FDD porque isto e aquilo não corre como nós queremos, vamos dar-lhe a volta, encarar de outra perspectiva. Sim, porque FDD por #FDD que seja bem #FDD. Sabe  melhor e nada como andar com um sorriso de orelha estampado no rosto.
É tempo de férias, e normalmente aqui andamos bem FDD, por isso vamos permanecer com esse estado espírito, mesmo depois de acabarem, que é d’isso que o meu povo gosta.

Boas Férias.

Nota: se o Trump faz do ano inteiro a silly season, nós aqui, podemos tirar o período de férias para isso.

Nós aqui andamos (bem) #FDD.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar

1

O SOL DA CAPARICA FOI QUENTE E BOM.

festivalamos

E outra coisa não seria de esperar neste grande festival da margem sul inteiramente dedicado à música portuguesa.

O calor fez-se sentir pelas altas temperaturas e, principalmente, pelo calor dos excecionais artistas que pisaram o palco e do não menos espetacular público que os acolheu. O Parque Urbano da Caparica é um excelente anfitrião do evento e estiveram reunidas todas as condições para que fosse excecional. E foi.

Sol da Caparica

Sol da Caparica

Fotografia Soundsgood

Sol da Caparica

Sol da caparica

Sol da caparica

Vamos contar tudo, brevemente, neste blog sempre perto de si.

Nós aqui, temos Festival Sol da Caparica.
Nós aqui, temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotos: Zito Colaço

sol da caparica

O ALMADA FORUM OFERECE BILHETES PARA O SOL DA CAPARICA. SAIBA COMO. 11, 18 e 25 JULHO.

METEMO-NOS

A época dos festivais está em altas e o grande festival da margem sul – o Sol da Caparica está a chegar. É já no próximo mês, de 11 a 14 de agosto, que a Costa da Caparica vai parar para receber grandes artistas e nós vamos lá estar, claro. Ficámos todas contentes, ao saber que vai ser mais fácil conseguir um lugar “ao Sol”! Quer saber como? Nós contamos-lhe tudo.

Durante três dias pode ganhar um dos 300 bilhetes para o Festival Sol da Caparica que o Almada Forum tem para oferecer. São trezentos, trezentos bilhetes, “ouviu” bem!

É fácil. Em cada um dos dias da campanha, 11, 18 e 25 de Julho, são oferecidos 100 bilhetes para um dia específico do festival. Os três dias são:

# 11 de Julho – 100 bilhetes para o dia 11 de Agosto
# 18 de Julho – 100 bilhetes para o dia 12 de Agosto
# 25 de Julho – 100 bilhetes para o dia 13 de Agosto

Para receber o seu bilhete deve dirigir-se ao Balcão de Informações do Almada Forum (Piso 0 – Praça Central) no dia em que fez compras e apresentar um único comprovativo de compra igual ou superior a 50€, sendo a oferta limitada a 100 bilhetes por dia.

E se já está a pensar “que fixe, mas bom, bom, bom era trazer alguém comigo!” Então “oiça” que o melhor ainda está para vir! Uma compra no Almada Forum pode valer, não um, mas dois bilhetes para o Sol da Caparica! Dois, dois “bi-lhe-tes”! Voltou a “ouvir” bem! Se o seu comprovativo de compra for superior a 100€, ganha não um, mas dois bilhetes para o Festival! Ah, pois é. Sol da Caparica, contem connosco! E consigo, certo?

Conheça todas as condições da campanha e lojas aderentes no Balcão de Informações do Almada Forum ou em www.almadaforum.com e ganhe bilhetes para o Festival O Sol da Caparica.

Ana Moura, Rui Veloso, Diogo Piçarra, Nelson Freitas, Aurea, Deolinda, Azeitonas, C4Pedro, Orelha Negra, Mão Morta, David Fonseca, o Rappa, os Azeitonas, JimmyP, Aline Frazão, Richie Mendes, The Gift, Ala dos Namorados e muitos mais…aguardem-nos. Nós vamos aplaudir, cantar e vibrar como se não houvesse amanhã. Vocês vão conhecer o verdadeiro “margem sul power”. Oh yeah!

cartaz_sol_caparica_2016

Nós aqui temos entradas para o Festival Sol da Caparica.
Nós aqui temos isto.

Texto: Marlene Gaspar
Fotografias: Imagens Festival Sol da Caparica (José Rodrigues 2015)